Guardiola no comando da Seleção Brasileira?

Pep Guardiola na Seleção Brasileira? Pelo menos para o jornal Sport, de Madri, é o que deve ocorrer nas próximas horas. Matéria publicada nesta terça-feira revela que o ex-técnico do Barcelona é o preferido da CBF para assumir a Seleção em substituição a Mano Menezes. O diário espanhol informa ainda que Mano só não foi demitido após a derrota para o México na final olímpica porque teria que comandar o Brasil no amistoso contra a Suécia. A conferir.

26 comentários em “Guardiola no comando da Seleção Brasileira?

  1. Seria uma verdadeira Dádiva dos Céus! Em que pese minhas dúvidas, com relação ao material humano que ele herdaria… Bem diferente da brilhante geração que ele comandou na Catalunha!

  2. Há tempos que os técnicos brasileiros não conseguem se reinventar. Os dois maiores do país são conhecidos pela retranca, então que venha um que tenha uma cabeça mais aberta e mais conectada com o espírito brasileiro de jogar. Precisamos de inovação.

  3. Caro Edson,

    Também sou um fã do meu conterrâneo Felipão, mas você não concorda comigo que nosso país carece de renovação??? Pegue em retrospecto os últimos 15, 20 anos… São os mesmos nomes girando de um clube para o outro, pulando de galho em galho…. Luxemburgo, Joel Santana, Cuca, Muricy…

    Penso, no que diz respeito a treinadores, que hoje o futebol vive a mesma situação do basquete. Precisa de novas idéias, de outra mentalidade, de outra postura de trabalho, de nova ética profissional.

    E creio sim, piamente, que Guardiola poderia ser o responsável por esse passo a frente no cenário futebolístico nacional.

    Abraço!

  4. Com o material humano disponível, duvido que dê certo! Ademais, o tempo também é exíguo, máxime porque a agenda de jogos e treinamentos é bem limitada. Sem contar a obrigação de convocar certos e determinados jogadores por conta do patrocinadores. Sim, a possibilidade de êxito é algo remota.

    Todavia, por que não??? Ora, seria uma tentativa de deixar o marasmo que já resta instalado há quase dez anos. Depois, se também não desse certo (como não deu com vários e diversos brasileiros) serviria ao menos para que víssemos como se comportariam, um diante do outro, o Guardiola e a nossa crônica pretensamente especializada.

    1. Amigo Antonio e demais baluartes, nunca se quebrou essa tradição no futebol brasileiro, talvez seja mesmo o último bastião a ser derrubado. Acho interessante a escolha de um técnico com o perfil de Guardiola, embora não tenha tanta certeza assim de seu êxito. Mas, sem dúvida, seria uma inovação interessante.

  5. Tem coisas que me deixa com um olho na missa e outro no padre caro Israel.

    Só temos 2 anos p/ a copa do Brasil.
    A reação de atletas brasileiros p/ essa novidade.
    E o fato do Guardiola estar parado.

    Mas é claro que que se ele for escolhido, eu como bom brasileiro, torcedor da Seleção vou torcer sempre para que dê certo.

  6. Sinceramente, mas penso Gerson e amigos, que, de tanta vergonha, os grandes técnicos brasileiros iriam, a partir daí, se atualizarem um pouco mais. Apesar disso, ainda vejo em Luxa e Felipão, as duas soluções, aqui no Brasil, para a nossa Seleção. Seria interessante se o Guardiola viesse, com 4 anos de preparação para a Copa, mas terá, menos de 2 anos e, esse pouco tempo poderá ser fatal.

    É a minha opinião.

  7. Recapitulando os últimos técnicos da seleção: Mano Menezes e Dunga
    Poderia não dar certo, mas sem dúvida o Guardiola é melhor que os dois juntos.

  8. O Melhor treinador do Brasil chama-se Wanderley Luxemburgo.na minha opinião deveria ser ele o comandante do escrete canarinho para a copa de 2014.

  9. Qualquer um que assumir, caso se confirme a demissao do Mano, não terá tempo para preparar a SB..Aí, a desculpa vai ser que o tempo foi curto…é melhor deixar o mano entao..he he he ….

  10. Interessante mas arriscado. Muito beicinho de todos os lados. Lambada da imprensa ao primeiro tropeço, dirigentes e técnicos invejosos a secar etc. Que tal começar por um clube ou pegar a seleção depois da Copa?

