MP investiga SAC da Celpa

As estatísticas apresentadas pelos Procons municipais de Castanhal, Marabá, Santarém, Barcarena, Breves e Parauapebas, além do Procon de Belém, mostram que o número de reclamações contra o SAC da Rede Celpa aumentou nos anos de 2008 e 2009. Por esse motivo e após receber um parecer emitido pela diretoria do Procon/PA, o Promotor de Justiça Marco Aurélio do Nascimento iniciou um procedimento administrativo para investigar a qualidade e eficiência do serviço de atendimento ao consumidor pela empresa.
O parecer do Procon mostra que em todas as ligações feitas ao SAC da empresa o serviço estava indisponível no prazo legal previsto.. Uma lei federal estabelece o prazo máximo de um minuto para o call center. “Se qualquer consumidor tentar ligar hoje para esse serviço, vai passar por uma espera que varia entre trinta minutos e uma hora, o que é liegal”, explica o promotor Marco Aurélio.
Outra irregularidade é o fato dos fiscais serem informados da inexistência de atendimento para deficientes no endereço eletrônico da Rede Celpa. “O mau funcionamento do serviço precisa ser resolvido. Caso a Rede Celpa não explique o porquê dessas falhas no atendimento, serão tomadas providências judiciais, já que o consumidor não pode ser prejudicado”, afirma.
A Rede Celpa tem 10 dias para apresentar sua defesa e fornecer ao Ministério Público uma justificativa para a falha no serviço de atendimento.

Antes tarde do que nunca.

2 comentários em “MP investiga SAC da Celpa

  1. Um absurdo uma empresa fornecedora de um serviço essencial portar-se de tal maneira. tomara que essa ação do promotor público resulte positiva para nós, consumidores, sempre desrespeitados.

  2. É quase certo qu a Celpa será federalizada pela Eletrobras.
    Espero que isso traga melhoras significativas pros serviços prestados por essa concessionária!

Deixe uma resposta