Um carnaval de ilusões

Por Gerson Nogueira

Ainda sob os efeitos da descoberta de que o carnaval paraense é hoje o mais trepidante do país, segundo a Polícia Militar, o torcedor começa a perceber que há uma competição à parte se desenrolando neste primeiro turno do Parazão. A porfia envolve exclusivamente o Remo, que se empenha para bater o próprio recorde de contratações – mais de 60 no ano passado.

O esforço não tem sido em vão. Em menos de três semanas da nova temporada o Leão já contabiliza quase a metade de sua impressionante marca. Depois de anunciar Ramon, ex-Flamengo e Náutico, chegou a vez do desconhecido Elivelton, que defendeu o BOA na Série B 2012.

Talvez esses atletas signifiquem a redenção do Remo e acabem por assegurar as conquistas que clube e torcida tanto almejam, mas o bom senso ensina que reforços em excesso costumam causar mais danos que alegrias. A situação é ainda mais nebulosa pelo papel decisivo de empresários e investidores nas transações recentes.

O técnico Flávio Araújo, responsável pela montagem do elenco, já havia dado por encerrado o ciclo de contratações. De repente, antes que as cuícas comecem a roncar, lá está o Remo mergulhado em novas apostas. No caso de Ramon, o clube teve o desassombro de adquirir 30% de seus direitos federativos (avaliados em R$ 10 milhões) sem vê-lo jogar.

Amigo de Ronaldinho Gaúcho, Ramon pode até valer tudo isso, mas é estranho que, com todo esse cacife, tenha vindo parar em Belém do Pará vinculando-se a um clube sem divisão e sem garantia de torneios a disputar. A questão é que estranhos negócios movem hoje o futebol profissional no Brasil, quase sempre com motivos obscuros por trás dos acertos.

Por ora, diante da surpreendente celeridade com que o acordo foi firmado, surge a desconfiança de que o Remo esteja servindo a interesses de agentes e empresários. Difícil é saber até que ponto negócios dessa natureza são válidos para o clube.

———————————————————–

Novos truques de Dick Vigarista

coluna gerson (2)Depois do papelão do canadense Ben Johnson, a confissão de culpa de Lance Armstrong é o mais sério golpe já imposto ao esporte mundial. Todos os que acreditavam naqueles preceitos éticos do barão Pierre de Coubertin devem ter ficado de queixo caído com as declarações do ex-superatleta.

Com a quantidade de substâncias ilegais que Lance ingeriu, a glória e a fortuna estão ao alcance de qualquer cidadão. A revelação pública dos golpes põe por terra a credibilidade de todas as competições, mas cabe observar que a badalada entrevista à TV americana (em duas partes) não deixa de ser mais um truque midiático.

Sem o menor sinal de arrependimento, Lance admitiu à apresentadora Oprah Winfrey que processou tantas pessoas – quase todas inocentes – que até perdeu a conta. O repentino surto de sinceridade do campeão de trapaças é parte de meticulosa estratégia de defesa.

A ideia é obter o perdão – ou abrandamento de penas –, limpar a imagem e manter uma fatia do império montado ao longo da “vitoriosa” carreira. O consolo é que Lance não escapará de uma enxurrada de processos.

Ex-parceiros de negócios, anunciantes, federações e funcionários estão ávidos para acionar juridicamente o espertalhão. Como a Justiça americana não brinca com essas coisas dá para imaginar a montanha de dinheiro que o ciclista terá que desembolsar nos próximos anos.

———————————————————–

Domingo de festa na Curuzu

Depois do tropeço em casa contra o São Francisco, é natural que Lecheva tome todos os cuidados para evitar surpresas diante do Águia. Ainda sem vencer, o time marabaense é um adversário de respeito. Não tem o poderio técnico de outros anos, mas é tradicionalmente um osso duro de roer quando se apresenta em Belém.

Para os bicolores, que ambicionam a liderança do Parazão, o jogo pode confirmar a boa fase de João Neto, artilheiro do time na competição e autor de um golaço contra o Paragominas. Além de finalizador, Neto demonstra ser bom articulador de jogadas, participando dos outros gols do Paissandu no torneio. Outro destaque é o goleiro Zé Carlos, seguro e eficiente na reposição de bola.

