20 comentários em “O passado é uma parada…

  1. A propósito, achei interessante a “caradura” com que a Gaby Amarantos anda dizendo por aí, num programa sobre periferia, que só de uns 10 anos pra cá o Jurunense vem tendo coragem e orgulho de dizer que é jurunense. Pois, sim!

    Curtir

  2. Gerson, eu estava na Doca nessa noite do desfile oficial da prefeitura. Esse senhor (barbudo) erguendo os braços seria João Bosco Moises, presidente da escola jurunense?

    Curtir

  3. Hoje sou evangélico, mas nesse tempo aí meu pai e eu vinhamos de Soure pra assistir o desfile na Doca.

    Eu era Arco-Iris. Não esqueço quando essa escola usou o tema do Marajó e o interprete era nada mais nada menos do que o Dominguinhos do Estácio.

    O mario Couto acabou com essa essa escola que tinha séde no Guamá e Cidade Nova.

    Nesse tempo Belém tinha o 2° carnaval do Brasil.

    E o Quem são Eles era uma pedra no sapato de Rancho e Arco-Iris.

    Hoje pelo que vejo o caranaval de Belém não é nem da série Z.

    *A Rádio Clube tinha um camarada que fazia desde agosto um programa voltado pro carnaval, Orlando Santos se não me engano, que também é Paysandu do pao amarelo.

    Até nisso o carnaval de Belé faliu.

    Curtir

  4. Edson, a foto é de 1982 e a Arco-Iris desfilou pela primeira vez em 1983 será que não estás confundido as escolas?

    Outra coisa: não lembro que Dominguinhos tenha sido em algum desfile o “puxador” da escola do Guamá.

    Lembro que em 83 e 84 o intérprete era Fernando Gogó de Ouro que saiu do Quem São eles para a escola do Guamá.

    Curtir

  5. A Fafá foi interprete do Acadêmico da Pedreira no enrredo sobre a Cabanagem e o desfile foi no sábado sendo a Fafá mostrada com destaque no Fantástico do domingo. O cavaco é do Pedrinho do Cavaco,o cantor é o Dominguinhos, a segunda voz é do Xaxá, o carro som servia a todas as escolas como é ainda até hoje

    Curtir

  6. Hehehe Amigos, eu tambem estava la desfilando na minha escola de coracao na ala da dia Elza, sou tambem jurunense, esse era o refrao so samba enrredo de 1982.
    Hoje vou cantar na passarela / a beleza desta terra / Não posso Me Amofina / Na criação do artista / passando em revista / nossa Belém do Pará. (Rancho-1982) Um dos melhores samba enrredos de todos os tempos do meu querido Rancho, que saudades dessa epoca da decada de 80 os melhores anos de nossas vidas, nos so queriamos ser felizes.

    Curtir

  7. Caro Dorivaldo (comentário 11) o Dominguinho a que vc se refere em seu comentário seria o Dominguinhos do Estácio?

    Faço a pergunta porque você disse que Fafá de Belém era a intérprete do samba.

    Curtir

  8. A Fafá defendeu o samba do Ruy Barata Sonho Cabano pelo Academicos da Pedreira e levantou a avenida sendo inclusive destaque no Fantástico do domingo, o Dominguinhos do Estácio defendia o Samba do Rancho e a Fafá subiu no carro do som na passagem do Dominguinhos que veio logo depois..

    Curtir

  9. EU TINHA 14 ANOS NESSA ÉPOCA E SÓ LEMBRO DO FORMIGUEIRO QUE AS RUAS DO JURUNAS SE TRANSFORMARAM NO DIA DA VITÓRIA DO RANCHO
    FOI UMA COISA INESQUESÍVEL VÊR O POVO JURUNENSE CANTANDO PELAS RUAS DO BAIRRO..
    MORENA BELA OH MORENA VOU TE AMAAR…
    TE PERFUMANDO COM O CHEIRO DO PARÁAA..
    A DANÇA DAS FOLHAS NA CIDADE DA MANGUEIRA
    VENTO BATEU E A MANGUEIRA BALANÇOOU DE FOLHAS SECAS A AVENIDA SE ENFEITOU..
    NAQUELA ÉPOCA O DESFILE TINHA UM SHOW A PARTE.
    ERA O SAMBA NO PÉ DOS PASSISTAS COM AS MULATAS E A BATERIA…ESSE ESPETÁCULO QUE DEVERIA VOLTAR NOS CARNAVAIS ATUAIS HJ DESCARACTERIZADO PELAS COREOGRAFIAS BOIOLISTICAS…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s