Verón rompe silêncio e critica Maradona

O volante Juan Sebastian Verón rompeu o silêncio nesta quinta-feira, mais de um mês depois da eliminação da Argentina na Copa do Mundo, e alfinetou Maradona, que deixou o comando da equipe recentemente. O jogador questionou as opções do ex-técnico, que o tirou do time titular durante o Mundial, e pediu que o novo treinador seja escolhido por méritos e não somente pelo reconhecimento nacional. “Temos que abrir a mente, avaliar as pessoas que trabalham na seleção. Tem que ser alguém da elite do futebol argentino e tem que ser escolhido pela capacidade”, declarou Verón, sem citar nomes de possíveis candidatos ao cargo de técnico da Argentina. O volante disse temer que se repita a situação de 1986, quando os campeões mundiais de 1978 foram chamados para comandar a equipe. Em relação à conduta de Maradona à frente da seleção, Verón evitou críticas diretas, mas mostrou ressentimento por ser preterido durante a Copa. “Diego é muito efusivo em suas declarações e se mete em questões que depois são difíceis de levar adiante. Em um momento ele disse que queria que eu fosse o Xavi (da Espanha) na nossa seleção. Em seguida, ele te tira do time. Isso dói”, disse Verón. (Com informações da ESPN)

Um comentário em “Verón rompe silêncio e critica Maradona

  1. É sempre assim, quando não há mais o que fazer as verdadeiras causas são expostas. É uma fraqueza do ser humano. No futuro próximo ouviremos algumas narações de brasileiros. Quem viver verá.

Deixe uma resposta