Com Equador eliminado, América do Sul fica perto de seu pior desempenho em mata-matas da Copa do Mundo

A América do Sul segue representada no Mundial do Qatar por apenas três seleções: Argentina, Brasil e Uruguai. O Equador foi eliminado ontem ao perder para Senegal. Apesar da classificação antecipada do Brasil, com duas vitórias e 100% de aproveitamento no Grupo G, os outros dois tradicionais times do continente correm sério risco de ficar de fora das próximas fases da competição.

Os argentinos têm uma decisão às 16h (de Brasília) desta quarta-feira (30) contra a Polônia, e precisam ganhar para continuar na Copa. Os uruguaios têm situação mais delicada. Na lanterna do Grupo H, precisam derrotar Gana às 12h de sexta (2) para avançar na competição e enfrentar provavelmente o Brasil nas oitavas.

Mesmo que Argentina e Uruguai se classifiquem, o continente igualará seu aproveitamento na Copa de 2006, na Alemanha, quando Brasil, Argentina e Equador continuaram na disputa depois da fase de grupos. Com dois classificados, a América do Sul repetiria o desempenho de 2002. Na Copa da Coreia do Japão, o Brasil e o surpreendente Paraguai seguiram para o mata-mata, enquanto Argentina e Uruguai deram adeus

No caso de classificação isolada do Brasil às oitavas, este seria o pior desempenho do continente desde a adoção do atual formato da Copa do Mundo, com 32 países, inaugurado no Mundial da França, em 1998.

Deixe uma resposta