Datafolha: Lula amplia vantagem para 48% e aumenta chance de vencer no primeiro turno

Pesquisa do instituto Datafolha divulgada nesta quinta-feira (26) pelo jornal “Folha de S.Paulo” revela os índices de intenção de voto para a eleição presidencial de 2022. Foram apresentados como pré-candidatos: Lula (PT), Jair Bolsonaro (PL), Ciro Gomes (PDT), André Janones (Avante), Simone Tebet (MDB), Luciano Bivar (União Brasil), Felipe D’Ávila (Novo), Eymael (DC), Pablo Marçal (Pros), General Santos Cruz (Podemos), Leonardo Péricles (UP), Sofia Manzano (PCB) e Vera Lúcia (PSTU).

1º turno

  • Lula (PT): 48%
  • Jair Bolsonaro (PL): 27%
  • Ciro Gomes (PDT): 7%
  • André Janones (Avante): 2%
  • Simone Tebet (MDB): 2%
  • Pablo Marçal (Pros): 1%
  • Vera Lúcia (PSTU): 1%
  • Em branco/nulo/nenhum: 7%
  • Não sabe: 4%

O Datafolha também pesquisou os votos válidos no primeiro turno, que são os votos excluídos os brancos e nulos. Pelo percentual, Lula venceria no primeiro turno se a disputa fosse hoje.

Votos válidos

  • Lula (PT): 54%
  • Bolsonaro (PL): 30%

A pesquisa ouviu 2.556 pessoas entre os dias 25 e 26 de maio em 181 cidades brasileiras. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

A pesquisa estimulada não pode ser comparada com o levantamento anterior, de 22 e 23 de março, porque adota cenários diferentes. Naquele levantamento, Lula registrou 43% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro tinha 26%.

Lula cresce na pesquisa espontânea

A pesquisa espontânea, que pode ser comparada com a anterior, aponta um avanço de Lula, que passou de 30% em março para 38% agora. Bolsonaro tinha 23% em março e oscilou para 22%.

  • Lula (PT): 38% (30% em março)
  • Jair Bolsonaro (PL): 22% (23% em março)
  • Ciro Gomes (PDT): 2% (2% em março)
  • Simone Tebet (MDB): 1% (não foi considerada na pesquisa de março)
  • Outros candidatos: 3% (eram 5% em março)
  • Em branco/nulo/nenhum: 5% (eram 8% em março)
  • Não sabe: 29% (eram 32% em março)

Onde cada um vai melhor

Segundo o Datafolha, Lula vence Bolsonaro:

  • Entre as mulheres (49% a 23%);
  • Entre os que têm de 16 a 24 anos (58% a 21%);
  • Entre os que estudaram até o ensino fundamental (57% a 21%);
  • Entre as pessoas com renda de até dois salários mínimos (56% a 20%);
  • Entre os moradores da região Nordeste (62% a 17%);
  • Entre os autodeclarados pretos (57% a 23%);
  • Entre os católicos (54% a 23%);
  • Entre os assalariados sem registro (53% a 24%);
  • Entre os desempregados (57% a 16%);
  • Entre os que recebem Auxílio Emergencial (59% a 20%);

Bolsonaro, segundo o Datafolha, supera Lula nas seguintes categorias:

  • Entre quem tem renda superior a dez salários mínimos (42% a 31%);
  • Entre os empresários (42% a 31%)

Lula e Bolsonaro estão tecnicamente empatados entre os evangélicos (36% para Lula e 39% para Bolsonaro) e entre quem recebe de cinco a dez salários mínimos (37% para cada um).

PRF tem que ser responsabilizada por tortura e crime

Moradores de Umbaúba, interior de Sergipe, protestam contra o assassinato de Genivaldo de Jesus Santos, gaseado em uma viatura da PRF. Os manifestantes bloquearam a BR-101 e obrigaram uma viatura da força tática a recuar. O laudo do IML aponta morte por asfixia de homem imobilizado pela PRF.

Câmara Municipal homenageia Edgar Augusto pelos 50 anos da Feira do Som

Com a presença de amigos, familiares e colegas de profissão do homenageado, aconteceu manhã desta quinta-feira (26), na Câmara Municipal de Belém, a sessão especial de autoria do vereador Amaury da APPD (PT) que celebrou os 50 anos do programa de rádio “A Feira do Som”, criado, produzido e apresentado até hoje pelo jornalista e radialista Edgar Augusto Proença na Rádio Cultura do Pará.

