“Não me comparem a El Pibe”

Candidato a melhor do mundo na eleição deste ano, o meia-atacante argentino Lionel Messi, do Barcelona, disse nesta terça-feira, em Buenos Aires, que é “uma falta de respeito” ser comparado a Diego Maradona, porque “não haverá ninguém como ele”.

“Há apenas um Maradona, e nunca haverá outro igual”, disse o craque do Barcelona. “É uma falta de respeito me compararem a Diego”, afirmou Messi, que insistiu em dizer que é um privilégio que Maradona lhe dirija na seleção argentina. A Argentina receberá, neste sábado, a Colômbia, em partida da 13ª rodada das Eliminatórias. (Com informações da ESPN Brasil)

Essa diferença de tratamento que os jogadores argentinos dispensam a Maradona é que me encanta. Há um respeito, uma reverência especial. Aqui no Brasil qualquer babaca que faz uns golzinhos já se acha tão bom, ou melhor, que o Rei. messi argentina
 

6 comentários em ““Não me comparem a El Pibe”

  1. Falando em Eliminatórias… eu não torço mais para a seleçinha da CBF, principalmente depois do último domingo…

  2. Quando o Duque de Caxias voltou vitorioso da guerra do Paraguai, candidatou-se ao senado e elegeu-se. Lá um desses banacas da vida queria abrir uma CPI para esclarecer quantos cavalos do exército o Brasil perdeu na guerra.
    Aqui é lugar de muro baixo

  3. Gerson, e parte da imprensa tem sua parcela de culpa, pois aos domingos nos programas esportivos, o que mais se assiste é elogios aos pseudoscraques…1 abraço, Edmundo Neves

  4. Concordo. Há exageros, sim, por parte de setores da imprensa. Mas existem exceções, meu caro Edmundo. O que destaco nos argentinos é que os próprios jogadores não entram no oba-oba, são respeitosos com Maradona.

    1. Sandra,
      É verdade. Esqueci dessa voz discordante em relação a Maradona. Riquelme não se entende bem com El Pibe, embora jamais o tenha hostilizado publicamente.

Deixe uma resposta