Remo desencanta e garante classificação

O Remo conseguiu sua primeira goleada na Série D e alcançou a classificação antecipada no seu grupo. A vítima foi o Cristal (AP), em jogo realizado na tarde deste domingo, no estádio Mangueirão, perante pequena torcida (menos de 5 mil pagantes). O primeiro gol surgiu logo aos 6 minutos de jogo, em trama de Vélber pelo lado esquerdo do ataque. Ele girou sobre um zagueiro e passou para Marlon fuzilar para o gol amapaense.

A vantagem inicial mudou a característica do jogo, pois obrigou o Cristal a sair em busca da igualdade, desprotegendo o setor defensivo. Mesmo sem maior inspiração no setor de criação – Canindé voltou a ter fraca atuação -, o Remo teve excelentes oportunidades em contra-ataques puxados por Vélber e Marlon, principalmente. Zé Carlos desfrutou de três chances, mas não conseguiu finalizar para as redes. Gilsinho e o próprio Vélber também perderam gols.

Depois do intervalo, diante dos protestos da torcida em relação a Zé Carlos, Giba tirou o centroavante e lançou o estreante Frontini, que teve boa atuação, embora também não marcasse gol. Logo depois, trocou Canindé por Gian. A partir daí, a equipe passou a ter uma postura mais consistente nas saídas para o ataque, através de lançamentos e tabelas. Aos 22 minutos, depois de jogada iniciada por Vélber, Gilsinho arrematou forte para ampliar o placar. 

Aos 34 minutos, depois de várias outras jogadas de perigo, veio o gol mais bonito da partida. Vélber tabelou com Gian e recebeu diante do goleiro Felipe. Com categoria, tocou rasteiro no canto esquerdo. Aos 42, Júlio Bastos desviou de cabeça para assinalar o quarto gol e fechar a goleada.

Público pagante de 4.823 espectadores, que proporcionaram renda de R$ 76.550,00. Com 1.220 credenciados, o público total no Mangueirão foi de 6.043 pessoas. (Fotos: TARSO SARRAF/Bola)

15 comentários em “Remo desencanta e garante classificação

  1. Peço licença ao amigo Tavernard, para, neste post, repetir sua postagem, sobre o jogo de ontem do Remo:
    “Ontem após nossos comentários no Mangueirão tive 10¨ de prosa com o Gerson, entendendo-nos que mais uma vez o Giba viu um jogo que não nos foi oferecido. O Remo ganhou fácil de um adversário fraco. Poderia ter sido diferente, para melhor, não fosse a teimosia do Giba em preterir o Gian e não dando oportunidade ao Sam na zaga (mesmo não sendo zagueiro).
    Longe de mim a idéia de dizer que o Giba não tem competencia, mas, tenho o direito de discordar quanto a escalação e formatação do time azulino”.
    “Provavelmente, na outra fase, o adversário do Remo será o Vila Aurora (Mato Grosso) do qual esperamos a mesma fragilidade do Cristal.”

  2. Gostaria, Gerson de comentá-las:
    1- Na minha opinião e, até pelo que ouvi nas 3 emissoras de rádio, já que não fui ao estádio, a leitura do Giba foi perfeita. Certos Comentarista,na minha opinião é que tem dificuldades para perceber algumas coisas;
    2- O Remo ganhou fácil, de um adversário Fraco. É mesmo, é? Te dizer;
    3- Tenho visto muita gente da Imprensa, que era e, ainda é, a favor da volta de Sinomar ao Remo, dizer que Sam deveria ser titular e que Marlon está mal treinado, por isso não rende. Porque que na era Sinomar, não se pedia esses dois jogadores, que não eram nem lembrados?
    4- Gian, enquanto o Canindé estiver se condicionando, sempre que entrar, produzirá mais, é elementar, quando vc troca um jogador nessas condições, por um melhor fisicamente, mas Giba sabe o que está fazendo e, eu aposto que, os dois, em iguais condições físicas, sou mais Canindé, podem apostar;
    5- Dizer que o Vila Aurora é fraco, é não estar acompanhando o campeonato da série D;

    – Esse negócio de dizer que pelo salário que o Giba ganha o Remo tem que ser Campeão da série D, não se poderia dizer que o Charles, pelo elenco caríssimo que o Paysandu tem ele deveria ser campeão da série C? Claro que não, pois, pra quem conhece futebol sabe que, as duas coisas são absurdas de se dizer. Quem fala uma coisa dessas, não tem conhecimento sobre o futebol. Desculpe, mas é a minha opinião.Te contar.

    1. Respeito seu posicionamento, caro Cláudio, até por conhecer sua crença quanto à competência do Giba. Não tenho mais tanta certeza disso, mas, quanto à “leitura perfeita” por parte do técnico, é preciso entender que um bom orientador precisa escalar suas melhores peças, sempre. Isto é elementar. Quando põe em campo jogadores tecnicamente abaixo dos demais, comete erro crasso. É ilógico escalar um jogador como Canindé, que, por estar se recondicionando, como você argumenta, não poderia ser o titular de um setor tão crucial quanto à criação. Se tivesse ido ao estádio, concordaria comigo, com certeza. Nos outros itens, concordamos: acho que Marlon, com alguns ajustes, pode render bem mais e a zaga vai se estruturando (embora Ênio ainda esteja em nível inferior a Pedro Paulo, o que é preocupante). Em tempo: não advogo a volta do Sinomar.. rss.

