Contagem regressiva

Em cinco dias iremos às urnas, e diremos não ao neofascismo bolsonarista. Se depender de você e de mim, certamente nosso país jamais será fascista. Mesmo aos trancos e barrancos, vamos seguir construindo uma sólida democracia e um avançado Estado de direito que tenha lugar para todos: indígenas e negros, evangélicos e católicos, ateus e umbandistas, mulheres e LGBTQIA+, pobres e imigrantes. Que venha 2 de outubro! Já escuto o canto da vitória do amor sobre o ódio e da liberdade sobre a servidão. Será um grande dia para todos nós!

[Iran de Souza, professor e jornalista]

Deixe uma resposta