Em comparação com os outros novatos – Eduardo Ramos, Diego Bispo e Esdras –, Neto e Zé Carlos estão em ampla vantagem.

———————————————————–

A última grande vitória

No apagar das luzes, Ronaldo Passarinho e Pablo Coimbra, que respondiam pelo Departamento Jurídico do Clube do Remo até dezembro, conseguiram nova grande vitória nas lides trabalhistas. No processo movido pelo lateral Panda, que reclamava do clube a mirabolante quantia de R$ 2,4 milhões, a Justiça do Ceará condenou o Remo a pagar apenas R$ 6 mil. O processo tramitou na Vara do Cariri (CE).

Entre outros feitos como defensor do clube, Ronaldo conseguiu abater os débitos trabalhistas do patamar de R$ 11,1 milhões para pouco mais de R$ 6,5 milhões entre 2011 e 2012, responsabilizando-se pelo pagamento de 123 processos no período. Com a missão mais do que cumprida, prestou contas publicamente e saiu de cena em dezembro, apesar dos insistentes pedidos de dirigentes e conselheiros. Vai fazer falta.

———————————————————-

Bola na Torre

O programa deste domingo começa às 23h50 na RBATV, logo depois do Pânico na Band. Guilherme Guerreiro apresenta, Ramon (Remo) é o convidado. Participações de Tommaso e deste escriba baionense.

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO deste domingo, 20)

8 comentários em “Um carnaval de ilusões

  1. Amigos o caso Ramon reflete bem que pouca coisa mudou nas armações de contratação do BAENÃO, Parece que o técnico já se rendeu às obscuridades da diretoria. Não é por acaso que estamos nessa situação. Mesmo que o time ainda não tenha convencido, estamos confiante que o técnico arrumará este meio de campo. Ele precisa deixar de lado os “esquemas” da diretoria e se ligar exclusivamente no time. Caso contrário será mais um ano de sofrimento. Por outro lado,todos sabemos que a podridão dos esquemas tem seu ícone maior no Santa Cruz de Cuiarana, cujo o Ministério Público não faz nada devido ser um “patrimonio” de um Senador. Triste futebol. Triste Brasil.

    Curtir

  2. Se for verdade essa história dos 30% do Ramom, a desconfiaça é porque quem deu a notícia foi Caxiado, poderá trazer problemas futuros ao Remo, do tipo Arinelson no Paysandu. Não acho o Zé Carlos um goleiro confiável pois chega sempre atrasado nas bolas rasteiras, a única coisa a seu favor é a saida de bola.

    Curtir

  3. Gerson, sobre Armstrong, é bom ressaltar que várias conquistas já haviam sido cassadas. Foi apenas uma confissão de um herói americano em um programa de muito sucesso, de outra grande estrela deles, que inclusive ajudou a eleger Obama. Algo combinado mesmo. Seu castigo maior foi o câncer de testículos, provavelmente causado pelos hormônios utilizados em excesso. Acho que casos assim por outro lado mostram o rigor do controle antidopagem e fazem os maus atletas e treinadores pensarem mais antes de se utilizarem de recursos desse tipo. É o dinheiro corroendo tudo.

    Curtir

  4. Foi pra isso que o Cabeça fez mistério até os acréscimos do segundo tempo sobre sua reeleição, para superar o seu próprio recorde de lambanças. Estou temeroso diante de duas hipóteses, a primeira é de que o Remo fracasse em campo e as já combalidas finanças do clube vão a pique, A segunda, é de que o clube consiga aos trancos e barrancos o acesso à Série C e com isso Cabeça e sua trupe sepultem o sonho das eleições diretas para se perpetuarem no poder.

    Curtir

  5. A história recente mostra que excesso de contratações não dá certo, os resultados quase nunca são os esperados, mas esse ano temos um diferença muito grande se formos comparar com os anos anteriores, esse ano podemos perceber que a maioria das contratações tiveram até um certo critério, que acho válido, como o fato de ter experiencia em acessos, ter jogado em times do NE e com isso não sentiriam tanto a adaptação, além de que a maioria tem menos de 27 anos

    Os critérios melhoraram, mas as ultimas contratações mostram que já andaram pisando na bola novamente, é arriscado, principalmente o caso desse Ramon

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s