Lá vem o golpe do leilão

O presidente Amaro Klautau, do Remo, já ensaia o segundo round de sua estratégia para convencer o Conselho Deliberativo do clube a aprovar a proposta de venda do estádio Evandro Almeida. Disse ontem temer que o Baenão venha a ser leiloado, nos mesmos moldes do que ocorreu com a sede campestre, na gestão de Raimundo Ribeiro. Esqueceu de mencionar que, até hoje, o tal leilão da sede está envolto em suspeitas. Há quem afirme que houve arranjo e que RR “deixou o barco correr” para botar a mão no dinheiro arrecadado (ou em parte dele).

26 comentários em “Lá vem o golpe do leilão

  1. Nota-se que AK mostra-se a cada dia um aluno obediente de RR. A tática entreguista é rigorosamente a mesma: aterrorizar os conselheiros e a torcida com o leilão do patrimônio. “Vamos perder tudo!”, gritam. “Vamos vender enquanto é tempo!”. Ao mesmo tempo, embalam o torcedor com sonhos de grandeza absurdos. Arena de primeiro mundo, quinze milhões no bolso. Tudo será uma maravilha depois disso. A seguir, recorrem a alguns plantadores de notícia contumazes, que se encarregam de forjar factóides bons para a venda e ruins em caso contrário. É tudo um canto da sereia em que o Remo está prestes a cair e desaparecer.

    É melhor escancarar logo de vez o verdadeiro motivo desta venda: ao longo dos últimos quinze anos, muita gente colocou dinheiro do próprio bolso no Remo, e agora está querendo recuperar. Esse é o principal motivo. Existem ainda as aves de rapina que desejam se locupletar com as sobras, tipo comissão da venda, venda de material de construção para o novo estádio etc. Pobre Remo!

  2. Em reposta a mais este ACINTE “LÁ VEM O GOLPE DO LEILÃO” (23/09/2009):
    ————————————————————
    Estou fazendo o MONITORAMENTO sobre toda e qualquer INJUSTIÇA que a Instituição CLUBE DO REMO vem SOFRENDO, mantendo a minha 18ª POSTAGEM 22/09/2009 – 23:34 sob o tema TRIBUNA DO TORCEDOR (Por Luiz Alho 22/09/2009), já devidamente REGISTRADA e IMPRESSA junto a esta, para posteriores PROVIDÊNCIAS.
    ————————————————————

    1. Como diz o filósofo Juarez Soares, o jogo é jogado e o mandií é pescado. Quanto ao conceito de injustiça, ele é bastante elástico nos dias que correm, ao sabor – claro – das conveniências e interesses. Vamos à luta, meu caro.

  3. Gerson, quanta maldade com uma das poucas pessoas que penso que amam o Remo de Verdade, que se chama Raimundo Ribeiro. Fico agora a pensar, se o Edson Gaucho, não foi realmente dispensado do Paysandu, por força da Imprensa, pois, se vc é contra a Venda do Baenão, tudo bem, respeitamos sua opinião, mas, atirar pra tudo quando é lado, pra fazer valer sua opinião, isso não é nada Democrático, para um grande profissional que é você. O Torcedor, que é a favor da Venda, joga em desvantagem com você, pois não tem como fazer chegar às outras pessoas, sua opinião. Olhando pelo lado Democrático, não seria o Correto vc publicar em sua coluna, que pertence ao Jornal mais lido do Norte do Brasil, a sua opinião contra a venda, mas também a daqueles que são contra? Porque vc só responde em seu Blog as colocações que são favoráveis ao que vc pensa sobre a venda? Depois, não adianta dizer que a Imprensa não escala, não contrata,….. DEMOCRACIA JÁ.

    1. Cláudio,
      Aprenda a respeitar as opiniões contrárias às suas. Democracia é isso: conviver com pensamentos e ideias diferentes. Quanto ao fato de responder ou comentar é questão de livre arbítrio. Em alguns casos, acho que nem vale a pena, mas jamais deixando de aceitar qualquer tipo de opinião postada. Inclusive as suas, apesar das reiteradas ofensas gratuitas “à Imprensa”. Quanto às opiniões contrárias às minhas, têm livre trânsito aqui no blog. Na coluna, o espaço está aberto às opiniões divergentes, sim. Publicarei assim que receber algo que tenha um mínimo de consistência.

