Vitória de Patrícia Campos Mello e do jornalismo sobre Bolsonaro

A decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo de confirmar a condenação do presidente Jair Bolsonaro por ofensas contra a jornalista Patrícia Campos Mello, repórter do jornal “Folha de São Paulo”, é uma vitória para o jornalismo e para todas as mulheres. É uma vitória da luta das mulheres contra a misoginia, contra o desrespeito, contra as ameaças, contra as “brincadeiras” machistas, principalmente a que foi feita contra Patrícia, que embutia uma insinuação de conotação sexual.

O ataque de Bolsonaro à honra da jornalista Patrícia Campos Mello atingia a todas as jornalistas. As mulheres têm sido ofendidas ao longo da história e principalmente as mulheres jornalistas são alvo das ofensas do governo como um todo, e particularmente do presidente Jair Bolsonaro. Ele ataca as mulheres jornalistas com especial violência. 

Quando Patrícia resolveu ir à Justiça para cobrar seus direitos estava fazendo em nome de todas nós. Depois de um voto muito ruim a favor de Bolsonaro, do desembargador Salles Rossi, hoje a relatora do caso, Clara Maria Araújo Xavier, pediu a condenação do presidente e ainda elevou a multa. A tese da relatora foi a vencedora e Patrícia Campos Mello venceu por 4 votos contra 1. (Comentário de Miriam Leitão na CBN)

Deixe uma resposta