Quem ganha com a derrota?

Por Gerson Nogueira

bol_ter_070513_11.psA pergunta não é minha. Parte de um apaixonado torcedor azulino, Rodrigo Pampolha, indignado com mais um vexame do clube no Campeonato Paraense. Para ele, os dirigentes aprenderam a iludir os torcedores nos últimos cinco anos e seguem lucrando em cima da expectativa e da paixão desenfreada que a torcida nutre pelo Remo.

“Estão sempre iludindo a gente e nós sempre lotando os estádios. Ou seja, a cada decepção fica fácil dizer que o outro ano vai ser diferente e com isso cria-se expectativa e a torcida acredita. Não é à toa que nós somos o terceiro clube em média de público do Brasil”, diz Rodrigo.

A tese tem lá seu fundo de razão, no sentido de que os dirigentes parecem acomodados com o fato de que o clube, mesmo sem divisão, continua a arrastar multidões aos seus jogos. Há também a hipótese (não confirmada) de que o lucro com a derrota venha das negociações com as legiões de jogadores contratados a cada início de temporada.

Sem esperanças quanto à mudança de mentalidade dos dirigentes atuais, Rodrigo defende a “expulsão sumária dos diretores” e adoção imediata de eleições diretas. Aconselha o presidente Sérgio Cabeça a dar uma alegria aos torcedores, renunciando ao cargo.

Já o Luís Antonio Mariano lamenta que os torcedores só se revoltem contra jogadores e comissão técnica, “e nunca contra os dirigentes, os verdadeiros culpados”. Acredita que Cabeça e Pirão irão passar o resto do ano tranquilos, “planejando o novo fiasco versão 2014”.

“Às vezes, depois de mais um vexame de meu clube do coração, fico a me perguntar: será que as pessoas que hoje administram o Clube do Remo (diretoria e membros do Conselho Deliberativo) não sintam vergonha, não ficam tristes, não sintam lá no fundo do coração uma frustração a cada derrota do clube nesses cinco anos de sofrimento. Outros conselheiros do clube que poderiam ajudar e não ajudam, estão afastados, preferem ver o clube sofrer cada vez mais e ser destruído aos poucos e não fazem nada para impedir isso. Por que?”, indaga Ranilson Moraes, igualmente aborrecido com mais um desfecho melancólico de campanha remista no Parazão.

Para Saulo Lobo, o Remo perdeu o título em dois lances capitais. “No momento que o Gerônimo não chutou quando estava de cara pro gol, no primeiro jogo em Belém, e quando o Capela não tocou a bola naquele lance no segundo tempo quando ainda estava 0 a 0, na Arena Verde. É muito triste a situação, agora o jeito é esperar e ver o que o destino tem pra nós”, analisa.

Adriano Zell mostra-se revoltado e defende soluções drásticas. “Essa velha guarda de ideias arcaicas tem que deixar o Remo. Por causa da jogatina de baralho e dominó que existe na sede é que eles querem manter esse padrão mão-de-ferro. A Assoremo está certa. Torcedores e sócios devem entrar na Justiça para tirar esses caras do poder, com urgência, ou não teremos mais o Clube do Remo”.

Oséas Alexandre Silva avalia que o problema maior do Remo hoje se localiza na ausência de poder de fogo nas estruturas do futebol paraense. “O Remo perde nos bastidores, é derrotado nos tribunais e é frequentemente passado pra trás pela cúpula dirigente da FPF, toda ela composta por bicolores. Todo mundo sabe. Onde já se viu um clube da grandeza do Remo aceitar jogar, por três anos seguidos, finais de turno no interior do Estado? Em S. Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul e Rio isso não existe, os grandes clubes não permitem que a federação imponha seus interesses”.

E acrescenta: “Não é discriminação, mas no interior os árbitros são pressionados e dificilmente apitam com isenção. Domingo, o Dewson, o melhor árbitro paraense, amarelou na hora de expulsar o Beá, que deu um carrinho criminoso no Val Barreto. Beá já tinha amarelo e o árbitro fez que nem viu a falta. O Remo deveria usar sua força para não aceitar esses abusos, mas os dirigentes são incompetentes e amadores”, conclui Oséas.

———————————————————-

À procura do genial estrategista

Conselheiro remista de extensa folha de serviços prestados ao clube garante que vai interpelar a Diretoria a fim de descobrir quem foi o genial estrategista responsável pelo empréstimo dos jogadores Jaime e Eduardo (de graça) para o Paragominas, que desde o final do primeiro turno já despontava como o principal concorrente do Remo na luta pela vaga à Série D. “O autor desse gesto de generosidade com um time rival agiu quase do mesmo jeito que o ex-presidente Amaro Klautau, que resolveu dar (gratuitamente também) o atacante Héliton para o maior rival”, compara.

