Coluna: O brilho da jovem estrela

Neymar, ao longo da semana, foi incluído entre os 50 melhores do mundo, na pré-seleção de jogadores habilitados ao prêmio máximo da Fifa. No sábado à tarde, mostrou que já merece distinção maior. Marcou cinco vezes (um não valeu) contra o Atlético-PR no clássico jogo de um homem só. Sem susto, pode-se dizer que o santista está hoje entre os cinco melhores do planeta – os outros seriam Messi, Iniesta, Cristiano Ronaldo e Reuben (ou Ibrahimovic). Ainda assim, há quem torça o nariz para o jovem atacante. A mais comum das críticas é a fama de cai-cai, estigma que já sepultou carreiras promissoras, como a do rubro-negro Sávio.
Franzino, Neymar raras vezes leva a melhor no choque com defensores adversários. Abusado, não foge da marcação e por isso sofre muitas faltas. Ocorre, porém, que quando está com a bola nos pés transforma lances banais em grandes acontecimentos para apreciadores de bom futebol, e isso é o que realmente interessa.
A evolução natural de seu jogo deve levá-lo em pouco tempo à lista de três finalistas da premiação da Fifa, talvez em dois ou três anos. Como é muito jovem, precisa acrescentar ao arsenal de dribles a consciência tática que ainda não tem. Aprenderá também a encurtar espaços, evitando o desgaste excessivo.
No Santos, Neymar é uma andorinha solitária e decisiva. Tem as regalias naturais de um rei, mas precisa estender isso ao resto do mundo e a ocasião propícia está chegando. O esperado confronto com o Barcelona, no Mundial de Clubes, será seu teste de fogo.
A limitação imposta pelo time do Santos, que é apenas mediano, não impediu a explosão de Neymar. Cercado de parceiros aplicados, mas limitados, consegue operar milagres. Quando Paulo Henrique Ganso estava em forma, o jovem regente tinha um companheiro à altura para dialogar em campo. Atualmente, só pode contar com coadjuvantes esforçados. 
Sua provável transferência para o futebol europeu introduzirá outro componente: o condicionamento atlético. Nenhum grande time do Velho Continente confia em magrelos como Neymar. Por isso, o moleque deverá ser submetido a uma preparação rigorosa, como foi feito com Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho e o próprio Messi.
A dúvida é se a flexibilidade natural para os dribles sobreviverá ao processo. Neymar ficará apto a encarar lances mais brutos, porém sem a mesma velocidade de hoje. Transformações são inevitáveis, mas não podem apagar a fagulha que diferencia o craque dos simples mortais. 
 
 
De um café da manhã entre Luiz Omar, Andrade, Antonio Louro e Lecheva, marcado para hoje, sairá a sentença quanto a dispensas no Paissandu. Alexandre Carioca, Rodrigo Pontes, Vagner, Salomón e Rubio são os nomes mais prováveis. Mas até ex-intocáveis, como Sandro, podem entrar na barca. Tudo em nome do projeto de pacificação da Curuzu.  

 
No Souza, a matinal de futebol é sempre festiva. Ontem, porém, o jogo entre Tuna e Ananindeua foi marcado por jogadas ríspidas e até agressões. Quase todo o primeiro tempo foi dedicado a um UFC fora de lugar. Tudo sob a complacente visão da arbitragem. A pobreza técnica da partida só foi atenuada pelo lance do penal perdido por Felipe Mamão e pelo gol do zagueiro Cristovão, que surpreendeu a extenuada zaga do Ananindeua e tocou na saída do goleiro André Luiz. Um lance de categoria que poderia ser assinado por um atacante.

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta segunda-feira, 31)

6 comentários em “Coluna: O brilho da jovem estrela

  1. Pra mim Neymar e o melhor do mundo,tem mais técnica do que Messi.Já no Paysandu esse negocio de dispensas nesse momento só atrapalha o ambiente que já nao esta bom.Sandro ao meu ver nao e nenhum
    Mercenário como todos da imprensa dizem,se for dispensado será um grande erro poucos clubes do Brasil possuem um jogador da qualidade do Sandro.

    Curtir

  2. Gerson,

    Seu comentário sobre Neymar é irretocável, com a exceção de um detalhe: o tratamento para encorpar não necessariamente tirará tanto de sua agilidade. Vale lembrar o Ronaldo, que parecia um galeto no Cruzeiro e que encorpou na Itália, mas sem perder a geniaidade ou a habilidade. Abraço!

    Curtir

  3. Se LOP mandar o Sandro embora estará assinando um documento cujo TEOR , SERIA assim:
    Por não ter tido a exata noção de que eu deveria ter ficado com Edson Gaucho (que foi boicotado EXPLICITAMENTE) e dispensado quatro ou cinco jogadores, agora tardiamente o faço . Assinado LOP.
    Te dizer, tomara que leve logo uma surra do LEC lá e empate a outra em Belém.Aí que venha 2012.
    Apesar de achar que dá pra classificar.Te contar , durma-se com um barulho desses.Imagino o tamanho da paciencia do blogueiro por motivo de força profissional ter que conviver com esse lenga-lenga na Curuzu dia sim e outro tbm.
    Sou paciente , mas estou me cansando desse nhem-nhem da Curuzu.

    Curtir

  4. O Neymar além de craque é muito carismatico.
    Dos 4 gols feitos, ofereceu um ao seu filho e outro aos jornalistas, os outros dois não lembro.

    Já um jogador da seleção do pan que fracassou, deixou um garotinho mexicano envergonhado quando o mesmo lhe estendeu a mão e este jogador lhe ignorou.

    O gozado é que antes de ser apontado entre os 50 melhores do mundo, aqui no Brasil tinha jornalista querendo eleger Diego Souza, Ronaldinho etc… para craque do brasileirão, tudo bem é opinião, mas agora o garoto parece que vai virar unanimidade.

    E junto com o Ganso e o Borges e os demais astros santistas, não tenho duvidas que seremos tri campeões do mundo.
    Santos, Santos, Santos, agora quem dá bola é o Santos…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s