Futuro presidiário

“Bolsonaro disse um dia que só três alternativas o tirariam do Planalto: ser preso, ser morto ou perder a eleição. ‘A primeira alternativa não existe’, arrotou — frase que eu de vê-lo repetir agora. A terceira já se confirmou. E ninguém lhe deseja a segunda. Ao contrário, todos o querem vivo para pagar por seu legado. Pena Bolsonaro não ter tempo de vida para cumprir todas as sentenças que receber […]”.

Ruy Castro, jornalista e escritor

Deixe uma resposta