Pela vida das mulheres

Para a comunidade católica, a Sexta-feira da Paixão é uma data muito importante. É um dia de profunda reflexão sobre a morte e a crucificação de Jesus Cristo. #Jesus, homem pobre e refugiado, e que enfrentou a força dos poderosos de seu tempo, passou por torturas, humilhações e abusos. A data é oportuna para lembrarmos das centenas de mulheres que passam por violências semelhantes.

O Brasil registrou mais de 56 mil estupros em 2021, o que representa um #estupro a cada 10 minutos; no mesmo ano, o país contou com 1.319 feminicídios, contabilizando a morte de uma mulher a cada 7 horas. Tais dados, levantados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, evidenciam a dor dessa “via crucis” percorrida cotidianamente por tantas mulheres e meninas.

A violência é uma coroa de espinhos fincada na vida e na subjetividade das mulheres. O machismo e o patriarcado ainda são cruzes pesadas que arrastamos em nossas trajetórias. Por isso, é preciso que hoje seja uma data de profunda reflexão para toda a sociedade: no Brasil do #feminicídio, em que todo dia é Sexta-feira da Paixão, não queremos mais espinhos nem cruzes na vida das mulheres.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s