Prestigiaram a sessão a ex-governadora Ana Júlia Carepa, a ex-deputada estadual Regina Barata, o presidente da Funtelpa, Hilbert Nascimento; o ex-presidente do Sindifisco, Charles Alcantara; e o vereador Fernando Carneiro (Psol). Entre os amigos e colegas, presenças de Lourdinha Bezerra, Paulinho Moura, Luizão Costa e Gerson Nogueira, representando a redação do Diário do Pará e da Rádio Clube. Pela família, a esposa Silvia, o filho Éder e os irmãos Edyr Augusto e Janjo.

“A história do rádio se confunde com a da família do Edgar, desde 1928, com a criação da Rádio Clube do Pará, criado pelo avô. Nada mais justo do que homenagear esta família que viveu em torno do rádio. Eu como fã e admirador do programa, não poderia me furtar de homenageá-lo e conceder este título de ‘profissional da comunicação’ pelos relevantes serviços prestados na área das relações públicas do nosso Estado”, disse o vereador Amaury da APPD.

Trajetória no rádio

O programa “A Feira do Som” foi ao ar pela primeira vez em 1° de março de 1972, ainda na então PRC-5 (Rádio Clube do Pará). Em 1983, mudou-se para a Rádio Cidade Morena, um ano depois, em 1984, o programa passou a ser transmitido pela Rádio Cultura, onde permanece até hoje. Em 2019, o programa recebeu o título de Patrimônio cultural e imaterial do Município de Belém, fruto de uma proposta também do vereador Amaury da APPD.

Edgar, em seu pronunciamento, falou sobre a trajetória da “Feira do Som” até hoje e sobre a história do rádio paraense, intimamente ligada a de sua família, chegando até os dias atuais, onde a tecnologia impera com aplicativos e novas plataformas, mas que, mesmo assim, o rádio não perdeu e não perderá a sua essência.

Por fim, agradeceu a homenagem e disse se sentir muito honrado em poder levar o programa a tantas pessoas, algo que ele não acreditava inicialmente, quando começou em parceria com Edyr Augusto, criador do nome Feira do Som.

Em paralelo, Edgar mantém, desde 1982, ano de fundação do jornal, uma prestigiada coluna de crítica musical no Diário do Pará.

(Com informações da Assessoria de Comunicação do vereador Amaury da APPD/Fotos: Antenor Filho)

Cinema perde o “vilão” Ray Liotta

Ray Liotta, astro de “Os Bons Companheiros”, morreu aos 67 anos. Segundo o Deadline informou nesta quinta-feira (26), o ator morreu enquanto dormia, na República Dominicana, onde ele estava filmando o longa “Dangerous Waters”. Liotta ganhou destaque em “Os Bons Companheiros” (1990) depois de estrelar o longa “Campo de Sonhos” (1989).

No filme de Martin Scorsese, Liotta interpretou o gangster Henry Hill. Em 2005, o ator ganhou um Emmy por seu papel de ator convidado no seriado “ER”. Liotta estava em meio a vários projetos. Além de “Dangerous Waters”, ele também estava finalizando as filmagens de “Cocaine Bear” e se preparava para estrelar “The Substance” ao lado de Demi Moore e Margaret Qualley.

Meia do Remo continua preso em Erechim por não pagamento de pensão alimentícia

O meia-atacante azulino Erick Flores segue preso em Erechim, no Rio Grande do Sul, por não pagamento de pensão alimentícia. Segundo informações que circulam nas redes sociais, o débito seria superior a R$ 200 mil. O delegado que cuida do caso, Gustavo Ceccon, disse que Erick Flores seguirá preso até que a situação seja resolvida.

Sem Erick, a delegação do Remo retornou a Belém na manhã de quarta-feira, 25, depois de perder por 2 1 para o Ypiranga. O clube, que não se posicionou oficialmente sobre o assunto, segue acompanhando a situação do jogador tentando encontrar meios de ajudar a resolver o imbróglio. (Foto: Samara Miranda/Remo)