Nova ameaça bolsonarista: TSE suspeita de “inscrição combinada” de mesários

Técnicos do Tribunal Superior Eleitoral temem que tenha havido inscrição combinada de mesários bolsonaristas para trabalhar nas eleições do próximo domingo (2/10). A suspeita é que esta pode ser uma das razões de recorde de inscrições neste ano. Do total de 2 milhões que trabalharão nas eleições, 830 mil (ou 48%) se voluntariaram para trabalhar na votação.

O número de mesários que se ofereceram espontaneamente é 93% maior que na última eleição geral, quando havia 430 mil voluntários. Embora todos os mesários passem por treinamento e sejam repassadas a eles todas as regras sobre o dia do voto, há um temor dos técnicos de que algumas delas não sejam respeitadas por mesários bolsonaristas, a exemplo da obrigação de o eleitor entregar o celular no momento em que estiver votando.

(Por Guilherme Amado, no Metrópoles)

3 comentários em “Nova ameaça bolsonarista: TSE suspeita de “inscrição combinada” de mesários

  1. Pode ser uma estratégia para dizer que as eleições foram fraudadas, ou ainda, tentar burlar inchando as urnas de votos, sem eleitor tendo aparecido, pois no livro de assinaturas dos votantes, estão todas as informações das pessoas, isso parece ser uma das estratégias para invalidar as urnas eletrônicas, e justificar a fala do presidente, tá copiando exatamente a mesma fala do Trump.

Deixe uma resposta