Alemão é o mais jovem campeão da F-1

Da Folha SP

O alemão Sebastian Vettel, da equipe Red Bull, fez o que dele se esperava no GP de Abu Dhabi: venceu. Além disso, contou com a sorte e com o fraco desempenho de seus concorrentes diretos ao título, e sagrou-se campeão do Mundial de F-1 em 2010, o mais jovem da história, com apenas 23 anos. Com a vitória, Vettel chegou aos 256 pontos, quatro a mais que o vice-campeão Fernando Alonso, da Ferrari, que ficou apenas em sétimo lugar. Foi a primeira vez que o jovem piloto alemão assumiu a liderança do campeonato. O companheiro de equipe de Vettel, o australiano Mark Webber, fez uma corrida discreta. Ficou com a oitava posição e terminou o campeonato em terceiro, com 242 pontos. Lewis Hamilton, da McLaren, o último piloto que ainda tinha chances de título, conseguiu uma boa segunda colocação na prova, mas não ameaçou a conquista de Vettel.

Vettel ingressou na categoria, em 2007, como piloto da Toro Rosso e chegou a ser comparado ao compatriota Michael Schumacher, heptacampeão da modalidade. “Não tenho ídolos tão grandes. O Michael [Schumacher] era meu ídolo, mas ele não é muito grande, tem só 1,75 m [risos]”, brincou. Vettel, nascido em 3 de julho de 1987, na cidade de Heppenheim, já era terceiro piloto da equipe BMW Sauber desde o GP da Turquia de 2006, quando se tornou o homem mais jovem a participar da F-1, mesmo que ainda não tivesse disputado uma corrida pela categoria. Em meados de 2008, Vettel foi oficialmente anunciado como novo piloto da Red Bull para 2009, em substituição ao escocês David Coulthard, que encerrou sua carreira no fim daquele ano. A primeira vitória do alemão veio ainda na Toro Rosso, no GP da Itália, quando se tornou, ao mesmo tempo, o piloto mais jovem a fazer uma pole position e a vencer uma corrida, na época ainda com 21 anos.

Recordista de pole positions em 2010, com dez, Vettel faz questão de não ter empresários gerenciando sua carreira. Classificação final da corrida em Abu Dhabi:

1. Sebastian Vettel – Red Bull
2. Lewis Hamilton – McLaren
3. Jenson Button – McLaren
4. Nico Rosberg – Mercedes
5. Robert Kubica – Renault
6. Vitaly Petrov – Renault
7. Fernando Alonso – Ferrari
8. Mark Webber – Red Bull
9. Jaime Alguersuari – Toro Rosso
10. Felipe Massa – Ferrari

4 comentários em “Alemão é o mais jovem campeão da F-1

  1. UM TAPA NA CARA DO GALVÃO, DA FERRARI, DO MASSA E DO ALONSO… ESPORTE DEVE SER LIMPO…O DONO DA REDBULL PROIBIU O “JOGO DE EQUIPE” E PREVALECEU A INDIVIDUALIDADE DE CADA PILOTO QUE REPRESENTA O SEU PAÍS.

  2. ENGRAÇADO OS BRASILEIROS ,NOS ESPORTES TORCEM CONTRA O BRASIL E NA POLITICA TBM PORQUE NÃO SABEM VOTAR…O QUE TEM DE TORCEDOR CANALHA NO BRASIL NÃO É FÁCIL.AINDA BEM QUE EM MEU SANGUE GUARDO O VALOR DA HONRA DE TORCER SEMPRE SEM DESISITIR.O QUE TEM DE BRASILEIROS TORCENDO NO FUTEBOL PRA HOLANDA,PRA ITALIA ETC…DIZEM QUE É PORQUE OS JOGADORES BRASILEIORS SÃO estrangeirados ,mas na globalização do esporte é assim mesmo em toda parte.A INTER DE MILÇÃO MUITAS VEZES JOGA SEM SEQUER UM ITALIANO NO TIME. E QUANTO AO GALVÃO ELE NÃO SÓ NARRA COMPROPRIEDADE COMO TRANSFORMA EVENTOS SEM GRAÇA .QUANTO AO VETTEL ELE MERECEU,MELHOR QUE O OUTRO ALEMÃO QUE NÃO ULTRAPASSAVA NINGUEM NAS PISTAS,GANHAVA POSIÇÕES NOS BOXES ,NAS TROCAS DE PNEUS…ERA SEM GRAÇA.E AÍ TD MUNDO ADORAVA O SCHUMMY…COMO DIZEM VCS MESMOS PARAENSES …VOU TI CONTAR …

Deixe uma resposta