———————————————————–

Dois jacarés na rota do Papão

Depois de três chineladas, a última delas válida pela final do campeonato sul-matogrossense, muito do prestígio granjeado pelo Naviraiense na Copa do Brasil começou a se desmanchar no ar. Daquele time tinhoso e guerreiro que eliminou a Portuguesa dentro do Canindé resta uma pálida lembrança.

Ao Paissandu, que vai empreender uma maratona para chegar a Naviraí, resta despachar logo o também autodenominado Jacaré do Pantanal e ganhar mais tempo para encarar outro jacaré, o de Paragominas, na decisão do Campeonato Paraense.

Por mais que Lecheva e os jogadores adotem o discurso da humildade e do respeito ao adversário, o fato é que o Paissandu entra como favorito destacado no confronto contra a equipe sul-matogrossense.

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta terça-feira, 07)

26 comentários em “Quem ganha com a derrota?

  1. Pô agente tira onda pq é do futebol adoramos tirar sarro da torcida adversária, mas o que estão fazendo com o clube do remo é brincadeira, aí a torcida quer agredir jogador, treinador? os caras são contratados eles vem é o trabalho desles, os culpados são os incompetentes q dirigem o clube, torcedor azulino tem que se juntar e botar pressão, já chega de tanta humilhação, pra torcida bicolor já está perdendo a graça não aguento mais encarnar em remista, bora leão tá na hora de se reerguer queremos bater em gente grande.

    Curtir

  2. Tá com pena, amigo Marcelo? Então o Papão que vacile e fique sem divisão pra você ver. O problema é dos caras. Falam que Paysandu e Remo dependem um do outro, que o bem de um é o bem do outro e blá blá blá, blá blá blá…Se assim fosse, o maior clube do norte não estaria se reerguendo aos poucos e não estaria na segunda divisão, concordam? Deixa os caras confabularem sobre o motivo de tanta vergonha pra lá.

    Curtir

  3. O torcedor precisa entender de uma vez por todas que ele é a razão principal do espetáculo, portanto não deve se omitir e fingir que não é com ele. Se queremos um destino diferente em 2014, façamos a nossa parte agora ou a história se repetirá ano após ano, sabe-se lá até quando? Quanto ao torcedor bicolor, sua zoação para com os azulinos é o que ainda nos mantém vivos, pois o dia que pararem de fazê-lo, não teremos mais motivos para reagir e neste dia o Remo desaparecerá.

    Curtir

  4. Seria muito bom para o Paysandú eliminar o jogo de volta. Assim se dedicaria exclusivamente para a dificílima final do Parazão!
    Quanto ao Remo, imaginem se fosse o Papão nesta situação? Outra, o Paysandú se reergueu sozinho, ninguém deu a mão para alavancar o time na série C. Os torcedores do rival quando entravam no blogue no ano passado era somente para achincalhar o nosso time, com raras exceções!
    Que os mortos cuidem dos mortos!
    Que Paysandú na série B, o Águia de Marabá na C e o Paragominas na D honrem o Estado do Pará neste ano véspera de Copa do Mundo. Que o Papão seja A, o Águia seja B e o Paragominas seja C em 2014!!!
    E para a torcida enlutada, que eles torçam bastante para o Paragominas subir de divisão pois só assim eles poderão ganhar a vaga da série D em 2014, ou não! O Santa Cruz de Cuiarana que não foi rebaixado pode tomá-la, e se isso acontecer meus amigos….kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Tá com peninha do leão? Leva ele pra casa!
    Nota: o que é muito importante para os reis do tabu, eles ganharam do Papão 3 vezes esse ano! Ave Maria!
    Agora pergunto: Foram campeões? Conseguiram vaga na série D?
    Saíram do jejum de 5 anos na fila?
    Tenho muito respeito pelo time do PFC e maior apreço e admiração pelo Charles Guerreiro, essa final vai ser muito bonita de se ver pois os dois times jogam para frente, não se acovardam jamais e posso estar enganado mas está com cara de final com muitos gols! Que vença o melhor, e como torcedor bicolor quero que seja o PAYSANDÚ SPORT CLUBE!!!!

