Índio é apresentado como novo reforço do Remo

O Remo apresentou, na tarde desta terça-feira, no estádio Baenão, seu novo reforço para o campeonato estadual: o lateral-direito Índio, que tem como principal credencial uma boa passagem pelo Corinthians. Aos 29 anos, o alagoano Índio chegou otimista e garantindo que vai corresponder às expectativas dos dirigentes remistas. Ele deve estrear no clássico Re-Pa do dia 7 de fevereiro.

13 comentários em “Índio é apresentado como novo reforço do Remo

  1. FALCONI! Sou paraense, papa títilo e revoltado com muita coisa que acontece no futebol local. Essa última do LOP trazendo o Nasareno e sua Comitiva de pernas de pau é um exemplo do que disse. Um desabafo é verdade. Otários, quando citei não me referi ao povo conterrâneo e ssim aqueles que fazem o futebol. Cel Nunes é um sugador por isso está incluído no contexto. Espero que tenha entendido. Nas mistura futebol, assunto aqui tratado com outros envolvimentos.

  2. FALCONI! Outro detalhe. Sou verdadeiro. Não costume encobrir a verdade com falsos elogios, estamos na míngua com nossos clubes esbarrando nas dificuldades para ultrapassar clubes pequenos por total falta de compeêencia dos nossos dirigentes. É como já disse em oportunidaes passadas, a verdade dói, mas tem que ser dita. Lembra quem era a TUNA na década de 70, 80 e começo de 90?

    1. Berrli,
      A pergunta feita obteve o objetivo: especificar o contexto.
      Meu caro Berrli, tenha certeza que o cenário pintado por você sobre o nosso futebol, é o mesmo que eu tô vendo. Quando saí de Belém, o Mais Querido estava na fase de transição da a priori para a durante dos 33 jogos sem perder para o Paysandu, ou seja, uma fase incomparável com a atual. Hoje, volto e me deparo com esse cenário morbígeno, pungente. Mas, como torcedor, espero um 2010 bem melhor que 2009 para o Leão Azul por questões óbvias, e estendo essa espectativa ao futebol paraense como um todo.
      É gratificante quando estamos fora, escutar ou ver, seja por qualquer canal de informação, algo de bom do nosso chão paranese. E quando digo fora, me refiro (Ásia, EUA, Europa) também.
      Hoje, estamos carente de bons motivos para alegrias, já que as manchetes são as piores possíveis.

  3. Mas logo no clássico??? quando jogava no Curintia ele ganhava uma mixaria, era enganado ate pelos vendedores de amendoim. ou seja um BOBO.
    Ao que parece o homi esta’ mudado e ai concordo com o Berlli:

    “Acho que veio fazer seu pé de meia aqui na terra dos otários.”

  4. Edmundo! O coração está 100% ainda mais por ser bicolor, agora é de irritar ver esses antepassados jogadores ser idolatrados a começar pela imprensa.

Deixe uma resposta