      1. Grande Gerson, escutei seus comentários,ontem. Parabéns. O Canindé éum jogador que o Giba aposta e, como ele já falou, ele só se condiciona jogando ( é diferente da maioria), logo, se é pra colocá-lo com esse pensamento, a lógica manda que ele entre no 1º tempo, sendo guardado para o 2º, o jogador melhor fisicamente. É assim que penso. Gosto muito do zagueiro Ênio e penso que Sam, está, no momento, abaixo dos dois e, alem do mais, Giba já falou que pretende usar esse jogador como Volante, ou lateral(numa situação de jogo), daí Levi, ontem ter sido sacado do Banco de Reservas.

    2. Ei Gerson! Mais se esse Énio, está abaixo do Pedro Paulo amigo, então esse jogador não presta, pois o segundo não vale nada! Concordo com você no caso do Caninde, não existe tal explicação para preterir o Gian. Pois é notório, a falta de condicionamento físico do Caninde. Ai depois é o Charles, que não sabe escalar time, te contar…

  3. Meu caro Claudio(técnico do Columbia )
    . À mim pouco interessa “se o pato é macho”. Quando comento não tenho à minha frtente o nome do treinador. Tenho sim um “video tape” a rodando em minha cabeça imagens que permitam-ne análise serena, independente. Nela poderei elogiar e também criticar, não alcançando o comprometimento, seja qual for.
    Os meus dois comprimidos diários de “simancol” impedem-me de ser o dono da verdade, de ter olhos de lince para ver coisas que outros não possam ver..
    Não vou além dos meus limites de competencia para não alcançar o ridículo.
    O crítico literário não precisa ser poeta, escritor ou algo mais Ao comentarista esportivo não é exigido diploma e nem provas de conhecimentos futebolisticos.
    Se ao primeiro é exigido leitura, muita leitura e interpretação, ao segundo exige-se vivencia, conclusoes e capacidade ver as coisas dentro e fora das quatro linhas.
    Claudio, para os atuais tecnico do nosso futeboll sou , pessoalmente desconhecido por distancia que imponho . O mesmo acontece nas relações com os jogadores.
    Às vezes , casualmente, encontro o Charles e cumprimentamo-nos.
    Claudio, voce é o unico técnico com o qual troco ideias, à distancia também.

    1. Tavernard, amigo, sendo o Comentarista uma pessoa em que os torcedores esperam ele dar a sua “palinha” em um determinado momento do Jogo, para saber como está o seu time, mesmo as vezes ele vendo o jogo no estádio, mas por não entender de futebol taticamente, vc não pensa que todos os Comentaristas deveriam fazer um estágio sobre futebol(num todo), fazendo palestras com um, por exemplo: Luxemburgo, Muricy, Dorival Júnior,… , até para que seu comentário fosse mais abalizado? Mais tarde, isso poderia se estender a um Fisiologista, um Preparador Físico,…. . Você não pensa, que desse jeito o Comentarista passaria a ser melhor visto por seus ouvintes ou telespectadores, como aquele que realmente se pode confiar?

      – Vou lhe contar uma História: REMO X PAYSANDU, jogando e,eu escutando no rádio e, meu avô perguntou(era pequeno ainda): “Meu filho, quanto está o jogo? E eu disse: 0 x 0. E ele falou: quem está melhor? E eu respondi: Meu avô, o Comentarista disse que o jogo tá lá e cá. Ele, era(já morreu, infelizmente, pois fui criado por ele) pavio curto, disse: “Ora lá e cá, isso é coisa que comentarista fale? Esse comentarista que tu estais escutando, com certeza não é o Carlos Castilho,pois, se fosse, ele teria dito que o Remo está assim, que o Paysandu está assado e, ainda diria o que o Remo tem que fazer pra melhorar e, o Papão também. Pronto, foi o bastante pra eu localizar a emissora que estava o Castilho e, sou seu fã, até hoje, apesar de discordar de algumas coisas que ele fala, o que é normal, principalmente em se tratando de futebol.

      1. Desculpe: (Meu avô já morreu, infelizmente. Aliás, eu fui criado por ele).

  4. Caraca, pelo que entendi tem gente fazendo comentários técnicos de jogo que sequer assistiu.
    Se for isso mesmo estamos diante de um fenômeno futebolístico.
    hehehehe

  5. Se o ingresso fosse R$ 10,00 , o publico pagante seria de no minimo 10.000 a renda almentaria e o time se motivaria .
    Sera que sou so eu q vejo isto ?

  6. Taí um debate mais atraente que Serra e Dilma, dentro de uma elegância esperada pelos candidatos, poucas vezes alcançada. Lógico que não me atreverei a direcionar razões e fundamentos ao exposto, até porque seria mais uma opinião, preferindo manter meu ponto de vista oculta, embora imaginável pelo que tenho aqui expressado.

  7. Aliás, amigos, assistindo a um programa de esportes, hoje, no horário do almoço, os dois comentaristas estavam analisando, se o Remo poderá perder a 1ª posição para o América(após verem a entrevista do Giba e, ficarem se roendo de raiva). Disse o Apresentador: ” Vc acha que o Remo ainda pode perder essa 1ª posição”? Disse o Comentarista: Só se for uma catástrofe, tipo assim: perdendo para o Cametá e, o América ganhando do Cristal.
    – Vale lembrar que o Remo sendo o 1º com 11 pontos e o América o 2º com 06 e, faltando um jogo, apenas, essa catástrofe teria que ser Matemática. Te dizer.

  8. Prezado Cláudio, aplausos às tuas preferencias. Castilho e Gerson bem que merecem a distinção. Quando aos treinadores recomendados prefiro assisti-los praticando, abrindo mão das palestras. É que não tenho audição acurada e talvez não compreenda a comunicação deles.

Deixe uma resposta