Brian Mier prevê ataques de Glenn Greenwald ao governo Lula

“Prevejo que Glenn, que já ataca o Judiciário brasileiro como autoritário por fazer cumprir o Estado de Direito, expandirá isso para todo o governo Lula”, analisou jornalista

Do Brasil247

O jornalista estadunidense Brian Mier teceu duras críticas ao colega de profissão Glenn Greenwald por ter defendido apoiadores do terrorismo brasileiro, como o youtuber Monark, alegando que estão sofrendo uma suposta “censura” do Judiciário nacional. “Glenn Greenwald passou ano eleitoral cometendo assassinato de reputação contra Lula taxando-o como “neoliberal”. Isso falhou, então ele vai para o plano B: chamá-lo de “autoritário”. Ele precisa gastar mais tempo aprendendo sobre as leis do Brasil e menos tempo defendendo fascistas pomposamente”, escreveu Mier em seu perfil no Twitter.

Mier ressaltou que as medidas adotadas contra simpatizantes de golpistas refletem uma preocupação do Brasil contra uma possível volta da ditadura: “A ditadura militar do Brasil costumava torturar crianças na frente de seus pais e enfiar ratos na vagina de prisioneiros políticos. Quando a Constituição de 1988 foi redigida, eles consideraram um crime grave tentar trazer de volta uma ditadura. Isto não é os EUA”.

Deixe uma resposta