Ana Moser assume ministério e prioriza acesso da população ao esporte

A ex-jogadora de vôlei e medalhista olímpica Ana Moser assumiu, nesta quarta-feira (4), o Ministério do Esporte. É a primeira mulher a comandar a pasta. Ana Moser disse que pretende trabalhar contra o sedentarismo em conjunto com outros ministérios como os da educação e da saúde. “O presidente Lula me convidou para ser ministra do Esporte, o que muito me honra. Mas, muito mais que honra, esta é uma missão que recebo em nome de uma causa: garantir o direito de todos ao esporte. Este foi o pedido do presidente”, declarou.

“Fazer uma revolução no esporte, fazer uma revolução do esporte na educação, uma revolução do esporte na saúde, na assistência social, nos municípios. Oferecer esporte e atividade física para a vida de todas e todos e também desenvolver o esporte amador. Este foi o pedido do presidente Lula a mim”, seguiu.

Ao longo de todo o discurso, Ana Moser indicou que o Ministério do Esporte terá foco no esporte como instrumento de política social – ou seja, sem o objetivo único de trazer medalhas e fomentar o alto rendimento. “Como no Brasil existe o esporte de alto rendimento muito maior do que esporte acessível à população, isso é retrato da extrema desigualdade presente na sociedade. E é isto que precisa ser tratado como prioridade. Precisa ser dada a amplitude que esta questão merece”, declarou.

A cerimônia aconteceu em Brasília, na sede do ministério. 

Deixe uma resposta