Brasileiro: as chances de cada um

Foi a rodada dos sonhos do Flamengo. Tudo deu certo. Venceu seu jogo e o São Paulo perdeu em Goiânia. Com isso, ficou a uma vitória de quebrar o jejum de 17 anos sem ganhar o Campeonato Brasileiro. Mas, pela primeira vez desde que a competição passou a ser disputada em pontos corridos, em 2003, quatro times chegam com chances de título à última rodada. Com a vitória de 2 a 0 sobre o Corinthians, em Campinas, o Fla depende apenas de uma vitória sobre o Grêmio, no Maracanã, para chegar aos 67 pontos e conquistar o sexto título de sua história (oficialmente, o quinto, já que a CBF não reconhece a conquista de 1987).

Se não ganhar do Grêmio, no entanto, o Flamengo terá de secar três rivais. O time já está classificado para a Libertadores da América, mas o título seria muito difícil. O Inter, após vencer o Sport por 2 a 1, de virada, assumiu a vice-liderança e praticamente se garantiu na Libertadores. Para ser campeão, o Inter precisa vencer o Santo André na última rodada e, ironicamente, torcer para o arquirrival Grêmio não perder do Fla no Maracanã.

O Palmeiras assumiu a terceira colocação ao ganhar do Atlético-MG por 3 a 1 no Palestra Itália, com direito a gol antológico de Diego Souza do meio do campo. Também com 62 pontos, mas uma vitória a menos do que o Inter, o Palmeiras, para ser campeão, tem que ganhar do Botafogo na última rodada e torcer por tropeços de Fla e Inter. Para ir à Libertadores, basta um empate no Rio. Se perder do Botafogo, no entanto, o Palmeiras dependerá ou de uma derrota do S. Paulo para o Sport ou então de um tropeço do Cruzeiro contra o Santos, na Vila Belmiro.

O S. Paulo, com 62 pontos, caiu de primeiro para quarto com a derrota de 4 a 2 para o Goiás. Para ir à sétima Libertadores seguida, ainda depende de um empate contra o Sport no Morumbi no domingo. Se perder, dependerá de um tropeço do Cruzeiro. Para ser campeão e chegar à quarta taça consecutiva, o S. Paulo precisa de um milagre. Tem que ganhar do Sport, torcer por derrota do Flamengo e tropeços do Inter e do Palmeiras. Se o Flamengo empatar, o S. Paulo teria de ganhar dos cariocas no saldo, fazendo três gols para cima do Sport. Ainda tem o Palmeiras na mistura, com um saldo de três gols a mais do que o São Paulo. O Cruzeiro, quinto na tabela, ainda sonha com uma vaga na Libertadores. Precisa ganhar do Santos na Vila e contar com derrota ou do São Paulo ou do Palmeiras.

Rebaixamento

Sport e Náutico, que perdeu por 5 a 3 para o Santo André, já estão rebaixados para a segunda divisão. O Santo André ainda respira por aparelhos para se salvar: tem que ganhar do Inter na última rodada, no Beira-Rio, e torcer por derrotas do Botafogo (contra o Palmeiras, no Rio) e do Coritiba (contra o Fluminense, em Curitiba).

O Botafogo, com 44 pontos, depois da derrota (0 a 2) para o Atlético-PR, entrou na zona de rebaixamento, mas ainda depende só de si, de uma vitória sobre o Palmeiras, para se salvar. Se perder, estará na segunda divisão. Se empatar, o Botafogo só consegue evitar a queda em caso de vitória do Flu sobre o Coritiba. O Coritiba, também com 44 pontos, depende de uma vitória simples sobre o Fluminense, em casa, para não cair. Caso empate ou perca, terá de torcer para que o Botafogo não faça um resultado melhor do que o seu.

O Flu, por fim, chegou aos 45 pontos e saiu da zona de rebaixamento. Um empate no Couto Pereira acaba de vez com o fantasma da Série B. Se perder do Coritiba, no entanto, o Fluminense terá de torcer para que o Botafogo não vença o Palmeiras no Engenhão. (Com informaçõeos da ESPN)

2 comentários em “Brasileiro: as chances de cada um

  1. Tanto se falou em mala branca, mas, ao que parece, neste domingo a mala foi alvi-negra paulista, e, no próximo, será tricolor gaucha, ambas sem nenhum tostão dentro, mas, apenas, as irreconciliáveis rivalidades regionais. Assim, fica difícil confirmar se o flamengo (que não tem nada a ver com isso) dentro das quatro linhas, nesta época de vacas magras, é o que apresenta o melhor futebol entre os quatro que matematicamente ainda concorrem ao título.

Deixe uma resposta