Escrete baionense se impõe ao Papão B

Com o estádio municipal lotado, a seleção de Baião empatou em 0 a 0 na tarde desta terça-feira com o time sub-20 do Paissandu. O amistoso fez parte das festividades do padroeiro da cidade, Santo Antonio. O jogo foi equilibrado e a equipe baionense chegou a marcar um gol no primeiro tempo, anulado pela arbitragem. Sob o comando de Careca, o Papãozinho não conseguiu se impor aos donos da casa.

Eu avisei que o esquema “carrossel holandês” podia parar o Barcelona B.

32 comentários em “Escrete baionense se impõe ao Papão B

  1. Hahahahaha… “Carrosel Holandês”, “Barcelona B”… e o “Catenaccio”, quem melhor se esmerou na estratégia italiana Gerson?

    1. O placar não reflete as oportunidades criadas de parte a parte, amigo Daniel. E a seleção baionense ainda foi garfada pela arbitragem, segundo os companheiros da Rádio Clube que cobriram a pugna.

    1. Se é melhor que o esquadrão de Periçá, não sei dizer, mas seguramente não perde hoje para nenhum dos times de Belém. O empate com o Papãozinho/Barcelona B é prova evidente disso rsss.

      1. Não fiz distinção, camarada…rss tou afirmando que o escrete de Baião não perde pra ninguém hoje, seja A, B ou Y. Pisou lá, leva cacete.

  2. Ei Gerson, eu acho que se a seleção de Baião jogar sem os dois zagueiros, com apenas 9 jogadores em campo e bem capaz de também golear o Remo. Coitadinho deles! To com uma pena dele….huuuuuuuuuuu

  3. Vamos ver André. Me lembrei daquele papo de arrogante quando o eliminado psc, só podia ficar secando. Mas é assim, arrogante são sempre os outros. Na verdade, quando uma vitória dessas surge é que vemos quem são os boçais do Pará.

  4. “Papãozinho/Barcelona B”: Hahahahah… olha Gerson, mais uma tirada dessas vai ter arquibaldo acreditando hein!?

    Diogo Silva,

    Rrsrsrsrsr… vai ver que o treinador do selecionado baionense não é local mesmo. Segurou até o “Barceolna B” e segundo o Gerson o time do Baixo Tocantins foi até garfado.

    Pessoal anda inspirado nas tiradas por aqui… rsrsrsrs

    1. Amigo Daniel, o técnico baionense é nativo mesmo e parece ter aplicado um nó tático no bom Careca. Logo darei mais informações sobre o comandante de nosso carrossel holandês.

  5. Holanda 0x2 Alemanha, 10 min do segundo tempo. Zaga holandesa mais perdida do que cachorro em dia de mudança, um verdadeiro paneiro. Só não é pior do que a do Remo no jogo de domingo…

  6. Caros Agenor Silva e JmSiqueira, não me importa se o Paysandu ficou sem vencer o Remo por 33, 200, 1,000 jogos, o que importa e o momento, o hoje, o presente e que o Remo só e vexame frente ao PAYSANDU. Eu não estou nenhum pouco sendo arrogante, muito menos presunçoso como os demais colegas, que antes do primeiro Re-Pa do ano, Já davam como certa a vitória azulina encima do meu Paysandu.
    Mais se os caros colegas não gostam de zoação, frequentem os chats da UOL, lá tem muitas salas de (bate-papo) para todos os tipos de gostos e opções sexuais. Te dizer! Mais vocês só gostam de falar, encarnar, sacanear, mais quanto acontece o contrário vocês ficam descontrolados né?

  7. O grande problema do azulinos daqui do blogue, é que os mesmos gostam fala o que pensam, de sacanear os outros, de zoar o clube adversário, mais só esquecem de um detalhe! Nada e para sempre e, sempre haverá a volta, ou seja, quem fala o que quer, ouve sempre o que não quer.

  8. Olha Gerson,eu já desconfiava que eras anti- Paysandú,mas não tinha total certeza. Agora, com essa amigo,não resta a menor dúvida.Não dispensas nem o time sub 20 do Papão ! Deus te perdoe !

    1. Deixa de melindres, Rosa de Saron. Não fica bem para um cabra paraense ficar com esses fricotes. A nota tem óbvio tom descontraído, que somente os desprovidos de senso de humor ignoram. Mas, caso prefira, siga pensando desse jeito, não há problema.

    1. Bem, contra o time principal do Roberval Davino teríamos que adotar um sistema mais no gênero ferrolho pra segurar a onda, camarada.

  9. Aí Gerson, que bicho te ferrou, ou será que a derrota de 3×0 te deixou assim revoltado ? Eu hem ! Rosa de Saron,,esse forte e tradicional nome,é da abençoada Razão Social da minha empresa de representações e que sempre me deu muita sorte,graças a Deus. Mesmo tecendo relevantes elogios a sua inteligência e lúcido discernimento, deparo-me nesse momento com você,com um linguajá diferente. Fricotes etc. Tá me fazendo lembrar um nome,da própria..emissora(Paulo Fernandes) que não aceita criticas,mas gosta de criticar. Só que, é bem de longe,já que a comunicação e a a postura são bem diferentes..Ainda sou muito mais você. A vida continua .

    1. Respeito pede respeito, meu caro Manoel. Não pretendi ofendê-lo ao citar o nome que usa no e-mail, até por achar que o utiliza normalmente. Respondi com humor a uma provocação sua. De todo modo, se entendeu como ofensivo, peço desculpas.

  10. Gerson, falando em times sub-20, lembrei que a FPF paralisou o campeonato (ou iria), para que todos os jogadores fizessem exames. Mais uma do amadorismo que impregina a todos os cartolas, dos clubes e da FPF, que, se fosse competente deveria ter exigido os devidos exames antes do início da competição. Mas não, teve de morrer um jogador para virem paralisar o campeonato para que os exames sejam feito. Vou te contar, é muito amadorismo !!

  11. Acho que o MMA é o substituto dos duelos de espadachim, depois bacamartes e revolver para decidir esse duelo iniciado com o a luva de pelica do bardo baionense rossada na face do empresário com inspiração biblica. Antigamente eu sugeriria umas “lamparinadas” num botecos desses mas depois de “uma certa idade” quando as recusas a esse desafio obedecem recomendações médicas, só mesmo uma boa porrada lava honra ofendida. Que vence o melhor e; AO COMBATE!

Deixe uma resposta