Lula no Flow: “Bolsonaro tem uma rede de robôs e mente descaradamente”

Ex-presidente disse que existem políticos sérios em todos os campos ideológicos, da direita à esquerda, e que não é necessário mentir para fazer política

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou a fábrica de notícias falsas que tomou conta da política com a ascensão do bolsonarismo. Ao comentar o formato do primeiro debate no segundo turno, durante entrevista no Flow Podcast nesta terça-feira (18/10), ele afirmou que a campanha de Jair Bolsonaro é uma fábrica de mentiras e que seu adversário é um mentiroso compulsivo.

“Todo segundo turno o debate é mais flexível. Eu já tive com o Alckmin, eu já tive com o Serra, é um quase melhor que você tem uma hora e meia, você e seu adversário. O problema de debater com o ‘Bozo’ é que ele é um mentiroso compulsivo”, declarou Lula.

As notícias falsas, explicou o ex-presidente, estão ajudando pessoas que não prestam. “O Bolsonaro mente descaradamente de coisas mais absurdas que acontecem e ele tenta passar aquilo como se fosse verdade. Ele tem uma rede poderosa de robôs em que ele consegue fazer que essas mentiras cheguem a todo mundo em tempo real. É uma verdadeira fábrica de mentir a campanha do Bolsonaro”, afirmou.

Por outro lado, Lula falou que existem políticos sérios em todos os campos ideológicos, da direita à esquerda, e que não é necessário mentir para fazer política, pois mesmo que demore, a verdade prevalece.

“Eu estava vendo um vídeo do Bozo esses dias, naquele vídeo que ele está falando das meninas venezuelanas, ele fala textualmente ‘tenho que mentir, é preciso mentir, o político tem que mentir’. Porque sempre é mais fácil acreditar em uma mentira. Uma mentira, dizia minha mãe, ela voa. A verdade engatinha”, completou.

O deputado federal André Janones (Avante-MG) ironizou bolsonaristas nas redes sociais após o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva bater o recorde de audiência em acessos simultâneos registrado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), ao participar de entrevista no Flow Podcast, no YouTube.

“Eu planejei fazer um vídeo todo emocionado comemorando, mas foi tão fácil que nem teve graça! Chupa, @CarlosBolsonaro”, ironizou o deputado, que está ajudando na campanha de Lula.

O político também comemorou a audiência de mais de um milhão de espectadores simultâneos na transmissão ao vivo. Janones se candidatou à presidência, mas em agosto oficializou que saiu da disputa para apoiar o petista.

“1 MILHÃO DE PESSOAS! Quebramos a internet! Que venham os robôs, porque do lado de cá tem um exército de gente de verdade! ESSE É O TAMANHO DA DEMOCRACIA DO NOSSO PAÍS!”, tuitou.

Respondendo a um tuíte do UOL sobre a reportagem da audiência do petista no podcast, Janones voltou a provocar os filhos de Bolsonaro e a deputada federal bolsonarista Carla Zambelli (PL-SP).

Ontem, Janones convocou os eleitores de Lula para assistir à participação do petista no podcast “Flow” para conseguir quebrar o recorde de audiência obtido pelo candidato à reeleição, quando ele esteve no mesmo programa em agosto.

“Conforme anunciei ontem, está confirmada a ida de Lula no ‘Flow’ amanhã [terça-feira], às 19h. Bora quebrar o recorde de audiência? Quem topa o desafio?”, publicou o deputado mineiro no Twitter.

Nas redes sociais, o “Flow”, um dos maiores podcasts do país, com mais de quatro milhões de inscritos. Jair Bolsonaro esteve no “Flow” em agosto, durante o período de pré-campanha. Na ocasião, ele conseguiu mobilizar mais de 550 mil pessoas nas redes sociais.

(Com informações do UOL, Folha de SP e Comunicação do PT; fotos: Ricardo Stuckert)

Um comentário em “Lula no Flow: “Bolsonaro tem uma rede de robôs e mente descaradamente”

  1. O JOGO é muito desigual.
    De um lado um time bom que atua dentro das regras do jogo. Do lado de lá, um adversário (inimigo, melhor dizendo) que dá tesouradas, faz faltas desclassificantes e violentas, apela para tudo que é antijogo. A arbitragem (tribunais, mídias…), fazendo vista grossa, permite tudo, mas quando o capitão do time prejudicado vai ao árbitro e reclama, ele recebe cartão amarelo e depois vermelho. Joga-se contra a arbitragem vergonhosamente parcial, joga-se contra uma torcida violenta, joga-se contra cartolas e mídias venais.

    Que Deus permita que, contra tudo isso, ainda assim ganhemos essa partida e se faça justiça.

Deixe uma resposta