Radialista paranaense provoca torcida bicolor

O homem resolveu comprar a briga com a Fiel bicolor. Dorival Chrispim, que é radialista, jornalista e apresentador da TV Transamérica, de Curitiba, voltou a provocar a torcida do Paissandu. Depois do episódio do jogo contra o Coritiba (no dia 25 de abril), no Couto Pereira, em que questionou o meia Harisson, por ter dito que o Papão tinha mais torcedores que o Coxa, reaparece em defesa do Clube do Remo. Em seu programa Espaço Esportivo desta terça-feira, Chrispim afirmou que a torcida do Paissandu tem mais é que “tirar onda”, pois para um time eliminado do Estadual e da Copa do Brasil não resta mais nada a fazer. Diz que acredita no Remo e que o time vai reverter o resultado contra o Cametá no próximo domingo.
Mais que isso, Chrispim acusou a diretoria do Paissandu e parte da imprensa esportiva paraense de criarem mentiras e distorcerem suas declarações ao meio Harisson. Tudo isso, segundo ele, apenas para promover o jogo e lotar o Mangueirão no jogo de volta contra o Coritiba. “Esta mobilização deveria ser feita por parte do torcedor para cobrar da diretoria do Paissandu, que se esconde atrás de mentiras para mascarar esse lamentavel clube”, disse Chrispim. Ainda no programa, ele se declarou torcedor do Remo desde “criancinha”.

27 comentários em “Radialista paranaense provoca torcida bicolor

  1. Já tinha conhecimento dessa matéria por meio de um video postado em outro blog.
    Até fui acusado, justamente por morar no Paraná, de ter enviado a camisa do Remo ao jornalista. Até parece que sou o único remista por aqui. Cerca de 450 km distante de Curitiba, iria me abalar até lá para presentear alguém que nunca vi na vida, ainda mais com uma camisa do tempo da Amazônia Celular.
    Mas, apesar de provocativo, o radialista não está longe da verdade.
    E parabéns pelo bom gosto.

  2. Alguém sabe se esse idiota que come chuchu e arrota peru, como é característico do Curitibano, tem e-mail ou twitter?

  3. O pior é que o cara tem razão. Vi a entrevista do Harison e não vi nada demais na postura do entrevistador. Achei um absurdo a imprensa paraense incitar o público contra o profissional paranaense.

  4. Esse babaca não tirou onda com a torcida do papão, mas do norte do brasil, desdenhando das torcidas e dos clubes de cá. Pensou: lá no C do mundo não deve ter time ou torcida que preste como aqui no nosso sul maravilha.
    É mais um sulistas metido e preconceituoso (não que todos sejam).
    agora ele tenta atrair parte dos paraenses pro seu lado se escorando na torcida do remo.
    mas eu duvido que os remistas entrem nesse papinho furado desse fdp. só uma meia duzia de remistas babacas, xiitas, entram na onda desse otário.
    O torcida do Leão, com certeza não apoiará o ranço preconceituoso desse fdp contra os paraenses.
    queria era ver ele meter os pés aqui nos estádios do pará, no meio da torcida então…

  5. É agora Gerson, a nossa imprensa vai deixar isso ficar barato???

    Tem que encurtar os espaços com esse CABEÇA DE BOI! Ate no Paraná, o maior do NORTE tem desafetos, como se já não bastace alguns que andam meio perdidos por lá…

  6. Já estive em Curitiba pra um concurso, de passagem é verdade, mas penso que é um povo muito mais bairrista e arrogante do que o paulistano, por exemplo, de quem se costuma falar mal. Por isso que digo, esse negócio de remista e bicolor torcerem juntos pelo Pará com raras exceções é hipocrisia pura, não entro nessa. Agora, apoiar um fresco paranaense passa dos limites da rivalidade.

  7. Falando do clube do Remo, ao que parece o time azulino está meio encrencado para o jogo decisivo deste domingo. Além de não poder contar com bom meia REIS e Jhonatan, o time “provavelmente” terá um problema ainda maior, não poderá contar com o meia Magnun, caso este seja julgado e condenado por causa daquela confusão generalizada que aconteceu contra Águia de Marabá.
    Caso se consume a punição, o Remo irá para o jogo decisivo apenas com o Betinho na criação das jogadas, o que e muito pouco para um time que precisa marcar dois gols, e não levar nenhum. Ate porque, o Betinho não vem atravessando uma fase muito boa, logo no momento crucial, o time irá depender de um jogador em má fase.

    Ao que parece, o clube do Remo irá novemente tirar férias forçadas, qualquer coisa amigos azulinos, a CVC está com ótimos pacotes de viagem! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  8. E-U-T-Ô-C-A-G-A-N-D-O-P-R-O-Q-U-E-E-S-S-E-B-A-B-A-C-A-T-A-F-A-L-A-N-D-O!
    O -C-A-R-A-Q-U-E-R-É-I-B-O-P-E-M-A-S-E-U-É-Q-U-E–N-Ã-O-V-O-U-D-A-R!

  9. “… apenas para promover o jogo e lotar o Mangueirão no jogo de volta contra o Coritiba.”

    Só alguém distante mesmo para dizer aquilo que a mídia faz questão de deixar de lado, para não magoar nem este nem aquele. É bom que se diga que a desclassificação do Psc já estava decidida nos 4 a 1 de Curitiba. Somente um factóide como esse da entrevista do Harison e o ingresso a 10 reais para dar o público que deu. A mídia, fazendo média, deu curso ao assunto.

  10. Ei, Gerson, e vamu q vamu pros 3 milhões? Beleza, mano velho baionense!!! Quanto à polêmica aí do curitibano, nem vou entrar muito pra não causar desconfortos gerais. “Só te digo, vai”: tenho amigos curitibanos que torcem pelo papãozinho… tudo bem, qual o problema desse cara torcer pelo Leão? Agora, claro que ele quer é ibope (ele é radialista, né?…) mas que a mídia daqui usou o cara pra chamar a fiel pro Mangueirão, isso a mídia daqui fez. Tudo bem, qual é o problema? O bom é que nossas torcidas são fenomenais!! A Fenômeno Azul, então, é uma Glória!!!! LEEÃÃOOOO!!!

    1. Vamos bater a casa dos 3 milhões no segundo semestre, meu grande camarada Gondim.. tudo isso, claro, com o apoio de baluartes como você.

Deixe uma resposta