Ícone do site Blog do Gerson Nogueira

Pressão bolsonarista faz XP Ipespe suspender pesquisas semanais sobre o quadro eleitoral

XP Investimentos cancelou a divulgação de pesquisas eleitorais semanais, conduzidas pelo Instituto Ipespe. A decisão ocorre dias depois de a empresa ter sido alvo de ataques e ameaças de boicote por parte de aliados do presidente Jair Bolsonaro (PL), que têm aparecido na sondagem em desvantagem em relação ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ao UOL, a corretora de investimentos afirmou que a medida visa a viabilizar a apresentação de um panorama mais completo sobre as eleições deste ano.

“A realização das pesquisas terá periodicidade mensal, com número de entrevistas ampliado em relação às realizadas nos levantamentos anteriores, oferecendo uma ferramenta ainda mais ampla para que os investidores compreendam o cenário eleitoral e seus impactos no mercado”, disse a empresa.

Com a decisão, o resultado da sondagem, que seria divulgado na próxima sexta-feira (10), foi retirado hoje do site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Ao UOL, integrantes da equipe que representa Lula junto a tribunais superiores afirmaram que avaliam levar o caso à Justiça. A avaliação, contudo, é que o MPE (Ministério Público Eleitoral) vote pela improcedência de eventual ação do PT sobre o caso.

O último levantamento, divulgado na sexta-feira (3), mostrou Lula com vantagem de 11 pontos percentuais sobre Bolsonaro. O petista tinha 45% das intenções de voto contra 34% de Bolsonaro na pesquisa estimulada —quando é apresentada uma lista de pré-candidatos. Na pesquisa espontânea, Lula ficou com 39% das intenções de voto, e Bolsonaro com 29%.

Uma divulgação, em que o Ipespe ouviu 1.000 eleitores de todas as regiões do Brasil de 30 de maio a 1º de junho, por telefone, provocou, por parte de apoiadores de Bolsonaro, manifestações nas redes sociais contra a corretora de investimentos. O mapeamento mostrou que 35% dos brasileiros avaliam que Lula é honesto. Bolsonaro pontuou com 30.

Sair da versão mobile