Marina Silva se solidariza com Lula após ameaças bolsonaristas em Campinas

A ex-ministra Marina Silva usou as redes sociais para se solidarizar com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teve o carro praticamente cercado por bolsonaristas e manifestantes de extrema direita ao sair de um condomínio em Campinas (SP), nesta quinta-feira (5), onde havia participado de um almoço. 

“Inadmissível o que aconteceu nesta manhã em Campinas. Isso não é política. É um ato de covardia. Me solidarizo com o pré-candidato Lula. Não se pode permitir que a violência política integre o processo eleitoral como tática para chegar ao poder”, postou Marina na rede social. 

Em outra postagem sobre o ocorrido, Marina ressaltou que “as autoridades responsáveis pela segurança pública no país precisam agir com prontidão para evitar que tais cenas se repitam daqui em diante. A integridade física e a vida dos pré-candidatos também estão sob suas responsabilidades”.

Após o incidente, Lula participou de um encontro com vereadores em um hotel e seguiu para um evento na Unicamp. (Do Brasil247)

Deixe uma resposta