Cartola bocudo pode levar gancho

A Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai cobrar explicações do presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, quanto à declaração de que “se os jogadores tomarem um cacete na madrugada não vai fazer mal nenhum”. Segundo o procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt, Kalil será intimado a esclarecer a situação. Dependendo das explicações, o órgão decidirá se o presidente do Galo vai ser julgado ou não.
“Vamos pedir a gravação da entrevista e que ele esclareça e se explique, como temos feito em alguns casos. Isto é uma coisa fora de campo, que o Ministério Público já está agindo. Mas vamos analisar o que poderemos fazer na esfera desportiva”, disse Schmitt.
De acordo com o Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), Kalil pode ser enquadrado no artigo 243-D (incitar publicamente o ódio ou a violência) e pode ser suspenso pelo prazo de 360 a 720 dias, e pena de multa entre R$ 50 mil reais e R$ 100 mil, diz a lei.

5 comentários em “Cartola bocudo pode levar gancho

  1. Amigo Tavernard, não dê combustível para o clone, mas caso isso acontecesse eu deixaria de ser agente secreto. Se fosse uma amiga, poderia valer correr o risco, mas teria que dar um nó tático na patroa, que foi muito bem treinada pela sogra. Domingo teras a certeza dessa impossibilidade quando eu revelar a boa notícia. Aguarde.

    Curtir

  2. Não considere uma desfeita, pelo contrário, mas há impedimentos como frisei antes. Mai pra frente quem sabe.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s