Parreira já tem a desculpa pronta

Mais que a derrota sofrida para o Uruguai nesta quarta-feira pela segunda rodada do grupo A da Copa, o técnico Carlos Alberto Parreira lamentou o placar de 3 a 0 sofrido por sua equipe. O brasileiro acredita que o saldo de gols ruim pode prejudicar sua equipe na última rodada. E já tem até o discurso pronto para a eliminação. “Desde que cheguei nesse país em novembro essa foi nossa primeira derrota. Todo time precisa de resultados, mas o povo defende nossa equipe. Esses três times – Uruguai, França e México – estavam no primeiro mundial em 1930. Então não temos que ter vergonha de não nos classificarmos. Temos que nos preocupar em evoluir e jogar um bom futebol”. Parreira destacou a experiência uruguaia e o talento do atacante Forlán como os fatores que fizeram a diferença no jogo de hoje. “O Uruguai é um time que é muito mais experiente que o nosso e eles impuseram essa experiência em momentos decisivos e importantes. E Forlán é um jogador diferenciado.” (Da ESPN)

Só sei dizer que o time de Joel Santana na Copa das Confederações era muito melhor armado que o atual. Perdeu para o Brasil por 1 a 0 (gol de Daniel Alves, de falta, no último minuto), por puro azar.

12 comentários em “Parreira já tem a desculpa pronta

  1. A. do Sul bateu no seu limite de competencia. Fez o que tinha que fazert nesta copa. Poupemos nossos poucos neuronios.

  2. Bem feito, deviam ter deixado o Joel Santana como técnico, tenho certeza que pelo menos passariam da primeira fase.

    O Carlos Alberto Parreira, tem que se aposentar, tratar somente de pitar quadros pois de futebol ele não sabe nada, todos os times que ele treina, não jogam nada.

  3. Gerson, não gosto muito do Parreira, como técnico de futebol, mas suas explicações, são coerentes. Penso que isso que está acontecendo com essa seleção Africana, é o resultado da junção de uma Seleção muito Fraca, com um técnico igualmente fraco.

  4. Os sulafricanos são bons só de vuvuzelas e Pareira não é santo para operar milagres. Coreia do do Sul e do norte, outras fraquezas.

  5. Acho que com essas seleções meia-boca, só um técnico no mundo poderia fazer milagres!

    Esste chama-se Giba, ele é o cara segundo o Cláudio Santos….Te contar….

  6. Também acho que independentemente do treinador os Bafanas chegaram até onde era possível chegar. Mesmo diante dos seus inegáveis limites como treinador, neste caso considero que são procedentes as observações do Parreira.

  7. So que trocar o Joel pelo Parreira, e desconhecer futebol. So porque fala ingles bem e e bem relacionado. Queria ver ele pegar o Bota, como o Joel pegou.

Deixe uma resposta