27 comentários em “Valotelli: um novo ídolo azulino?

  1. Tem tudo para se consolidar como tal. Todavia, antes será preciso que o time se ajuste, com a meia cancha e os alas funcionando eficientemente. Tomara que este ajuste e esta eficiência realmente venham a acontecer e que não demore.

    Curtir

  2. Realmente tem tudo para ser, mas vamos esperar é muito cedo ainda para afirmar. De todo modo o novo Remo precisa ter novos idolos

    Curtir

  3. Começa como Valotelli, vai se empolgar, se achar craque e vai acabar terminando como Valinada…esse é o problema aqui…o torcedor é muito bobo…

    Curtir

  4. Me preocupa muito esse time do remo, principalmente pela falta de ligação meio ataque ou meio defesa as linhas estão totalmente perdidas, a zaga também não passa confiança, uma vez que conta mais com a incompetência do ataque adversário do que méritos próprios o mas eficiente ainda continua sendo o Carlinhos rech. Como amigo acima disse o divisor de aguas vai ser o re x pa.

    Curtir

  5. Por outro lado, espero que tese do Flavio Araujo sobre a evolução da equipe se confirme, quando disse que a equipe estava 60% e ainda vai evoluir durante o campeonato.

    Curtir

  6. De fato, se tem ouvido a imprensa falar muito bem da zaga, mas a verdade é que o Remo só ainda não levou gols devido à imperícia dos atacantes adversários, em primeiro lugar. E por duas ou três defesas milagrosas do goleiro. Há uma explicação plausível para esta verdade, ou a zaga é limitada e sortuda mesmo?

    Bom, todo muito sabe que vulnerabilidade de uma defesa muita vez decorre de desacertos na marcação que se originam desde o ataque, passando pelos alas, chegando até à meia cancha.

    E o Remo tem estes desacertos.

    Os volantes, por exemplo, ainda não ajustaram o trabalho de proteção à zaga, tampouco o de se apresentar como opção para receber a bola dos zagueiros e iniciar a transição defesa/ataque.

    Junte-se a isso algo que alguém já disse por aqui: ‘parece que não está dando certo o trabalho de armação ser entregue principalmente a um único meia’. É verdade, quando este está bem marcado os volantes não o acham. Aí a bola não é trabalhada e nem retida suficientemente, seja na meia cancha, seja no ataque. Ela vai e muito rapidamente volta.

    Enfim, tudo isso junto favorece à exposição da zaga e às reiteradas ligações diretas, num círculo vicioso. Isso é inegável. Mas, uma coisa também não pode ser negada, qual seja, a de que pelo menos dois destes zagueiros do Remo parece que têm no chutão um dos principais recursos de seu repertório.

    Mas, como já virou jargão para a maioria, ode me incluo, estamos ainda no início da temporada, o remédio é esperar mais um pouco… O tal do Ramon vai estrear e quem sabe o Edilsinho e o Josi que se mostram um pouco frios e instáveis não dobram fogo e o Galhardo não joga nas outras partidas tudo aquilo que o Castilho viu ele jogar na de ontem. Aí o Remo se transforma naquele pegador que o Fenômeno tanto espera. TOMARA!

    Curtir

  7. O Remo joga muito parecido com o Corinthians, fechado na defesa e definindo o jogo em estocadas de contra ataque.
    Destaques para o Zaqueiro Zé Antônio, o volante Tony, Lateral Berg e os atacantes Fábio Paulista e Leandro Cearense

    Na Tuna, faltou o homem Gol, se ficar dependendo de Nene Apeú a águia não vai muito longe nesse campeonato. Destaques para o lateral Léo e meia Mosoró, além do Zagueiro Darlan.

