AK diz que novo estádio terá 15 mil lugares

Mudou novamente o projeto da Arena do Leão. Alegando ainda não ter um local definido para o futuro estádio do Remo, o presidente Amaro Klautau disse nesta quarta-feira à reportagem do DIÁRIO que é provável que a nova praça de esportes tenha capacidade para 15 mil lugares. Até segunda-feira, o estádio era anunciado para 22,5 mil lugares.

É mais uma modificação no discurso de AK, que também afirmava que o Baenão seria entregue mediante a entrega do novo estádio. Agora, a construtora só precisará entregar 50% para ficar com a área da Almirante Barroso.

45 comentários em “AK diz que novo estádio terá 15 mil lugares

  1. Gerson eu é que não vou sair daqui de casa no MAREX,pra ir até marituba atraz de cemitério as 20:00hs da noite ,correndo risco de ser assaltado,para ver jogo de terceira ou quarta divisão,acho que nem se fosse de primeira.
    Vou esperar ele um dia vim jogar no mangueirão,quem sabe seja isso que irá acontecer,ele irá assumir o mangueirão como estádio oficial e o cemiteriozão para treinos.
    Apesar de amar o LEÃO,eu e 50% do estado do Pará estamos de luto.Meus pêsames.
    Gerson,obrigado por sua luta quase solitária em seu blog para defender a não negociação do baenão,nós torcedores do REMO te agradecemos.

    1. É impossilvel alguém como você ser remista de verdade.
      Eu moro do outro lado da cidade em relação ao mangueirão em se tiver jogo às 3 horas da manhã e eu tiver que ir a pé, EU VOU.

      REMO SEMPRE

    2. Meu irmão, não importa onde o Leão jogue, estarei sempre lá pois amo meu time, acho que tu não é torcedor do Remo não, deve ser sim daquela coisa feia, esse tipo de torcedor o Leão dispensa.

      1. O Enock Ferrado está descontrolado iqual o Presidente do seu time hehehehehehe
        Quem manda torcer pra time sem título, sem historia e agora sem estádio
        hehehehehehe

  2. Tenha mais respeito com o povo de Marituba, aqui tb tem muitos torcedores azulinos que com certeza assim como eu irão prestigiar o Melhor do Norte na Arena do Leão.

    Alias, o Clube do Remo poderia construir o estadio em qualquer lugar pois tem torcedores em todo o Pará.

  3. Muito reboliço ainda vem por aí. Não acreditava nesta venda pela imposição que estava sendo colocada por AK. O Condel com sempre provou que não serve pra nada, dormiu de toca. Pior que as vantagens anunciadas no começo dessa transação estão encolhendo. Hoje está reduzida a 15.000 lugares e sabe lá a comodidade que esta oferecerá. Pressinto que mais uma obra inacaba, ou mal acabada seja fato.

  4. Outro fator a ser considerado e chama para quem tem a receber. Se não for agora, nunca. Pressão virão de todos os lados e essa grana não atenderá todas as necessidades, pois penso que com AK a situação piorou e muito. Mistérios a desvendar.

  5. Desde o ínicio já tinha sido dito que com 50% do estádio pronto a construtora já poderia ficar com o baenão. Engraçado que a grande maioria dos conselheiros aceitaram a venda e a maioria da torcida também é a favor, então para de secar cara!!

    1. Não, meu caro Paulo. Recorra aos arquivos da internet – e aqui mesmo do blog – e comprovará que a primeira informação da diretoria foi de que seria entrega na base da “chave contra chave”, expressão usada pelo próprio AK.

  6. Ao longo dos últimos anos o Remo vendeu vários patrimônios sempre com a justificativa de pagar débitos, mesmo assim o clube continua devendo. Não creio que com a venda de mais um partrimônio, talvez o maior, as coisas se resolvam, principalmente da forma amadora e irresponsável da qual o clube é administrado, quem garante que novas dívidas não surgirão. O Ginásio Serra Freire está à quase dois anos em reformas, aliás as obras paradas, por falta de dinheiro, e olha que a prefeitura liberou verba, inclusive nosso rival da Almte. Barroso recebeu o mesmo valor, concluindo seu Ginásio , o Remo…. já sabem… Como é que podemos acreditar quem se para reformar um ginásio é difícil, imagina construir um Estadio de Futebol .

  7. Gerson, essa história parece o seguinte: um pacato cidadão tem um Gol 1.0 1990 (Baenão), isento do IPVA, que às duras penas consegue abastecer e fazer a manutenção básica pra rodar, sem falar nas multas, e de repente lhe dão um Ford Fusion 2010 (a tal Arena lindona) que dificilmente conseguiria ter por seus próprios meios, com IPVA altíssimo, seguro caro, goela pra caramba. De onde tirar dinheiro para manter o patrimônio se o Baenão que não gasta nada tá do jeito que tá há décadas? Patrocínios na terceira ou quarta divisão? Cotas de TV? Das rendas com estádio pra 15 mil em Marituba? Dos sócios-sofredores? Ou seja, em pouco tempo o Fusion vai estar pior que o Golzinho por falta de manutenção, ou parado na garagem, um elefante branco, o que é pior. Vai modernizar pobre de uma hora pra outra pra ver se é fácil, vai…E como os tolos não percebem isso?

