Avassalador, Leão goleia Campinense e assume a 5ª posição na Série C

O Remo aplicou sua primeira goleada no Brasileiro da Série C, aplicando 4 a 0 sobre o Campinense-PE em sua melhor atuação no campeonato nesta segunda-feira (6) à noite, no Baenão completamente lotado. O jogo fechou a 9ª rodada do Brasileiro. Com um jogo de aceleração desde, o Remo dominou o adversário e abriu vantagem de 2 a 0 ainda no 1º tempo, com gols de Brenner e Erick Flores.

O Remo iniciou a partida buscando pressionar o Campinense. Logo aos 2 minutos, Brenner recebeu na área, mas furou na hora de finalizar. Em seguida, Marciel aparou de fora da área, mas a bola foi à direita do gol. Aos 7′, foi a vez de Bruno Alves soltar a bomba em cobrança de falta, mas a bola bateu na zaga antes de chegar a Brenner. Marciel arriscou de novo, errando outra vez.

Aos 22′, o Remo fez o gol, com Uchoa, mas a arbitragem apontou impedimento de Brenner. Lance duvidoso. Aos 30′, a rede balançou para valer: Márcio falhou e Bruno Alves roubou a bola, avançou até a área e passou para o artilheiro Brenner definir.

O jogo era inteiramente do Remo, que mantinha forte presença no ataque, graças à movimentação de Erick Flores, Marciel e Fernandinho a partir do meio-campo. Aos 34′, o zagueiro Márcio vacilou novamente e teve a bola roubada por Erick Flores dentro da área. O meia-atacante ainda deu uma finta em Paulo Victor e tocou, com estilo, na saída do goleiro Mauro Iguatu. Aos 39′, Emerson recebeu à entrada da área e disparou de esquerda. Vinícius fez excelente intervenção.

Ainda no primeiro tempo, aos 44′, Brenner recebeu lançamento entre os zagueiros, entrou livre na área, mas bateu rasteiro e Iguatu conseguiu defender com os pés, evitando o terceiro gol remista. teve a chance de ampliar, mas bateu em cima do goleiro, no último lance perigoso da primeira etapa.

Segundo tempo

O Remo continuou intenso no início da etapa final. Aos 3 minutos, Uchôa pegou sobra e finalizou com perigo. O Leão continuou em cima, buscando o terceiro gol. Ele saiu aos 18 minutos. Bruno Alves bateu escanteio e Daniel Felipe marcou de cabeça. Quatro minutos depois, o goleiro Mauro Iguatu falhou e a bola ficou com Vanilson apenas empurrar para o gol. Aos 28, João Paulo arriscou de longe e Vinícius acompanhou a saída da bola. O Campinense buscava diminuir em chutes de longa distância, enquanto o Remo apenas admistrava a goleada. Sem maiores chances, a partida terminou 4 a 0 para o time paraense.

O Remo voltou com a mesma pegada para o 2º tempo e seguiu dando as cartas. Aos 18′, bola erguida na área paraibana foi afastada com o braço, mas o árbitro mandou a jogada seguir, sem assinalar a penalidade clara. De tanto insistir, o Leão chegou ao terceiro gol aos 20′.

Bruno Alves, um dos destaques na segura apresentação do Remo, bateu escanteio e o zagueiro Daniel Felipe cabeceou para as redes. A torcida ainda festeja o terceiro gol quando Fernandinho lançou Vanilson na área e o atacante conseguiu ganhar a disputa com o goleiro e um zagueiro, tocando livre para as redes e fechando o placar em 4 a 0.

Logo depois, Douglas Lima acertou uma entrada violenta em Ricardo Luz, recebendo apenas o cartão amarelo. A falta era para expulsão direta, o que revoltou os jogadores azulinos. Ainda havia tempo para mais um erro grave do árbitro Artur Rabelo (ES), que deixou um pênalti sobre o lateral Renan Castro, atropelado na área quando ia finalizar.

Com o resultado, o Remo chegou à 5ª colocação na Série A com 16 pontos e completou quatro vitórias em casa. Ampliou também sua artilharia, passando a ocupar o 2º lugar nesse quesito com 16 gols marcados. Pela 10ª rodada, o Remo visita o Volta Redonda na próxima segunda-feira, 13, às 20h, no estádio Raulino de Oliveira.

3 comentários em “Avassalador, Leão goleia Campinense e assume a 5ª posição na Série C

  1. MELHOR jogo do Remo. Bruno Alves, em cujo futebol eu não confiava, calou a minha boca. Eric Flores, um monstro. Vamos agora ver se não repete os erros de antes ao jogar fora de casa, desta vez enfrentando o Volta Redonda.

  2. Foi um jogo de ataque contra defesa, por sinal muito frágil a do adversário, cujo o ataque não ofereceu riscos. O Remo deveria ter feito mais gols, pois o Campinense não mostrava reação, time muito desorganizado.
    No final valeram os três pontos.
    Vamos aguardar o jogo do Volta Redonda, o qual possui um bom ataque. Será um excelente teste para as pretensões do Remo nesta série C.

  3. Continuo na minha, contendo qualquer empolgação com esse time do Remo. Esses altos e baixos já vem de algum tempo. Sempre fico na expectativa que o time engrene e passe a jogar de maneira confiável, com regularidade. O adversário de ontem não é lá essas coisas. Focando só no desempenho dessa partida, é dessa maneira que desejo que o Remo jogue sempre, onde todos os setores do time funcionem em harmonia e toda os onze jogadores tenham uma boa performance, sem desníveis acentuados. A próxima partida dirá se o Remo engrenou ou não.

Deixe uma resposta