    Curtir

  8. Gerson e Amigos, já deu para tirar algumas conclusões do elenco do Remo após estes dois jogos. E a análise do Antônio foi perfeita.
    A trinca de zaga, muito elogiada, sabe dar o “bote”, mas erra muitos passes na saída de jogo. Além disso, Henrique tem mostrado um futebol bastante aquém de seus companheiros.
    E não temos meio de campo. Como foi dito acima, não há ligação do meio para o ataque, mas ligações diretas da defesa para os atacantes Remistas que, aliás, são muito bons.
    Só acho que devemos conter nossa empolgação, principalmente em relação ao Val Barreto. Ele me lembra muito um atacante, que também passou pelo Remo, chamado Osny. É razoavelmente bom, se bobear ele marca, mas ainda é atleta de segundo tempo. Flávio Araújo estaria jogando no lixo uma excelente estratégia se colocá-lo na titularidade.

    Acho que o time definitivo do Remo, em 3-5-2, vai terminar assim:

    Fabiano; Rech, Zé Antônio e Maurão; Rodrigo Guerra, Jonathan, Nata, Berg e Galhardo; Paulista e Leandro Cearense

    Já o time definitivo do Remo, em 4-4-2, terminaria assim:
    Fabiano; Rech, Zé Antônio, Rogrigo Guerra e Berg; Jonathan, Nata, Galhardo e Ramón, Paulista e Leandro Cearense.

    E um adendo: Estou com muito medo dessa contratação do Ramón. Seu contrato vale por dois anos e a multa recisória beira os 4 milhões. Se o cara fizer corpo mole, ou ainda for um perna de pau, o Remo terá que engoli-lo e pagar (religiosamente) todos os seus salários em dia. Uma recisão contratual significa fechar as portas de vez. Contratação de altíssimo risco.

    Curtir

  9. Tudo bem o Valloteli tá com tudo, recebeu um presentão do zaguero da Tuna, mas o que me impressinou ontem foi Léo, craquaço, é só dar moral ao moleque. Por falar nisso o lateral esquerdo do sub-20 do bicola que jogou a taça SP tem o mesmo estilo do Leo, por que não aproveitá-lo, já que o Pablo joga improvissado e o Brian não é confiável?

    Curtir

  10. O Val Barreto pode ser até um talismã, que seja (não tenho nada contra, ainda mais marcando gols), mas acho que ainda é cedo para pensar na titularidade dele. O Paulista sabe sair da marcação no gingado, o Val Barreto, na velocidade. O Branco deu o passe do gol do Paulista, e não foi um passe trivial, espero que seja a engrenagem do ataque azulino começando a funcionar. Olhando as notícias de que Branco e Paulista é um ataque que funciona, fica ainda mais nítida a deficiência do meio. Quando os alas forem alas e atacarem com tudo, o que pressupõe uma boa saída de bola e meias efetivamente criando jogadas, o ataque deverá a ser o melhor do campeonato, inclusive com artilheiro do Parazão. E ataque que não perde gol não existe, o chato é o ataque que não faz gol.

    Curtir

  11. Tá se repetindo td de tds os anos,muita empolgação cedo demais.Quanto ao centroavante tão endeusado,me lembra muito o Mendonça que passou e fez o gol do do título Papão em 2008 e que golaço,depois acabou .

    Curtir

  12. Manoel, o gol do Mendonça foi mais bonito (inclusive porque a distância foi maior), e o título ainda é, no mínimo, uma incógnita. Mas, o Balotelli, já fez dois.

    Curtir

  13. Tanto o Val Barreto,no Remo,quanto o João Neto,no Papão, podem dar alegrias às torcidas,porém,é aguardar o desenrolar dos fatos.

    Curtir

  14. Eu quero saber a qual inveja se referem tanto alguns azulinos ?

    O Campeonato é tudo ou nada pro Remo,já o Papão,está melhor na foto,apesar de estar aquém,no momento,do que,nós bicolores,realmente queremos.

    Vamos ver no REXPA. Aí,não haverá desculpa pra ninguém.

    Curtir

  15. Re x Pa sempre põe o time perdedor em crise. Ainda é cedo, mas o Val Barreto tem aproveitado muito bem as oportunidades. Creio que deve entrar como titular contra o Cametá.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s