  8. A julgar pela média de público da COISA nesta SÉRIE D, basta construir um ginásio com três mil lugares para o público.

  9. A recíproca é verdadeira!
    Num momento diferente e numa competição igualmente diferente, um certo time, de uniforme análogo ao irmãos metralhas, não conseguiam atrair nem mil espectadores no seu mangue. Já esqueceram???

  10. Não, meu caro Paulo. Recorra aos arquivos da internet – e aqui mesmo do blog – e comprovará que a primeira informação da diretoria foi de que seria entrega na base da “chave contra chave”, expressão usada pelo próprio AK.

    ERRADO

    isso foi antes de surgir qual quer proposta, quando saiu a proposta oficial da Agra e a Leal Moreira, foi dito que quando 50 % do estádio ficar pronto com o CT seria entregue o Baenão para a empresa

    1. A história de “chave contra chave” foi anunciada pomposamente pelo próprio AK, Anchieta, junto com o anúncio da proposta da Agra (ainda era Agra, lembra?) & Leal Moreira, numa das muitas informações que depois ele próprio desmentiria.

  11. Quem é contra a venda do Baenão chora, chora….,mas não tem argumentos pra convencer a maioria do torcedor azulino

    Gerson para de chorar!

    1. Desgraçadamente, caro Marcelo, não sou eu que tenho o que chorar. O tempo é senhor da razão. Passe daqui a 2 anos, no máximo, e conversaremos sobre o assunto.

  12. Isso não pode ser verdade até porque NO PREOJETO QUE FOI APROVADO PELO CONSELHO O ESTADIO TINHA 24,5 MIL LUGARES.

    1. Vinicius , estão inventando , não vi o presidente falar que o novo estádio teria capacidade de 15.000

      mas fazer o que?

  13. gerson

    eu me lembro muito bem, escuto vcs todo dia na Radio Clube no horário da 12:00 e das 18:00 e acompanho desdo inicio sobre a negociação do Baenão.

    me lembro quando o Amaro lançou a proposta da troca do Baenão pelo novo estádio + CT + pagamento das dividas, ele disse que ser a troca seria chave por chave, mais não tinha nenhuma proposta ainda, apenas ele jogou pra ver se alguém aceitasse, a Leal moreira lançou a proposta dela e o Amaro e o conselho aprovou o mesmo

  14. Aliás, outra pra você, Gerson Nogueira: Você nada mais é do que um pseudo-jornalista esportivo que é empregadinho do JADER BARBALHO e só abre a boca pra criticar o MEU TIME.

    Quem decide o futuro do CLUBE DO REMO, o MAIOR DO NORTE somo NÓS QUE REALMENTE NOS IMPORTAMOS.

    Tenho que certeza que os torcedores de verdade vão pro jogo seja onde for!

  15. A Inês é morta, e o Remo está morrendo aos poucos, e por ironia do destino a sua nova morada é ao lado de um cemitério. Aposto que, como falou a juiza várias vezes, será apenas uma área de treinamanto, quem viver verá. A propósito, a cor da camisa já previa esta situação.

  16. VINÍCIUS: Talvez não sejas um empregadinho, mas me perdoa tens a orelha grande demais…O Gerson e o único que enfrenta esses safados, cque comandam nosso futebol. Os outros jornalistas estão em conluio com Amaro. São aqueles que gostam de churrasco grátis.

    1. “Enfrentar os ‘safados’ que comandam o nosso futebol” e SÓ abrir a boca pra criticar o Remo são duas coisas diferentes.

      Se alguém vier com 20 milhões e doar ao Remo sem mais nem menos ele vai dar um jeito de criticar.

  17. Não acho que a permuta (e não venda) do Baenão seja a solução dos sonhos, mas é a que se apresenta possível na atual situação do Remo, que corre o risco de perder o Estadio em um leilão por preço aviltante a qualquer momento.
    Agora gostaria que os intelectuais de plantão que criticam tanto a negociação, apresentassem projetos pra tirar o Remo da situação que se encontra, pois criticar por criticar é fácil e mt cômodo
    Aguardo as sugestões revolucionárias…

  18. Pelo menos vai cair por terra aquele tabu de que time do interior não vence parazão, pois agora o clube do emo será de MARITUBA.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…………

    ps: achei muito legal a camisa dourada do emo, agora podemos chamar de MICO LEÃO DOURADO.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk……………..

