15 comentários em “Capa do Bola, edição de terça-feira, 7

  1. Atletas azulinos somos nós…… Curiosidade: A letra se refere aos jogadores ou torcedores? Com a palavra os remistas.

  2. As galerias do Teatro Municipal (Rio) com vaias saudaram o sr. Ricardo Teixeira e interromperam a fala indevida do pte. corintiano ontem à noite na festa dos melhores do futebol brasileiro. Ao corintiano, pela alfinetada no Fluminense. O sr. sanches foi no mínimo insolito, Vicente Mateus portaria-se diferente.
    Presentes à festa, Lula, Cabral, Viana e ministrtos de Estado com certeza sentiram-se desconfortados.
    Parece-me que a atitude do sr. sanches foi resposta à vaia recebida pelo Teixeirão que o FLU tem como adversário. Amizade e solidariedade são para esses momentos.

    1. É isso mesmo!
      No Brasil, falar verdades é ser no mínimo insolito. Muitos da imprensa, o que são quando não têm coragem de falar verdades??

    2. A oposição não permitiu que ouvisse-mos as iniciais do LULA Lá. Companheiros e companheiros! E o homem estava doido para dar uma palinha.

  3. Recomeçar no futebol paraense virou praxe, maior que esta prática tem sido provado que é a paciência do torcedor paraense. E vamos que vamos.

  4. Faça suas previsões para 2011 sobre o Baenão: Será vendido, leiloado, invadido pelos sem terras, continuará na penopasa ou …

  5. Certa vez em Belém escolheu-se os melhores do ano sem incluir um jogador siquer do time campeão (Tuna). Apenas o trteinador, disntguido. Outra vez escolheram a seleção paraense do séculop XX com testemunhos de orelha. São coisas do futebol, brasileiro.

  6. “O PESSIMISTA DEITA-SE E LASTIMA-SE, O OTIMISTA LEVANTA-SE E AGE.”.

    Vamos Filho da Gloria e do Triunfo, ou voce o ama ou voce o deixa. Como eu amo o meu clube, mesmo se eu for o ultimo torcedor da face da terra, jamais de abondonarei meu querido Leao.

    Acreditar sempre, dessistir jamais!

  7. O FILHO DA SENHORA GLORIA E DO DESEMPREGADO E FLANELINHA SR. ZÉ TRIUNFO ESTÁ IGUALITO OS HABITANTES DAS MALVINAS APÓS A DERROTA DA ARGENTINA…SEM DESTINO,SEM EIRA E BEIRA,SEM OBJETIVOS CONCRETOS…ENFIM…NO INICIO DO FIM. E VIVA PAPON.

    1. Por que ir tão longe quando, ali, do lado oposto da avenida AB, o vizinho agoniza lentamente.
      É uma situação clone, e portanto, sem viagem!!!

Deixe uma resposta