Governadores entregam carta e Lula garante apoio à realização da COP na Amazônia

Os governadores do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal entregaram, nesta quarta-feira (16), uma carta aberta ao presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva. O documento sinaliza o pedido dos governadores para cooperação mútua do estados amazônicos e Governo Federal em favor de políticas orientadas à conservação e ao desenvolvimento sustentável da região.

“No contexto dessa colaboração, propomos um esforço conjunto que permita maior celeridade na tramitação dos apoios internacionais, em particular aqueles na área financeira, de modo a transformar a realidade da floresta e das comunidades locais em prazos mais curtos. Precisamos da floresta viva, isto é, capaz de prover serviços ambientais e gerar remuneração por eles e pelos produtos dela derivados. Essa noção de vida é o marco que nos permitirá a monetização da floresta enquanto nova ‘commodity’ no mercado de bens e serviços ambientais”, propõe um trecho da carta.

O documento foi lido pelo governador do Pará, Helder Barbalho, que está liderando temporariamente o grupo de governadores do Consórcio durante a 27ª COP, Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU), que é realizada no Egito. “Em nome dos povos da floresta. O senhor tem liderança e autoridade para propor à ONU que o Brasil seja sede da COP. Eu gostaria de fazer um pedido. Além do gesto extraordinário do Brasil protagonizar a Cúpula do Clima, queria ir adiante, que o senhor além do senhor propor que a COP aconteça no Brasil, quero lhe pedir que o senhor possa oferecer a Amazônia para sediar a COP”, solicitou Helder Barbalho.

“É importante para que possamos levar o planeta para debater a Amazônia conhecendo a região. Não conhecendo apenas a Amazônia pelas redes sociais, distância dos livros ou pelo acesso à informação, mas conhecendo a Amazônia e seu povo com o pé no chão, olhando para nós de frente e construindo conosco uma Amazônia com sustentabilidade e justiça social”, conclamou o governador paraense.

Lula quer COP na Amazônia

Em resposta aos governadores, o presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou que o pedido para o Brasil receber uma edição da COP é estratégico e que irá articular para o país receber o evento. “Podem ficar certos que vou falar com o secretário geral da ONU e vamos pedir para que essa COP de 2025 seja feita no Brasil e na Amazônia. Temos dois Estados aptos para receber qualquer conferência internacional, que são o Amazonas e o Pará”, disse Lula.

“É mais do que justo que nós recuperamos a aliança entre federativa que já tivemos no Brasil para que o Governo Federal governe em comum acordo com os governadores. E mais ainda, que o Governo Federal volte a governar com os prefeitos porque não é possível haver distanciamento entre o presidente da república e os governadores e prefeitos”, sinalizou o presidente eleito.

Carta dos Governadores da Amazônia Legal.

Um comentário em “Governadores entregam carta e Lula garante apoio à realização da COP na Amazônia

  1. E QUE essa COP seja no Pará, tendo em vista o protagonismo do governador Helder Barbalho.
    Depois de tudo, não tem graça nenhuma prestigiar o Amazonas, governado por um bolsonarista.
    Helder não pode deixar cair no esquecimento a promessa.

Deixe uma resposta