Pela primeira vez na história, Crea-PA será presidido por uma mulher

Em eleição realizada nesta quinta-feira, 3, a engenheira civil Adriana Falconeri Boy tornou-se a primeira mulher a ser eleita presidente na história do Crea-PA. Ela recebeu 2.498 votos (48,93%) em pleito realizado no formato on-line. Adriana assumirá para um mandato-tampão até 31 de dezembro de 2023, referente ao restante da gestão do presidente Renato Milhomem, que morreu em junho de 2022, no exercício do cargo.

Adriana Falconeri tem 37 anos de idade e é funcionária do Crea desde 2011, quando foi aprovada em concurso público. Ao começar a atuar no Conselho, decidiu cursar engenharia civil e atua na área desde 2018. Antes de se licenciar para concorrer, atuava como superintendente regional na Inspetoria de Santarém.

A nova presidente tomará assim que o resultado for homologado em reunião plenária do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea). A data-limite é 25 de novembro.

Em uma eleição que bateu recorde no número de eleitores votantes, 5.105 profissionais votaram. O resultado final ficou assim:

  • Adriana Falconeri: 2.498 (48,93%)
  • André Tavares: 1.282 (25,11%)
  • Clarindo Junior: 1.257 (24,62%)

Deixe uma resposta