PFC derrota S. Francisco por 5 a 3

Em jogo de oito gols, o PFC derrotou o o São Francisco nesta quarta-feira à noite, em Paragominas, em jogo válido pela terceira rodada do Parazão. O grande destaque da noite foi o atacante Jaime, que marcou três gols. Com público de 1.397 torcedores, o PFC abriu o placar logo na saída de bola, através de Jaime. Aos 4 minutos, Ricardinho empatou. Aos 13, o zagueiro Rubran recolocou o PFC em vantagem. Jaime ampliou aos 29 e Rodrigão diminuiu para o São Francisco, aos 32. No segundo tempo, Jaime aumentou para 4 a 2 aos 5 minutos. O São Francisco tentou reagir com Pedro Henrique, aos 7, mas o PFC manteve o ritmo e fechou o placar em 5 a 3 aos 48 minutos. O resultado deixa o PFC em quarto lugar no returno e mantém o São Francisco na última colocação.

4 comentários em “PFC derrota S. Francisco por 5 a 3

  1. A SINA DOS GAROTOS DA BASE.
    Durante um bom tempo Jaime treinou no elenco de Clube do Remo. Porém, não teve espaço para mostrar seu valor. No Paragominas, mostra que poderia render mais do que outros no Baenão, e dar um retorno financeiro ao time “cabano”. O histórico da maioria dos jogadores regionais são marcados pelo bom desempenho em times “menores” e falta de oportunidades iguais em relaação aos que são de fora. A diretoria deveria deixar claro aos técnicos de que alguns garotos da base deveriam ter chances para se firmarem como titular. Mesmo com Jonathas como títular, é muito pouco para um time que precisa mostrar a sua grandeza regional.

  2. Rosivan, já falei uma vez e repito: Jayme é um novo Felipe Mamão.

    Joga bem desde o sub-20, vem marcando seus golzinhos, mas é prata da casa. Para a torcida azulina, parece que não serve; Remista é muito impaciente com jogador regional…

    Eu só fico pensando como seria se Tony e Nata fossem paraenses. Será que ainda jogariam no Remo?

    E Josy e Tragodara, nortistas? Será que, se tivesem saído de São Paulo, receberiam a mesma atenção de Clebson e Ramón?

    Às vezes, esses garotos tem que se mandar daqui para ter alguma chance no mundo do futebol. Essa que é a verdade.
    Cléo, Giovanni, Ganso, Rogerinho, Cicinho, Andrezinho, Lima, Magnum, Thiago Cametá, Elsinho (Que hoje joga no Vasco e foi esnobado pela diretoria Remista)…
    Queria saber o que seria deles se continuassem por aqui. Espero mudanças…

  3. Concordo com vocês Jayme e Thiago Corrêa,

    Conheci e joguei muitas peladas com o Felipe Mamão, e posso assegurar, que além de muita bola tem também excelente cabeça.

    Creio que você foi praticamente perfeito em seus exemplos, meu único senão fica por conta do Magnum que teve muita chances e foi bastante aproveitado no Paysandu, a ponto de se destacar e ser levado pelo Vitória-Ba.

    Mas, no que concerne, a idéia central é isso mesmo. Valorizamos pouco nossos atletas locais, infelizmente, bem como damos pouco tempo a eles de amadurecerem. Um caso que hoje vejo com certa felicidade é do Djalma. Que a bem pouco tempo era bastante contestado no elenco do Papão, mas que hoje pouco a pouco vem mostrando seu valor, sendo merecidamente titular do time.

  4. Thiago, respeito sua opinião, mas é preciso lembrar que para cada um destes nomes que você cita, por baixo, há pelo menos 10 que não deram certo, nem mesmo em times pequenos, como PARECE que vai dar certo o Jaime no Paragominas. Afinal, jogar em time sem maior pressão, máxime de torcida e de imprensa, é bem diferente. Mas, independentemente de minha opinião, tomara que o Jaime dê muito certo mesmo em sua carreira, como deram estes outros paraenses que você cita. Lógico que tudo isso, somente após os jogos que o Paragominas ainda tem a fazer com o Remo neste campeonato.

Deixe uma resposta