  4. Peço permissão aos remistas para opinar sobre a tão falada venda do Estádio Evandro Almeida.

    Não acho a idéia tão má, se por um lado o clube perde o seu segundo maior patrimônio pois o primeiro é a torcida, por outro vai se ver livre de todas as dívidas e o que é melhor vai construir um estádio em outro local com capacidade maior e com certeza mais moderno.

    Lí outro dia, se não me angano aqui mesmo nesse blog, que o Evandro Almeida poderia ser ampliado. Eu pergunto: Como, com que dinheiro, e pra onde ser ampliado se por um lado passa a Antonio Baena e por outro lado a Travessa das Merces?

    De qualquer maneira, mesmo sendo torcedor fanático do Paysandu espero que o Clube do Remo, O Leão Azul de Antonio Baena, volte aos seus melhores dias.

  5. RAIMUNDO RIBEIRO AMAVA O REMO?ÉGUA DO AMOR,SÓ SE FOR DOENTIO E PSICOPATICO,POIS FAZER O QUE ESSE CARA FEZ COM O REMO…
    ESTAMOS NO FUNDO DO FUNDO DO POSSO POR CAUSA DESSE VELHO IRRESPONSAVEL,JÁ QUE ELE É CEARENSE POR QUE ELE NÃO FOI PRESIDIR O CEARA ,FORTALEZA ETC…
    POR QUE LÁ NO CEARÁ ELES ENXERGAM AS COISA E AQUI NÃO…
    CADA UM TEM SUA PARCELA DE CULPA NO DESASTRE CHAMADO RAIMUNDO RIBEIRO,INCLUSIVE O RAFAEL LEVY,POIS APOS O TITULO DE NACIONAL DE 2005,SE ACOVARDOU PARA SE CANDIDATAR NOVAMENTE PRESIDENTE E DEIXOU A PORTEIRA ABERTA PARA O CÂNCER CHAMADO RAIMUNDO RIBEIRO.
    AMOR DO RAIMUNDO RIBEIRO PELO REMO?VC TÁ DOIDO CLAUDIO???

    1. Juca,
      RR é o chamado amigo da onça, principal responsável pelo afundamento do Clube do Remo. Relevo essas opiniões do Cláudio porque é evidente sua ingenuidade em relação a algumas “crianças” de plantão.

  6. Juca, amigo, Raimundo Ribeiro, como presidente, foi uma lástima. O Remo, hoje, está pagando pela sua má administração, eu como Torcedor, não o quero mais em nenhum cargo no clube, pois como a maioria dos dirigentes, não entende de Futebol e, muito mais de planejamento para o futebol. O que falo é de sua honestidade e de seu amor pelo Remo. O nosso Leão está nessa situação, não por vontade dele, mas por ele não conhecer nada sobre futebol, que é o que acontece com a maioria deles.
    Na minha opinião, não sei se vc concorda:
    1-Raimundo Ribeiro: É Honesto, mas por não entender de futebol, afundou o Remo, mesmo sem querer, por isso a torcida não o quer ver mais no Remo, inclusive eu;
    2- Arhur Tourinho: Não vejo tanta Honestidade assim, afundou o Paysandu, mas conhece os meandros do Futebol, por isso que a torcida gritou seu nome no estádio, pedindo a sua volta.
    É a minha opinião.

    1. Cláudio,
      Nos dias atuais, não ponho a mão no fogo rigorosamente pela honestidade de ninguém. O risco de sair maneta é muito alto. Diabo é quem duvida, como diria o Anaice. Quanto a Tourinho, sem dúvida, foi o maior dirigente que o Pará futebolístico já teve – nem seus inimigos podem negar esse fato.

  7. QUERIA EU QUE O LEÃO TIVESSE UM PRESIDENTE VENCEDOR IGUAL AO TOURINHO,ACHO QUE O LEÃO ESTAVA EM DIAS MELHORES,POIS CONCORDO COM O GERSON,FOI O PRESIDENTE MAIS VENCEDOR DO PARÁ…

  8. Tourinho teve seus pecados, mas encontrou muitos remando contra, justamente por sua audácia. Se não fosse isso o clube não teria as conquistas que detém. Quando Pinho em entrevista falou aquelas baboseiras todas foi motivado pela dor de cotovelo. De lá para cá só fracassos dos dirigentes dos dois clubes. Bem recente Arthur declarou que tem muitos mandando no clube, amenizou, na verdade o barco está á deriva.

