Abalado pela eliminação, Neymar admite repensar ideia de deixar a Seleção

Apesar das indicações de que a Copa do Qatar foi a última de Neymar na Seleção, o jogador deixou no ar que pode mudar de ideia. Abalado após a derrota para a Croácia nesta sexta-feira (9), nos pênaltis, o camisa 10 disse que precisa pensar sobre seu futuro. “Não fecho as portas para a seleção, mas também não digo 100% que vou voltar. Por isso que eu quero pensar um pouco mais sobre tudo isso”, disse o jogador após a eliminação nas quartas de final.

A declaração destoa do que o próprio Neymar disse em entrevista em outubro de 2021, para o documentário “Neymar Jr & The Line of Kings”. Na ocasião, falou que “acho que 2022 é a minha última Copa do Mundo. Encaro como a última porque não sei se terei mais condições, de cabeça, de aguentar mais futebol.”

O tudo isso engloba todo o ciclo de quatro anos até a próximo Mundial, em 2026, quando o atacante terá 34 anos. “Muita coisa para pensar agora, para raciocinar. Não quero falar nada de cabeça quente”, afirmou para os jornalistas na zona mista.

“Eu não sei. Após o jogo, passei muito mal também. É difícil assimilar o que esta acontecendo. Parece um pesadelo. Mas agora é pegar a família, abraçar as pessoas mais próximas, de onde a gente vai tirar conforto. Essa derrota vai doer por muito tempo”, ponderou.

Deixe uma resposta