Rock na madrugada – Audioslave, “I Am the Highway”

“Eu não sou sua roda, eu sou a rodovia/eu não sou seu tapete voador, eu sou o céu/não sou o vento soprando, eu sou o relâmpago/ não sou a sua lua do outono, eu sou a noite”. Com estes versos matadores, I Am the Highway catapultou o primeiro disco da superbanda Audioslave em direção às primeiras posições das paradas no mundo todo e diretamente ao coração de milhares de fãs.

O grupo surgiu em 2001, em Los Angeles, na California, juntado Chris Cornell (do Soundgarden, importante banda do grunge de Seattle) e remanescentes do Rage Against the Machine – o virtuose da guitarra Tom Morello e seus companheiros Brad Wilk e Tim Commerford. Cornell de vez em quando se reapresentava com o Soundgarden.

A cozinha fenomenal do Rage se integrou magistralmente à voz rascante e sofrida de Cornell, também um excelente compositor. I Am the Highway trata de depressão, desesperança e redenção. A banda se desfez com a morte de Cornell, vítima de uma dosagem errada de antidepressivos, segundo a família, que jamais confirmou a versão de suicídio.

Deixe uma resposta