  11. Ah se for verdade.Seria muito bom.Nossos técnicos pecam e deslizam na mesmice e transformaram os volantes com marcação animalesca e passes defeituosos em “gênios”.O escriba inclusive há bem pouco tempo escreveu divinamente sobre isso.Nossos melhores técnicos são retranqueiros e Luxemburgo quando se transformou em MANAGER deixou de ser diferenciado.Que venha um defensor do futebol-arte, da saida de bola com qualidade, do time que sabe marcar e atacar.Material humano temos sim.Falta à Neymar, Ganso, Pato, L.Damião, Tiago Silva, Marcelo,Ramires,e outros um técnico que saiba reconhecer talentos.Mano q convoca os ” Sandros” da vida só perdeu tempo.

  12. Uma tremenda falta de bom senso. Felipão, Luxa e Murici conhecem nosso futebol, mesmo com muitos dos ( mercenarios ) atletas, atraidos pelos dolares, jogando fora, conhecem a importancia cultural para nós. Seria decretar o eurocentrismo no futebol tupiniquim. Idéia ridícula.

  13. Não há mais espaço para etnocentrismo, nem para sentimentos que indiquem a manutenção das bandeiras delimitando quintais.Mundo é globalizado.Em breve haverá um super-estado transnacional.Globalização é excelente.Seedorf é um belo exemplo.Que venha Guardiola.Seria muito bom vê-lo à beira DO GRAMADO com motivos brasileiros na roupa /agasalho e torcendo, vibrando, orientando o time com sotaque e vencendo:Abaixo a mesmice!

  14. Nenhum técnico vai conseguir armar a seleção do Brasil, se não tiver tempo,e isso fica cada vez mas dificil devido esse calendário brasileiro que não deixa nem os clubes se estruturarem direito antes das competições.Essa ideia de trazer treinador de fora do país é no minimo incoerência da CBF. Oque os treinadores brasileiros precisam é parar de ser retranqueiros,e convocar os melhores que temos,pois o Brasil tem uma centena de craques por ai a fora,basta ter coragem e não montar esquemas defensivos.O futebol brasileiro não pode se apequenar diante de nenhum adversário porque isso só nos traz decepções como a que aconteceu nas olimpiadas de Londres.

  15. Parece que estamos sendo xenofobos, ele e amante do futebol arte total se inspirou na selecao to Tele de 82, talvez seja a solucao para resgatarmos nossa selecao e nossa alta estima, pois do jeito que ta nao da pra ficar.

  16. Como disse o Edson Amaral, espero que essa notícia seja apenas sarro ou sensacionalismo barato, porque na minha opinião seria definitivamente o fim do nosso futebol. E para quem é afavor que Gardiola ou outro técnico estrangeiro seja treinador de nossa seleção, inclusive nosso bom escriba Gerson Nogueira, é bom deixar claro que o problema crônico que se instalou no nosso futebol não é a falta de bons técnicos e jogadores selecionáveis porque isso temos de sobra, mas sim a falta de criteriosa PREPARAÇÃO e SELEÇÃO destes profissionais que já não vemos ha bastante tempo. Quem nunca ouviu no dia a dia de seu trabalho aquela frase popular: “Tem de haver seleção” dita como ironia criticar maus profissionais??? Trazendo essa frase para o futebol da nossa Seleção Canarinho, observamos que ha muito tempo o critério para contratação de treinadores e a convocação de jogadores para a Seleção Brasileira é o interesse financeiro de empresários de jogadores de treinadores e dirigentes salafrários que imperam no nosso futebol. O critério da técnica dos jogadores e do conhecimento do assunto futebol por parte do treinador ja foi extinto desde a era Telê. Nesse aspecto, nem Gardiola com toda o seu conhecimento somado ao conhecimento do saudoso Mestre Telê, um dos melhores treinadores do Brasil, e do também saudoso Holandês Rinus Michels, um dos melhores treinadores do futebol mundial, daria jeito na seleção. Hoje um treinador para a seleção é contratado por politicagem e os jogadores convocados por ele através de interesses financeiros( é so lembrar o escândalo W Luxemburgo, o qual ganhava alta comissão por cada jogador convocado quando treinava a seleção) ou seja quando Luxa era treinador, o que menos interessava era se o jogador era craque e estava preparado para a seleção, bastava que ele ou seu empresário aceitasse deixar para o Luxa parte da “ponta” que ganharia na seleção, que a convocação estava garantida. Dessa forma, pelas figuras ou dublê craques que tem sido convocados pera a selação, da para crer que isso persiste até hoje. Não dá para engolir jogadores convocados para seleção os quais eu sinceramente não queria como titulares do meu time, imagine na seleção? Em relação a preparação dos convocados a coisa é pior ainda. Enquanto tem seleção que se prepara anos e anos apar disputar uma competição importante( exemplo o México) nos so sabemos que existe seleção brasileira às vésperas de uma partida ou competição. Os “”craques convocados” vão se preparar longe do Centro de treinamento e bem perto de salões de beleza e dos holofotes da midia. Na vespera das comepetições se apresentam para jogar. Assim nunca pode dar certo.

