12 comentários em “Capa do Bola, edição de domingo, 24

    1. Eu acredito que o João Galvão que é potiguar e conhecendo o ABC e a força de sua torcida foi infeliz em suas declarações a imprensa, pois acredito que incentivaram mais ainda a equipe do ABC, que não é imbativel mas raramente perde dentro dos seus dominios

      1. Como tinha falado o ABC dentro dos seus dominios raramente perde, e este ano ainda não soube o que era uma derota, uma vez que não perdeu nenhuma partida disputando o estadual e na serie C dos sete jogos em que disputou em casa incluindo com o de hoje foram cinco vitorias e dois empate e estão de parabéns por ter feito o dever de casa e retornado a serie B de imediato, o time não é lá essa coisa não a dupla de zaga fraca, os alas são as melhores opções de jogada junto com a velocidade do João Paulo que hoje não estava bem com relação as finalizações e justamente ele e o goleiro Welingtom foram aproveitados da categoria de base do clube que oferece um bom CT com cinco campos auxiliares para treino além do proprio estadio Frasqueirão e é justamente esta categoria de base que rende dividendos para o clube hoje que sempre revela jogadores anualmente eo negocia, ano passado vendeu Rodriguinho e o Walyson que hoje atua no Cruzeiro de BH e o proprioJoão Paulo já foi negociado com o futebol Português e o goleiro Welingtom apesar de jovem passa segurança ao grupo.

  1. Caro Gerson, há que contratar 1 gerente de futebol profissional, 1 técnico com curriculum de renome nacional para o nosso Águia. Estamos cansados dos “quases” todo ano que passa. É “quase campeão paraense”, “quase acesso à Série B”. A barca das dispensas deve conter os nomes : José Wilker, terceiro goleiro e sobrinho de Galvão, lat.direitos Sinésio e Gustavo, zagueiros Roberto Santos e Edkléber, lat. esquerdos Vânder e Marcondes, meias Jaime e Diego-Biro e, atacantes Torrô, Samuel Lopes, Roma e Thiago Marabá. Assim penso eu. Em 24.10.10, Marabá-PA.

Deixe uma resposta