    Curtir

  5. Foi surpreendente a reviravolta ocorrida na competição, que começou com todos os olhares voltados para o Santa Cruz de Cuiarana, que (pensava-se) pudesse ameaçar a hegemonia da dupla re-pa e principalmente a vaga remista à série D, este o grande terror da mídia. Logo o torcedor, grande alienado, caso contrário não seria torcedor, travestiu-se de defensor dos valores morais e éticos no futebol…

    E quando os homens já respiravam aliviados com a eliminação do time de Salinas, eis que surge o surpreendente Paragominas, comendo pelas beiradas, sem chamar a atenção, abocanha a vaga do Remo e pode abiscoitar também o título. Vive o melhor momento e, queiram os deuses do futebol, leve novamente o título para o interior, comprovando novamente a grandeza vazia dos times da capital…

    Curtir

  6. Confesso que meu estoque de piadas dos azulinos está esgotada. Tô mais é com pena deles. É muito sofrimento. Imagina só: passar o resto do ano vendo o maior rival jogando nos campos da Copa, na mídia, na Sportv, no Fantástico e eles, em casa, secando, secando, brigando, pensando em argumentos para nos encarnar. É muita humilhação. O desespero é tanto que falam em tabu de 33 jogos, 100%, falam que venceram mais os REPAs etc. Outros chamam de gaysandu, bicoletes e outras besteiras ofensivas mais. Todavia, acabam de falar e, puft!, caem na real. Um time sem divisão, sem perspectiva, sem jogos, sem nada. É triste a vida de Remista.

    Curtir

  7. Li essa coluna no jornal hoje e so agora soube que o Amaro deu de graça o helinton.

    pensei que ele tinha sido vendido ao paisandu, barato mas vendido.

    sacanagem do amaro.

    Curtir

  8. Amigo Mauricio Carneiro, miguelangelo e demais companheiros de blog, não é o caso de ter pena do rival é que tá ficando chato, a distancia entre os dois fica cada vez maior, daqui algum tempo não vai ter graça bater no remo, como disse o Dennis o estoque de piadas tá acabando. Vai chegar um tempo que até o rocildo vai parar de defender o defunto, aí vamos ter que começar tudo denovo, inventar piadas sobre o paragominas, sobre o águia e outros clubes que disputaram titulos com o Paysandu..rsrsrs

    Curtir

  9. Marcelo do jeito que a música tem sido tocada, quase um samba de uma nota só, não será difícil futuramente os jornais paraenses estamparem a rivalidade entre o Paysandú e os emergentes do interior. Espero muito, mas muito mesmo que o PFC não cometa os mesmos erros do Independente e do vendido Cametá (até hoje não engoli aquela venda de vaga no ano passado), e de emergente torne-se mediano e num futuro próximo seja, de fato, uma das grandes forças do futebol paraense.
    Quando colocamos na balança a irregular campanha azulina nota-se que a campanha do Paragominas foi merecedora do título do segundo turno e está sim mais qualificado que o Remo para representar o Pará na série D. Se os azulinos tivessem se classificado, no meu ver, seria uma injustiça muito grande com o Futebol na sua essência. Quiseram os deuses do futebol que o PFC, mesmo sendo o caçula da competição, fosse merecedor do segundo turno e também da vaga paraense no certame nacional!
    Quanto aos azulinos, torçam para o PFC!
    Secar o Paysandú não vai adiantar nada, se quiserem secar alguma coisa que arrumem vaga em fábrica de bacalhau ou carne de sol, numa lavanderia, ou em algum curtume que dá mais futuro! É o meu recado!
    Neste ano terei quatro clubes para torcer no brasileiro: Botafogo -série A, Paysandú – série B, Águia de Marabá – série C e com muito gosto torcer pelo sucesso do PFC na série D.
    É a força do Pará no nacional!!!!
    BOOOOOOOORA PAPÃOOOOOOOO!!!!!!!!!

    Curtir

  10. É verdade que cada um dentro da sua linha de pensamento tem lá suas razões. A derrota sempre deixa marcas. Eu também quero que o Clube a partir de uma nova eleição, o faça de forma direta, e que outras pessoas apaixonadas como qualquer outro remista, tenham a possibilidade de também mostrar o seu trabalho, e não somente as mesmas pessoas que dividem os espaços diretivos do Clube, em um momento um ou outro oscilando no comando do clube. Sai Cabeça entra Levy,sai Levy, entra Ubirajara,sai Ubirajara entra Licinho, sai Licinho entra Amaro. E assim o barco vai navegando. Embora também não entenda que a conquista da eleição direta seja a solução de todos os problemas, pois se assim o fosse, Belém não estaria ainda atolada em tantos problemas de infra estrutura. Agora é um caminho, um grande passo, a grande oportunidade para que mentes novas realmente também possam contribuir com trabalho e seriedade em prol do mais querido , do mais apaixonante Clube do Norte brasileiro. Ei bicolores, não pensem que o Remo por ter tido esse insucesso, est´acabado aniquiliado ou não pensem também que todos os problemas bicolores acabaram com a eleição direta e o papinha na segunda divisão. Cuidado que que os problemas para o Clube de vocês pode estar apenas começando. E mais o Remo não precisa de nem um sentimento por parte de vocês, mesmo porque nesses corações listrados somente existe espaço par ao ódio. Eu não me prestaria ara ficar escutando jogos do time listrado,torcendo como louco para ele ser rebaixado. Agora se os senhores começarem a querer desmerecer a toda hora o mais querido, eu compro essa briga com vocês, Cuidado que esse castelo, está sendo construido na areia.

