Selvageria: bolsonaristas agridem e quebram o nariz de músico que festejava formatura do irmão

O jovem músico Matheus Oliveira denunciou através das redes sociais, nesta quinta-feira (1), que foi perseguido, agredido e teve o nariz quebrado por um grupo de bolsonaristas na cidade de Castanhal (PA), cidade em que vive. O caso aconteceu na quarta-feira (30) em frente ao Tiro de Guerra, uma unidade do Exército no município.  

Oliveira conta que foi ao local para celebrar a formatura de seu irmão no Exército. Nas proximidades, havia um ato de bolsonaristas que não aceitam o o resultado das eleições. Segundo o jovem, ele estava comemorando com sua família quando os bolsonaristas se aproximaram com caixas de som para interromper a celebração. 

“Eu no meu direito de liberdade estava batendo fotos com o sinal do ‘L’ para mostrar nossa indignação por tudo aquilo que eles estavam fazendo, foi quando eles começaram a falar várias ofensas”, narra o músico. 

Matheus Oliveira, então, teria decido ir embora e, assim que dobrou a esquina, sete bolsonaristas o aguardavam e teriam gritado que ele “vai ter que ajoelhar e pedir perdão”. As agressões, segundo conta o músico, começaram neste momento. Um dos membros do grupo teria o empurrado e outro o desferiu um soco no rosto, quebrando seu nariz. 

Após as agressões, os bolsonaristas fugiram e Matheus, ainda com o nariz sangrando, passou a gravar um vídeo para denunciar a situação e localizar os agressões. Ao fundo, é possível ouvir um bolsonarista dizendo que ele “caiu no chão”. 

O jovem foi socorrido em uma unidade de saúde, onde foi constatada a fratura no nariz, e levou pontos. Ele ainda aguarda confirmação médica sobre a necessidade de passar por uma cirurgia. Oliveira também registrou boletim de ocorrência na delegacia de Polícia Civil da cidade. (da Revista Fórum)

Deixe uma resposta