  19. Pelo menos vai cair por terra aquele tabu de que time do interior não vence parazão, pois agora o clube do emo será de MARITUBA.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…………

    ps: achei muito legal a camisa dourada do emo, agora podemos chamar de MICO LEÃO DOURADO.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk……………..

    Eita leão porreta!!!!!!!!!

  20. “Aliás, outra pra você, Gerson Nogueira: Você nada mais é do que um pseudo-jornalista esportivo que é empregadinho do JADER BARBALHO e só abre a boca pra criticar o MEU TIME.

    Quem decide o futuro do CLUBE DO REMO, o MAIOR DO NORTE somo NÓS QUE REALMENTE NOS IMPORTAMOS.

    Tenho que certeza que os torcedores de verdade vão pro jogo seja onde for!”

    Prezados,

    Peço que respeitem o espaço do blog, até onde eu sei, todos querem o bem do Remo (inclusive os torcedores do PSC,como eu, por incrível que pareça), ainda mais o Gerson, que segundo colegas próximo a mim, é remista e botafoguense.

    Independente de sua posição clubistica, o Gerson sempre se mostrou a favor do futebol paraense. Creio que sua preocupação com a venda do estádio está em saber que:
    1 – A área vale mais do que os 33 milhões,
    2 – A distância do novo estádio do Remo é significativa, a final, o CR não tem conseguido colocar 5 mil por jogo no mangueirão,
    3 – O medo do golpe, como o que Amaro ja está anunciando antecipadamente, um estádio para 15 quando no início era para 22 mil pessoas.

    1. Obrigado pelas palavras solidárias, caro Lira. Não sou o dono da verdade, mas tenho 32 anos de jornalismo. Este é meu maior orgulho, pela seriedade e equilíbrio que sempre dediquei ao meu ofício. Lamento que, por falta de argumentos consistentes, alguns recorram ao golpe baixo das ofensas. Permiti que esses comentários – que sei de onde partem – fossem postados porque sou, acima de tudo, um democrata e não tenho nada a temer.

  21. MAURICIO REMISTA: Estás entrando agora no blog. Mas se procurares esse asunto mais atrás verás que eu mesmo dei solução, porque eu não sou de criticar sem uma solução. Aqui as pessoas comentam sem conhecimento de causa, escrevem por escrever. Eu só te pergunto: Por que Amaro não pagou as parcelas do acordo firmado com a justiça, como o Omar do Payssandu vem fazendo e a dívida do paysandu é de 24 milhões. E verifica que reporter nenhum faz essa pergunta ao Amaro. Por quê? São idiotas?. Essa venda está programada desde o Raimundo Ribeiro, que apoiou Amaro, mediante conchavo com 89 conselheiros desmerecedores do título que tem. Esses vândalos estão escondidos, pois alguma vantagem vão receber. ainda mais: o Baenão vale por baixo 52 milhões. Quantas vezes ele já foi a Leilão? e nunca foi concretizado. Não é possível que tu seja tão ingênuo que percebas que se trata de um grande negócio em benefício desses falsos remistas. No Baenão dá para se fazer uma arena multifuncional, enquanto que em Marituba será um elefante branco, só com despesas.

    1. Resumiu muitíssimo bem a história que há por trás desse cenário, caro Luiz. De fato, a dobradinha RR-AK se estabeleceu inúmeras vezes, a ponto de AK ter sido o portador oficial da proposta de compra da sede social do Remo na segunda gestão do RR. Adivinhe que empresa fez o lance? Quem disser Agra-Leal Moreira ganha um daqueles doces de tapioca lá do Ver-o-Peso. O mundo não favorece os ingênuos, infelizmente. A comparação com o procedimento do Luiz Omar é das mais certeiras: mesmo herdando dívidas dos outros gestores, LOP tratou de cumprir os prazos e compromissos com a Justiça do Trabalho. AK, que se jacta de manter os salários em dia no Remo, virou as costas para as dívidas trabalhistas. Estava plantando para colher. E justamente no fim do mandato. Daqui a três meses, depois de embolsar gorda comissão, deixa o cargo de presidente do clube e vai curtir a vida. Azar, repito, dos remistas conscientes, pois os néscios e ingênuos só irão perceber o tamanho do prejú daqui a alguns anos.

  22. Não concordo com a costrução da arena do leião em marituba!

    Acharia melhor se fosse no município e Oriximiná!

    Bem longe de Belém, quem sabe o surto de dengue que assola a capital diminue.

  23. Gerson, você faz papel de ridiculo, como muitos da radio clube e do diario do pará.

    Daqui a dois anos, com o nosso novo estádio, o torcedor azulino não quer ver você lá. Vá torcer pelo seu Botafogo, porque o Clube do Remo não escolheu você como torcedor!

Deixe uma resposta