A pedidos, Araújo aceita permanecer no Remo

Remo Flavio Araujo-Mario Quadros (2)

Bastaram duas derrotas consecutivas para que o Remo entrasse em crise. Depois do revés de quinta-feira, em Paragominas, o técnico Flávio Araújo (foto) ameaçou pedir o boné, mas acabou aceitando o apelo da diretoria e de parte dos jogadores, permanecendo no comando técnico do Remo. Na sexta-feira, depois de avisados da intenção de Araújo, um grupo de atletas foi até ele e pediu para que continuasse o trabalho. “É um momento difícil, é lógico, mas ficaria mais difícil ainda sem ele (Flávio). Nós começamos isso tudo juntos. Duas derrotas seguidas não podem tirar nosso foco e nem apagar tudo que fizemos”, disse o capitão Carlinhos Rech, um dos homens de confiança de Araújo no elenco.

Como terá dois jogos a cumprir na fase classificatória do returno, o Remo depende exclusivamente de suas forças para chegar às semifinais. “A gente sabe que no futebol todo dia é uma história. Temos que buscar resultados, porque um time campeão vive de vitórias. Temos dois jogos para decidir nossa classificação e depois pensar no título”, afirmou o zagueiro.

Para o jogo em Santarém, o treinador não terá o volante Nata e nem o atacante Branco (ambos suspensos), mas poderá escalar Tiago Galhardo no meio-campo. Outra provável aposta é Gerônimo para fazer dupla com Jonathan no setor de marcação.
Domingo, às 17h, o Remo enfrenta o São Francisco no estádio Barbalhão. Na quarta-feira, recebe o Águia no estádio Evandro Almeida, às 20h30. (Foto: MÁRIO QUADROS/Bola)

20 comentários em “A pedidos, Araújo aceita permanecer no Remo

  1. Vale dizer que TODOS os 18 jogadores que jogaram em Paragominas, foram ao quarto do hotel, e pediram pela sua permanência, no que penso ser correto e que poderá dar um alento ao torcedor Remista, uma vez que o Flávio montou esse elenco, com 80% dessas contratações…. Agora, é como falei, vai de como esteja o psicológico dele, para continuar o trabalho, se estiver bom, a continuidade será acertada, caso contrário…

    O Remo só depende dele, para prosseguir na luta pela vaga à série D, que nunca esteve tão perto..

    É a minha opinião.

  2. Cláudio, veja bem o que você disse: 80% do elenco, o que é considerável, foi montado e indicado por ele… depois não diga que o trabalhou do técnico fez água por ele ter pedido um e ter vindo outro. Tô pegando no seu pé né amigo? Rsrs.

  3. Na minha opinião, a pouca produção do Remo não se deve à qualidade do elenco. Falta treinamento. O goleiro não franga, a zaga é tida como segura, o Berg é um ala razoável pra bom, os volantes quebram muito bem o galho mesmo não sendo um Falcão ou Cerezzo da vida. No ataque, Paulista, Leandro, Branco e Val Barreto são boas opções. Falta montar um esquema pra fazer aparecer o bom toque e passe do Galhardo, e agora do Clebson, e na minha visão o FA tem que treinar triangulações envolvendo os alas, os meias e um dos atacantes. O time é estático e não tem aproximação, só corre com a bola, e quem tá com a bola não tem opção de passe. E tome chutão e te vira Barreto. Dizer que o elenco é ruim não é verdade. O que aconteceu foi perda de rumo,entre o excessivo apego à marcação e depois a necessidade de sair pro jogo, pela falta de personalidade do FA ao ser chamado de retranqueiro, tudo claro, multiplicado pelo fato de perder o turno pro Paysandu no final do jogo. Certo está o Lecheva lec lec lec, que põe o time pra cima, pois mudar pra retranca é menos complicado do que fazer atacar um time retrancado.

  4. Entendendo que o Técnico Flávio Araújo, deve continuar a frente do Time tanto no restante do campeonato, como também na possível campanha da série B, mesmo depois das derrotas. Gosto do trabalho dele e apesar de eu não ter gostado do desempenho do time nos jogos passados, e demonstrei isso em comentário logo após o jogo. Porém, a paixão pelo clube fala mais alto, e continuar acreditando faz parte das mentes azulinas.

  5. Esse cara além de treinador razoável é um baita jogador de poker.

    Eita blefe do caramba, mas um blefe calculado pois ele já sabia de antemão que o CR não encontraria treinador em canto nenhum.

    A grande coragem foi porque ele também sabia que não encontraria outro emprego,

  6. Amigo Luiz Fernando,

    Talvez, ele até tenha proposta do Sampaio, já que pôs o clube maranhense na Série C deste ano! Mas, sem ele o Remo, realmente, não teria saída, a não ser em optar por algum técnico local…

  7. O que o Remo fez foi o certo, apesar da limitação técnica do seu treinador, e o fato da relação com os jogadores está estremecida, a saída dele e a contratação de outro “profissional” não seriam as medidas mais corretas. Como saber se o substituto poderia salvar a lavoura azulina? Ainda mais se Remo trouxer um treinador considerado local, ai e que o Cláudio Santos irá ter um ataque! hehehehe

  8. Foi a melhor escolha, o rEmo está perto da vaga para a série D, só depende de suas próprias forças. Eu espero que isso aconteça, não aguento mais essa torcida secando enquanto a gente (torcida bicolor) torce.

  9. rsrs… Pior, amigo André… Já pensou o Charles Guerreiro?

    Remo já totalmente escalado para o jogo de amanhã:

    Fabiano, Carlinho Rech, Henrique e Zé Antônio. Walber, Gerônimo, Jhonatan, Thiago Galhardo e Berg. Fábio Paulista e Leandro Cearense.
    Banco: Dida, Alex Juan, Tony, Endy, Diogo Capela, Clebson e Val Barreto.

    Era o que o F.Araújo deveria ter feito, quando o Clebson e o Diogo chegaram… Não tinha porque mexer na estrutura do time… agora sim, com um banco reforçado e a continuação do 3-5-2.. Perfeito..

  10. Acho que, no final das contas, o que aconteceu foi positivo para o Remo. O time tava sem forças e cabisbaixo após perder o primeiro turno no final do jogo. Não sei se blefe ou não, mas o fato dos jogadores terem ido apoiar o técnico pode dar algum resultado, temos que esperar pra ver amanhã. Mas, saberemos, que se os jogadores voltarem a jogar com raça e dedicação, estão fazendo isso em nome do técnico, o que significa que ele tomou as rédeas do elenco de novo.

    Um bom resultado amanhã coloca tudo de volta aos trilhos. Outra vez, nosso objetivo não é ser campeão, é garantir a vaga pra Série D, até pq campeonato paraense é maldito, sempre que um ganha, se dá mal no final do ano.

  11. A decisão foi sensata. Não temos tempo de reorganizar com um novo treinador. A derrota para o Paragominas foi ruim, mas naquelas condições, o Jacaré leva vantagem. Nada está perdido.

  12. O CR que se trate de jogar bola, hoje, pois acho que terá um jogo difícil pela frente, já que o SF vai jogar por um prato de comida.

Deixe uma resposta