Ícone do site Blog do Gerson Nogueira

Que vexame, Leão! Altos aplica virada em 5 minutos, vence o jogo e derruba Bonamigo

Pôster do YouTube

Os primeiros 45 minutos do jogo não indicavam que a noite seria tão trágica para os azulinos, neste domingo, no Baenão. Com um golaço de Fernandinho, logo nos primeiros minutos, o Remo impôs um ritmo forte com marcação alta e pressão permanente. Brenner perdeu um gol de cara, Vanilson desperdiçou duas grandes chances e Netto mandou um chute forte no travessão. Além disso, a arbitragem anulou um gol de cabeça de Marciel.

O gol de Fernandinho fez explodir a torcida do Leão, aos 11 minutos. Ele recebeu um rebote junto à grande área e mandou um chute forte e bem colocado na gaveta esquerda do goleiro Rafael. Quase na metade da primeira etapa, Brenner se lesionou e Vanilson entrou no ataque. A mudança não alterou muito a ofensividade do time, que continuou apertando a zaga do Altos e criando situações.

Veio o 2º tempo e, como já é rotineiro, o Remo cedeu espaço ao Altos, que começou a sair de seu campo e ameaçar. O time azulino parecia sonolento, sem ímpeto. Logo de cara, Dieguinho criou uma confusão na área azulina e quase a bola sobrou para o centroavante Manoel. Aos 3 minutos, Elielton passou para Manoel, que chutou rasteiro na saída de Vinícius. A bola estourou na trave esquerda e saiu.

A reação do Altos se acentuou. Cansado, o Remo não avançava mais, exibindo uma queda de rendimento impressionante. Manoel teve outra boa chance, mas Vinícius conseguiu salvar. Logo em seguida, veio o gol anulado por impedimento. Ramon tocou para as redes, mas Valderrama estava adiantado.

O gol de empate se desenhou aos 37′. Em escanteio da esquerda, o zagueiro Lucas acerta cabeceio no travessão. Logo depois, aos 45′, depois de tanto insistir, o gol piauiense finalmente aconteceu. Sem receber combate, Lucas conduziu a bola e acertou uma bomba em tiro de longa distância.

Atordoado, o Remo foi à frente, abriu ainda mais a marcação – que estava entregue a Uchoa e Jean Patrick – e perdeu por completo o duelo de meia-cancha. Por ali, o Altos trocava passes em velocidade e levava constante perigo. Em rara subida, o Remo perdeu boa chance com Albano. Aos 49′, em bola perdida pela zaga remista, veio o escanteio que mudou a história do jogo. A bola foi cruzada, os zagueiros não subiram e Ramon cabeceou sozinho. Altos 2 a 1.

BONAMIGO DISPENSADO

Ainda no estádio, o presidente Fábio Bentes anunciou a dispensa do técnico Paulo Bonamigo, cujo trabalho era muito questionado no Brasileiro da Série C. Taticamente confuso e emocionalmente instável, o Remo vinha perdendo pontos preciosos na campanha. O vexame deste domingo foi apenas a gota d’água. A direção reuniu logo após a partida para definir o substituto. As especulações giram em torno dos nomes de Eduardo Baptista, Hélio dos Anjos (Ponte Preta), Geninho (livre), Mozart (livre) e Luizinho Lopes.

Sair da versão mobile