    Curtir

  11. A consequência das férias forçadas impostas ao Remo após a perda do título do returno do Parazão para o Paragominas, neste final de semana, foi vista na manhã desta terça-feira (7), no Baenão. Torcedores remistas, cansados de mais uma derrocada do clube, atiraram ovos na loja oficial e também na Toca do Leão.

    Curtir

  12. Só atirar ovos é muito pouco. É preciso aparecer um louco para acender o pavio da dinamite e fazer os acomodados soltarem os controles remotos e se levantarem dos sofás.

    Curtir

  13. A despeito do ufanismo que toma conta de alguns, a verdade é que os nossos representantes no Brasileiro deixam muito a desejar. O Paragominas, apesar da bravura em superar o apequenado time remista, convenhamos, não é time para ir muito longe na série D. Na C, o Águia é sério, mas sério candidato mesmo, ao rebaixamento, já tendo caído no regional deste ano. Na B, o Paysandu terá de montar novo time se não quiser cair. O selecionado atual é lastimável e vem de duas humilhações para o rival em pleno Mangueirão. Não é só o Remo que necessita de reformas estruturais urgentes. Todo o nosso futebol encontra-se na UTI e, apesar da fortuna arrecadada até aqui, temo pelo final de ano dos clubes paraenses.

    Curtir

  14. No início da temporada, já havia deixado aqui mesmo no blog, a ideia de que, deveríamos boicotar os jogos. simplesmente ficaríamos todos do lado de fora do estádio, bebericando ou não, exigindo as mudanças urgentes e necessárias ao Clube. Queria ver a imprensa e seus patrocinadores: Se ficariam omissos, ou partiriam com tudo pra cima dessas “mumias” sanguessugas !!! profissionalismo no futebol do Remo, urgeeeeente !

    Curtir

  15. Que papelão da diretoria do clube do Remi com o seu torcedor. Depois de não conseguir a vaga para a quarta divisão por seus próprios méritos dentro de campo, agora apela fora dele, tentando comprar a vaga de outra agremiação de outro estado.
    Acho que a CBF deveria coibir essa prática, pois serviria de lição para o clube incompetente repensar o que deu errado, e no ano seguinte fazer tudo diferente e não depender de ninguém. Minha opinião! !!!

    Curtir

  16. Sinceramente o grande problema é que os papinhandus, se preocupam muito mais com o Clube do Remo do que com o papinha. ei fregueses se toquem comentem sobre essa bomba listrada queé esse time de vocês , e deixem que os torcedores remistas tomam conta das bombas azulinas. Sinceramente eu não ia me importar com essa fraqueza que é esse time listrado, agora eu me invoquei e comprei a briga, eu vou secar esse timeco até colocar ele de volta na terceira divisão. Como sou um cara acostumado a meter o cassete neles, vou em todos os jogos deles e vou secar até o final. Acabou antes de começar, vou colocar esse timeco na terceira divisão do brasileiro de 2014. e cuidado não vão pegar cassete desse timeco chama naci não sei o que, porque ai vai ser vergonha geral, se bem que esse time de vocês não significa muita coisa não. Tenham essa certeza, eu estarei em todos os jogos lá dentro da cururu, vibrando contra , e como sou acostumado a ganhar de vocês, isso será uma tarefa facil facil. Alô papinha, pode esperar Rocildo vai te rebaixar, Alô papinha pode esperar, Rocildo vai te rebaixar. Alô papinha, pode esperar Rocildo vai te rebaixar. Vou secar dentro da cururu, vou meter a peia em varios jogos no papinha dentro da cururu . Rocildo o torcedor que mais meteu peia no papinha 118 replays assistidos com 69 vitórias conquistadas 23 empates o resto eu perdi.

    Curtir

  17. Esse Rocildo, no fundo é um fanático por futebol e pela atmosfera de um estádio. Como o time dele fechou para balanço, estou certo de que irá sim à Curuzu. E tem mais, vai assistir do alambrado, naturalmente secando, mas acima de tudo, curtindo o programa. Outra, deve ter um amigo ou parente bicolor com quem irá ao estádio, ou se fará de torcedor do Papão só pra puxar papo com quem estiver ao lado. Rss…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s