Congresso Estadual dos Jornalistas começa hoje

O VIII Congresso Estadual dos Jornalistas, promovido pelo Sindicato dos Jornalistas do Estado do Pará (Sinjor-PA), começa nesta quinta-feira, 30/08, com abertura no Palácio Antônio Lemos, às 19h. Com a presença do presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Celso Schroder, e da presidente do Sinjor, Sheila Faro, acontece a entrega do I Prêmio Belém de Jornalismo. Sob o tema “Os desafios do jornalismo e sua contribuição para o desenvolvimento sustentável na região Amazônica”, o congresso contará com oficinas, debates e palestras na sexta-feira, 31, e no sábado e domingo, 1 e 2, no auditório do Sindicato dos Urbanitários.

O congresso começa com a premiação dos jornalistas autores de matérias veiculadas na imprensa brasileira sobre saúde, meio ambiente, educação, economia, infraestrutura e direitos humanos no município de Belém. O I Prêmio Belém de Jornalismo ofereceu premiações nas categorias radiojornalismo, jornalismo impresso, telejornalismo, webjornalismo, fotojornalismo e destaque acadêmico. Os vencedores serão conhecidos somente na solenidade de abertura. Ao final da premiação, haverá um coquetel.

A programação continuará na sexta-feira, 31, às 9h, com o I Seminário Estadual de Jornalismo Científico, promovido pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), com a participação do jornalista Gerson Nogueira, diretor de Redação do DIÁRIO. Às 14h, inicia o congresso propriamente dito, com os painéis “O Jornalismo, o meio ambiente e o desenvolvimento sustentável na Região Amazônica”, tendo como expositores os jornalistas Leandro Fortes, Alexandre dos Santos e Felipe Milanez, do Globo Universidade, sob mediação da jornalista Enize Vidigal; e “Meio ambiente na pauta jornalística, quem se interessa?”, com Cilene Vitor e Osmar Pancera, da Rádio Margarida, sob moderação do jornalista Emanuel Villaça.

No sábado, 1, a partir das 9h, acontecem as oficinas “Cobertura jornalística sobre o risco de desastre”, com a jornalista Cilene Victor, e “Ferramentas digitais: a tecnologia sustentável ao seu alcance”, com o jornalista Rodrigo Capella. Seguidas dos painéis: “Estratégias de enfrentamento da crise ambiental na região Amazônica”, com os palestrantes Guilherme Carvalho (Fase), João Meireles (Instituto Peabiru) e Patrícia Gonçalves (No Olhar), sob a mediação de Kelem Cabral; e “Jornalismo ambiental na academia”, com os representantes dos cursos de Jornalismo de universidades e faculdades do Pará sob a mediação do jornalista Jota Ninos. E, no domingo, 2, haverá a sistematização das teses e moções e a plenária final, encerrando com a leitura da Carta de Belém.

Inscrições – Até o início do congresso, jornalistas sindicalizados pagam R$ 80,00; jornalistas não sindicalizados, R$ 120,00; estudantes, R$ 50,00; e ouvintes, R$ 150,00. O valor deve ser depositado na conta do Sinjor-PA: Agência 4451-2 do Banco do Brasil, conta 56681-0.

Deixe uma resposta