Deputada protocola pedido para que Ministro da Defesa seja convocado a falar sobre atos golpistas

O requerimento foi protocolado nesta quinta-feira, 10, e pede que o ministro preste esclarecimentos sobre o eventual envolvimento do Exército nas manifestações em frente aos quartéis

A deputada federal Vivi Reis (PSOL-PA) protocolou nesta quinta-feira, 10, requerimento para a convocação do Ministro de Estado da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, para que para que preste esclarecimentos ao Plenário da Câmara dos Deputados sobre as manifestações antidemocráticas e anticonstitucionais que vêm ocorrendo desde o encerramento do segundo turno das eleições nas proximidades de instalações do Exército Brasileiro.

Convocados por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro em diferentes regiões do país, os atos pedem por “intervenção militar” e “intervenção federal”, em total desrespeito à vontade da maioria da população brasileira, que votou e elegeu o ex-presidente Lula para cumprir um novo mandato. No texto do requerimento, a deputada destacou o caráter abertamente golpista das manifestações, que pedem que as Forças Armadas “salvem o país”, com o único objetivo de impedir a posse do presidente eleito.

“Em Belém, os golpistas se concentram em frente ao 2º Batalhão de Infantaria de Selva na Avenida Almirante Barroso e vinham ocupando a calçada com barracas e lonas, inclusive utilizando os muros do quartel para sustentação das estruturas, que impediam o tráfego de pedestres no local. Diante deste quadro, é preciso que o ministro da Defesa informe se houve colaboração ou conivência de pessoal das Forças Armadas com a instalação e manutenção desses equipamentos de apoio. Esta é uma situação de grave atentado ao Estado Democrático de Direito e que justifica a convocação” explicou Vivi Reis.

Deixe uma resposta