Lula recebe bênçãos de frades franciscanos e fala sobre o Círio de Nazaré

Em encontro com frades franciscanos na tarde desta terça-feira (04/10), em São Paulo (SP), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou seu compromisso de tratar a educação com total prioridade num novo governo, com políticas de inclusão e permanência de jovens pobres no ensino superior, como foi feito nas gestões anteriores. Na conversa com os frades, Lula mencionou o Círio de Nazaré, em Belém, dizendo que foi convidado pelo governador Helder Barbalho, mas que preferiu não acompanhar a procissão para evitar que o acusem de exploração política. Disse, porém, que sua esposa Janja estará presente à grande procissão da padroeira dos paraenses, no próximo domingo, 9.

“Frei Davi, a questão que você coloca da educação, para nós, é uma questão de honra. A gente vai ganhar essas eleições e a educação vai voltar a ser prioridade zero. Nós vamos cuidar da educação porque é, a partir da educação, que a gente vai transformar o povo brasileiro. Não existe possibilidade de o mundo ter desenvolvimento senão houver educação, a formação, a qualificação das pessoas. A educação é a base”, disse, em diálogo direto com frei Davi, fundador do Educafro, instituição voltada para inclusão jovens negros e pobres na universidade.

Frei Davi, frade franciscano que se encontrou com Lula por causa da celebração do Dia de São Francisco de Assis, pediu ao ex-presidente atenção à educação e à criação de instrumentos, como bolsa moradia e bolsa alimentação, que garantam que jovens pobres não abandonem seus cursos universitários por falta de condições de estudar.

O ex-presidente lembrou que seus governos mudaram o perfil das universidades brasileiras, que antes eram majoritariamente brancas e hoje têm 51% de negros e pardos. Com as políticas dos governos Lula, tocadas diretamente pelo então ministro Fernando Haddad, o número de jovens na universidade saltou de 3,5 milhões para 8 milhões.

Uma das marcas da gestão petista, o avanço na educação deu-se por programas como Prouni, Fies, Sisu e Reuni, além da criação de 18 novas universidades federais e centenas de escolas técnicas em diferentes regiões do Brasil.

SINTONIA FRANCISCANA

Ao iniciar sua fala, frei Davi lembrou que os ideais de Lula são afinados com os princípios franciscanos de amor ao próximo e justiça social, além dos cuidados com o meio ambiente e os animais. “Queremos muito que o Brasil volte a ser governado por alguém que tenha a sintonia franciscana, na sintonia com a ecologia. Não podemos fazer esse mal ao planeta Terra. O planeta Terra precisa do amor da Amazônia e a Amazônia não pode abandonar o planeta Terra”.

No encontro, frei Davi contou que começou o dia abençoando uma senhora, fiel da igreja, que pediu que a benção fosse estendida ao ex-presidente Lula pelo trabalho voltado aos mais pobres. Davi contou que abençoou a idosa novamente e procurou a campanha de Lula para dar a benção pessoalmente. (Fotos: Ricardo Stuckert)

Deixe uma resposta