São Marcos está de volta

Decisões por penalidades são sempre traumáticas – nós, botafoguenses, sabemos bem disso.

Acabo de ver a disputa entre Sport e Palmeiras e fiquei imaginando o sofrimento e a angústia das duas torcidas.

E aí brilhou algo que é cada vez mais importante: o talento de alguns goleiros para pegar pênaltis.

Sim, porque nem todos têm essa qualidade.

No Brasil, Taffarel era bom no fundamento. Dida também. E Marcos.

Sorte do Palmeiras.

Marcos, que pediu a camisa 12 para recordar a última Libertadores, salvou o Verdão.

Pegou três pênaltis e classificou o Palmeiras às quartas-de-final da Libertadores.

Um goleiraço, de fato.

Aos 36 anos, não existe outro com o mesmo nível no país nesse quesito – pena que seja constantemente atormentado por lesões. Júlio César é o melhor goleiro em atividade, mas Marcos é imbatível em penais.

Durante o jogo, vencido pelo Sport, também foi importante: pegou bolas difíceis, embora não tenha cortado o cruzamento rasteiro que originou o gol pernambucano.

Mas fechou o gol nos penais. E fim de papo.   

 

Bacana também foi a reação da torcida rubro-negra.

Diante do desfecho negativo, irrompeu em aplausos, reconhecendo o tremendo esforço da equipe.

Torcidas realmente apaixonadas agem assim.

6 comentários em “São Marcos está de volta

  1. Lembrei de Ronaldo atormentando a galera do Remo em duas decisões por pênaltis há alguns campeonatos paraenses atrás. O “Rei dos Pênaltis” da Curuzu saiu do bicola, mas deixou um herdeiro: Paulo Wanzeller também vem se especializando nesse fundamento.

    Curtir

  2. Lembrei da eliminação do Papão na Libertadores de 2003, quase sob as mesmas condições da eliminação rubro-negra: time com a melhor campanha na 1ª fase, sensação do torneio, com um futebol envolvente, rápido, entrosado, vistoso porém combativo… tudo como manda o figurino de uma Libertadores. Devo imaginar como se sente a torcida do Sport. Naquela eliminação do Paysandu, saí do Mangueirão com um sentimento misto de orgulho e frustração, com o orgulho ferido diriam alguns. Retirei-me do estádio como quem acaba de sair de um velório, tamanha a tristeza. Mas foi histórico, foi grandioso, foi emocionante, alegre e decepcionante. Percepções e sentimentos que, às vezes, só o futebol pode proporcionar.

    Curtir

  3. Grande Gerson…concordo com o texto. São Marcos só não deu jeito no Paisandu no Olimpico pela Copa dos Campeoes, mas aí era seria demais neh ? rsrs….o cara é bom mesmo nos tiros livres da marca do penalti….Daniel, realmente lembrou aquele jogo mesmo, Boca Juniors venceu e até hj muita gente culpa o volante Bruno…por onde andará ele ? Recife amanhece triste e ao mesmo tempo feliz, pela participação do Sport. E o Sandro fica mais uma vez nas oitavas..faz parte…abraços, Edmundo Neves

    Curtir

  4. Exatamente. E o Marcos já levou várias dessas. Lembro que, recentemente, no Brasileiro do ano passado, ele tomou um gol do Tcheco (Grêmio) desse mesmo jeito. Acho que erra o tempo da bola. Mas nos penais é infernal. Até pela envergadura, por ser um cara grandão, ele impressiona o batedor.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s