  17. ÉÉÉÉGGGUUUUUAAAAAA MANOS!!!!

    Isso é que é notícia bôa, mesmo que ainda em nível especulativo.
    Interessante, é que o Guardiola copiou dos brasileiros, o jeito alegre e descontraído de jogar futebol, enquanto que os técnicos brasileiros, adotaram a escola européia do futebol de esquema tático engessado, se der prá fazer meio golzinho faz, mas, o intererssante é não tomá-los; deu no que deu, aí está o fiel retrato do futebol brasileiro da atualidade, estampado nessa decadente seleção que se apresentou em Londres; e ainda tem torcedor que é contra a renovação????
    Bem vindo Guardiola, Chega!!!! de Coutinhos, Parreiras, Zagalos, Lazaronis, Felipões, Luxemburgos, Muricís e toda sorte de retranqueiros em atividade no Brasil.

  18. Meu caro remista Jaime fiquei simpatizado com o Gatuso uma vez quando ele disse que a Itália não era Senegal, Iraque etc, p/ que viesse aceitar que o Thiago Motta viesse se naturalizar italiano só p/ defender a Azurra, mas é claro ele foi voto vencido, pois o TM está jogando por eles.

    Este negocio de xenofobia pelo menos pra mim não se aplica, mas acho que ainda não estamos no fundo do poço pra aceitarmos que um tecnico estrangeiro venha nos dirigir.
    Já não basta essa invasão de atletas nos nossos clubes?

    Por outro lado o amigo Silas não pode esquecer que dos treinadores citados por vc, 3 foram campeões do mundo.

    O Brasil tem 2 anos pra se preparar, até lá serão só amistosos, copa América e copa das confederações, ou seja estamos garantidos na copa, não precisa desespero a tal ponto de trazer por horrores de dinheiro um treinador de fora ( se bem que esse é um problema que inexiste pra CBF ).

    É só tirar o mano que já mostrou que é incompetente p/ o cargo e chamar um tecnico experiente, que já conhece o assunto, que aparentemente não é dominado por empresários.
    E esse cara chama-se Felipão.

    Jeferson, Marcelo, Thiágo, Dedé e Daniel Alves.
    Arouca, Ramirez, Ganso e Lucas. Neymar e Damião.

    Fora o universo de atletas que temos. Parafraseando o amigo Claudio, na mão de um bom tecnico, não precisa de choro e nem ranger de dentes.
    Não estamos como defendeu o Gatuso no nível de Senegal e Iraque ainda, e nunca vamos ficar.

  19. Apesar de achar que muitos bairristas iriam contra tal situação, preferindo os cansados Luxemburgo, Felipão e outros retranqueiros do Brasil, começo a achar que a vinda do Guardiola, possa ser o ressurgimento do futebol arte brasileiro, que há muito tempo foi perdido.

  20. Vale lembrar que a nossa seleção brasileira de basquetebol, é treinada por um argentino…Temos que acabar com o bairrismo e o conservacionismo que ainda impera em nosso país.
    Se os nossos jogadores e técnicos servem para clubes e seleções de outros países, por que, os jogadores e técnicos estrangeiros não podem servir para os nossos clubes, ou ate mesmo para a nossa seleção???? Como eu queria ver o Petkovic ex-Flamengo, vestindo a camisa da nossa seleção brasileira, sei que isso soa como um devaneio, mais pelo futebol e pelas demonstrações de amor ao nosso país, o Sérvio merecia um oportunidade nem que fosse em um amistoso no fundo do quintal da minha casa com a camisa amarelinha.

Deixe uma resposta