Morre Bearzot, carrasco do Brasil em 1982

Um carrasco do Brasil morreu nesta terça-feira, depois de longa enfermidade. É Enzo Bearzot, técnico da seleção de futebol da Itália campeã no Mundial da Espanha em 1982, de 83 anos. Treinador entre 1977 e 1986 da equipe italiana, Bearzot conduziu a Azzurra à vitória na Copa espanhola com um grupo que tinha Paolo Rossi, Tardelli, Scirea, Antonioni e Dino Zoff.

Na segunda fase do mundial, desacreditado, seu time desbancou o favorito Brasil de Telê Santana, Zico, Sócrates e Falcão no episódio que terminou conhecido como a “tragédia do Sarriá” – nome do estádio palco do jogo disputado em Barcelona, vencido pela Itália por 3 a 2. Como jogador, Bearzot atuou a maior parte da carreira na Inter de Milão e no Torino.

7 comentários em “Morre Bearzot, carrasco do Brasil em 1982

  1. Sem não estou enganado foi neste mundial que, na zona defensiva do Brasil, o Toninho Cerejo deu uma passe na medida para um jogador italiano fazer um belo gol. Logo o mérito pela conquista italiana deve ser dividido.

    Curtir

  2. Lembro-me das cenas mostrando o bate-boca (aos berros) do velho Enzo com a aimprensa italiana. Enquanto isso a maravilhosa seleção sem pontas não conseguia segurar as vaidades e a indiferença de alguns com alguns.

    Curtir

  3. Último ato de um futebol que primava bela beleza, pela arte, fundamentalmente, em detrimento da busca incansável da vitória pela vitória, em contraponto à era dos trogloditas velocistas que não sabem mais do que dar um passe para o lado quando de posse da bola, que ora assistimos.

    Curtir

  4. Eu sou italiano: tinha 10 anos naquela época, e lembro como aquelas emoções foram irripetíveis. Enzo Bearzot era um homem de outros tempos, trabalhador, serio e com grandes valores éticos. O futebol ainda não era sufocado pelo dinheiro. Nós italianos, pelo menos alguns, vamos sentir falta de Enzo Bearzot e de tudo aquilo que ele representava.

    Curtir

  5. E EU JÁ ESTAVA NO BRASIL ,MAS TORCIA APENAS PRA ARGENTINA E DEPOIS QUE O BRASIL NOS MASSACROU COM UM GOLAÇO DO LATERAL JUNIOR DO FLAMENGO E O DROGADO MARADONA NÃO JOGOU NADA E AINDA FOI EXPULSO FIQEUEI MENOS TRISTE ACHANDO QUE O BRASIL SERIA CAMPEÃO ,MEU PAI FILHO DE ITALIANO TORCEU PELA ITALIA CLARO,MAS O CLIMA EM CASA ERA ASSIM BEM DIVERSIFICADO E QUANDO A ITALIA VENCEU O BRASIL DEI FORÇA PRO MEU VELHO COMEMOREI COM ELE ,MAS PRA FALAR A VERDADE NÃO ENTENDI COMO UMA SELEÇÃO DAQUELAS PERDEU PRA UM TIME APENAS ESFORÇADO DA ITALIA QUE NA PRIMEIRA FASE HAVIA EMPATADO TODOS OS TRES PRIMEIROS JOGOS…LEMBRO QUE UM JOGADOR ,ACHO QUE JR. DEU CONDIÇÕES PARA O PAOLO ROSSI FAZER O TERCEIRO GOL DA ITALIA.VENCEU O FERROLHO DA ITALIA.A PARTIR DESSA COPA PASSEI A TORCER PRO BRASIL POSTO QUE MORANDO AQUI PRECISAVA ME IDENTIFICAR COM A NAÇÃO.ESSA COPA DE 82,A DE 98 E A DE 2006 FORAM AS COPAS MAIS FA´CEIS QUE O BRASIL NÃO VENCEU POR DETALHES…LEMBRANDO QUE O GOL NÃO É UM DETALHE.NA COPA DE 90 PASSEI PELO SENTIMENTO MAIS ESTRANHO QUE JÁ SENTI,AO MESMO TEMPO QUE VIBRAVA COM A ARGENTINA FICAVA TRISTE COM O BRASIL DO” LAZZARENTO ” SEBASTIÃO QUE DEIXOU UNS 3 CARAS NO BRASIL E QUE FIZERAM FALTA NA ITALIA.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s