Chance de reposicionar o Brasil no rumo da ciência, da saúde, da educação e da paz

Por Claudio Salgado (*)

O que fazia o Presidente da República do Brasil na periferia de Brasília, “pintando um clima” com crianças de 14-15 anos, “todas lindas”? Na própria confissão, diz o presidente que pediu para entrar na casa delas. E finaliza inferindo que estariam se aprontando para a prostituição ou para “ganhar a vida”, como dito por ele mesmo. E diz isso poucos dias depois da sua ex-ministra dos direitos humanos expor verdadeiras atrocidades sobre supostos atos de pedofilia na ilha do Marajó, até o momento não confirmados, e que nada teria feito para resolver. Aliás, tudo isso exposto e relatado na frente de outras crianças, em um culto!

O que fez mesmo o Presidente desta República para resolver aquela situação de meninas supostamente em situação de risco? NADA!

Nos capítulos seguintes, a Venezuela se manifesta dizendo que a referida casa é uma casa de apoio aos migrantes no Brasil e, em seguida, o Presidente da República reclama… adivinhem… do PT (!!!) pela suposta divulgação do referido vídeo da confissão.

Não sei se foi o PT, e isso pouco importa. Mais uma vez, se vê muito claramente a face do atual presidente, com mais uma de suas “qualidades”, para além da misoginia, do racismo, de todas as vertentes do autoritarismo, e de tudo mais que temos acompanhado nesses últimos 4 anos de surgimento desta figura, até então apagada nos seus 27 anos de congresso nacional.

Ainda me impressiona colegas da academia, das universidades, de institutos de pesquisa, que continuam insistentemente votando nisso aí. Está além da minha compreensão. Onde pretendem chegar?

Obviamente, é um claro retrocesso a manutenção dessa situação, um claro atraso para o Brasil. Há 4 anos era “contra o PT”. Relevamos e tentamos compreender. E agora, é contra quem ou contra o quê? Contra a humanidade? Contra a Amazônia, o meio ambiente e a biodiversidade? Contra mais equidade? Continuo incrédulo com as pessoas que se mantém votantes nisso aí. É muito retrocesso. Em poucos dias teremos a chance de reposicionar o Brasil no rumo que precisa, da ciência, da saúde, da educação e da paz. Que assim seja!

(*) Médico

Deixe uma resposta