  9. Gerson, não esqueça que quando vc fala que sou ingênuo, vc está tachando quase toda Torcida do Remo, de ingênuos, pois a opinião não é só minha e, sim da maioria. Mas não tem problema, também fui muito criticado quando fui contra a demissão de Edson Gaucho e a Contratação do Valtinho e, no final, provei que não estava errado. Aliás, errei sim, o Paysandu não caiu pra série D. Ô Sampaio …..

    1. Não sabia que você representava a torcida toda. De qualquer forma, duvido que sua opinião sobre o “amor de RR” pelo clube seja unânime. Enfim, cada um com a sua opinião, repito. Quanto ao Maçaranduba, não toco mais no assunto. Só volto a comentar sobre o trabalho do cidadão quando ele voltar a treinar um time. Vou respeitar suas férias sabáticas. Só lembro a você que o presidente do Paissandu, sobre a Série C, diz algo inteiramente diverso do que você pensa.

  10. JUCA, a diferênça entre Amaro Klautau, em relação ao Tourinho( que vc e o Gerson dizem ser o maior dirigente que o Pará já teve), é que, Tourinho teve, ao longo de sua carreira um planejamento, apenas para o Time de Futebol, que consistia em enfraquecer o maior rival(Remo) e criar um ótimo elenco para o Paysandu, com a contratação, sempre de um bom Técnico(que penso ser correto), que para o Torcedor, é o que interessa, ele quer ver é o time em campo e mais nada e, até a Imprensa(vide o que falou o Gerson), também tem o mesmo pensamento do Torcedor. Agora pergunto à vc: Na parte administrativa, em que o Papão Cresceu com o Tourinho? Em nada, é por isso que o Paysandu foi considerado como o Time que mais frequentou a zona de rebaixamento e, foi nessa era Tourinho. Ou seja o Paysandu ía bem dentro de campo e, se afundando Financeiramente. Porque o Papão tomou de 9×0? Porque abdicou de um projeto para também crescer Administrativamente( para poder pagar em dia seus Jogadores, Funcionários e Comissão Técnica).
    – O Amaro, faz o correto, visa crescer (se deixarem) primeiramente adiministrativamente, para quando crescer no Futebol( no campo), a parte administrativa fazer com que ele se sustente, em qual divisão que estiver, como se sustenta, hoje, o Goiás, por exemplo.
    Grande parte da Imprensa e a maioria dos torcedores, vão muito pelo que acontecem dentro de campo, mas esquecem que se a parte administrativa não funcionar, vai bater e voltar, sempre. Uma pena que só enxerga isso, que entende de planejamento para um clube e, não apenas para um time de futebol. Sempre falo, não basta ser da Imprensa, tem que entender de futebol.
    NOTA: O São Paulo ficou vários anos, se organizando Administrativamente, para,hoje, poder ter essa estrutura toda.
    O Corinthians, por não se estruturar(me parece que está fazendo isso só agora), não consegue ganhar um Torneio internacional de grande envergadura e, aliás, nem campo tem, brincadeira. Por favor, deixem o Remo Crescer, ou tenham uma outra idéia, mas consistente.

  11. Gerson, penso eu, hoje, que seria muito bom para Remo e Paysandu:

    PAPÃO: PRESIDENTE: RICARDO REZENDE ( BOM ADMINISTRADOR).
    DIRETOR DE FUTEBOL: ARTHUR TOURINHO(SABE TUDO)

    LEÃO: PRESIDENTE E VICE: AMARO KLAUTAU E ORLANDO FRADE(GRANDES ADMINISTRADORES)
    DIRETOR DE FUTEBOL: TONHÃO

    Com eles amigos, Remo e Paysandu, seriam imbatíveis, pois cresceriam em campo e Administrativamente. Seria possível?

    1. O único problema, caro Cláudio, é que nos dois casos existem posições políticas praticamente inconciliáveis. No Remo, talvez ainda haja uma chance de aproximação entre Amaro e Tonhão, mas no Paissandu duvido muito que Rezende e Tourinho se reconciliem.

Deixe uma resposta