Messi x Neymar

Por Gerson Nogueira

Trazemos no sangue o impulso pela comparação, mas é precipitado comparar Neymar a Messi. Não que isso sirva de atenuante para o jovem brasileiro, que é bom e vai evoluir muito ainda. O erro está na pressa em fazer de Neymar o supercraque que ele ainda não é e, para isso, rebaixar as qualidades óbvias que Messi possui. O melhor a fazer é usufruir, aproveitar o que ambos têm a oferecer para a beleza do jogo. No futebol, como na vida, o tempo passa rápido. Garotos hoje, homens amanhã, senhores depois de amanhã. Messi já é craque maduro, Neymar ainda caminha para isso. Messi ainda vai ser melhor do que é hoje, como Pelé foi aos 28 anos. Neymar será bem mais do que já mostrou e terá muita estrada a percorrer. Bem afortunados são os argentinos, por terem Messi para festejar. Bem aventurados somos nós, pois depois da excepcional geração de Romários e Ronaldos conseguimos arranjar logo alguém para aplaudir – e esperar.

12 comentários em “Messi x Neymar

  1. Messi é o melhor do mundo e acho que pode superar Maradona. O último gol me lembrou o que o Diego fez contra os ingleses em 86. Ouso dizer que se a Argentina tiver um time razoável e o Messi na forma atual, será campeão do mundo em 2014 com um pé nas costas. Por outro lado, o time brasileiro não foi mal, o time é olímpico (se contar jeferson, Daniel Alves, Dedé, Tiago Silva, Ramires etc.) e não tem o Ganso, e a Argentina era o principal. Acho que o mano ganhou sobrevida e só cairá no caso de um desastre olímpico (não falo nem em medalha). Quanto ao Neymar, é craque no Brasil e um bom jogador frente os gringos. Quando decidir um jogo para o Brasil, como o Messi faz para a Argentina, será elevado ao padrão de craque.

  2. Verdade Claudio!

    Agora acho que já cabe uma grande duvida na cabeça do mano, e é em relação ao Oscar, é muito bom jogador, e o Ganso já não é unanimidade,.
    Quem será nosso camisa 10? Eu ainda aposto no Ganso, mas agora o paraense ganhou uma baita sombra.

    Volto a dizer o Rafael não é goleiro de Seleção, já não gosto dele no meu peixe, na Seleção então, piorou.
    No 4° do gol argentino, ele deveria saber que o Messi ia arriscar de longe e por isso não deveria ficar tão adiantado.

    Esse Juan não presta, já pode ir, o Bruno merece uma nova chance.

  3. Re-Pa talvez tenha público de no maxímo 20 mil pagantes.

    Os desordeiros estão usando entulhos da obra do BRT e virando o bicho na Almirante Barroso, até quando?

    Magrão pensando em acionar o papão na justiça, te dizer, depois dessa vou dar mais atenção pro meu cachorro.

    Atletico do Ronaldinho venceu o porco por 1X0.

    1. Ouvi relato de repórteres da Rádio Clube sobre briga de gangues na Almirante Barroso e Augusto Montenegro. É de lascar. Enquanto esses bandidos usam o futebol como desculpa para assaltar, agredir e matar, os verdadeiros torcedores fogem dos estádios.

  4. Te dizer! A coluna está excelente, mais a verdade precisa ser dita! Não da para esperar muita coisa do Neymar contra adversários de qualidade. O mesmo comprovou que não tem o mesmo poder de definição que tem quando veste a camisa do Santos.
    Será se ele só está preparado para adversários sul-americanos? Ou então para adversários brasileiros? O certo e, ele deveria ter ido jogar na Europa, para aprender como se deve se comportar contra adversários duros na marcação.
    O Messi, comprovou que e o melhor do mundo, além de ter mostrado a todos os seus SECADORES que sabe definir um jogo com a camisa Argentina, assim como faz quando veste a camisa do Barcelona. Só para lembrar os secadores, com os três gols que marcou ontem, já são 5 gols feitos encima da seleção brasileira.

  5. Quanto ao Rafael, ele só está no arco verde-amarelo, porque tem idade olímpica; na principal, o Jeferson é titular.

  6. Como diz o Jim Rohn, no que ele chama do grande axioma da vida: “Para ter mais amanhã, você precisa ser mais do que é hoje.”

Deixe uma resposta