Blog do Juca: Remo espanta sufoco, conquista estadual e mira retorno à Série B

Por Antonio Carlos Salles (*)

O Remo é o novo campeão paraense graças ao placar largo de 3 a 0 conquistado na primeira partida das finais contra o Paysandu no domingo passado. 

Ontem (quarta-feira, 6) o Paysandu reagiu e chegou ao placar (3 a 0) que precisava para incendiar a decisão paraense, mas o Remo diminuiu para 3 a 1 e conquistou o 47º título estadual. 

O Papão fez um primeiro tempo alucinante, jogando em alta velocidade e marcando os 3 gols que precisava para levar a decisão aos pênaltis, um deles, o segundo, como se fosse um típico golpe de karatê, com o meia José Aldo. 

Tudo indicava que o time faria uma conquista épica, no melhor estilo Real Madrid contra o PSG recentemente. Dessas viradas que ficam na memória e que se tornam lendas entre os torcedores. Mas o gás acabou, o Remo voltou melhor organizado para o segundo tempo, neutralizou a rápida saída de bola do time bicolor e chegou ao gol único que precisava para fechar o placar agregado em 4 a 3.

Foi no sufoco, com drama e com lama, no empapado gramado do estádio da Curuzu, em jogo com torcida única, assim como na partida anterior. 

O foco das duas equipes agora é a Série C, com jogos já no próximo final de semana. 

O Remo enfrentará o Vitória em Belém e o Paysandu o Atlético Cearense. 

No momento em que o Remo sagrava-se campeão estadual, o canal Sportv reprisava um especial com o artilheiro Robgol, de passagem memorável pelo bicolor paraense. 

A coincidência serviu para lembrar que os dois times já foram protagonistas da 1ª Divisão do futebol nacional e que na última década se alternam entre as Séries B e C, e em alguns casos com riscos de ir à D. 

A conquista estadual do Clube do Remo é importante e evitou que o Paysandu chegasse ao tricampeonato. 

Mas o futebol pede ambição, conquistas e novos desafios. 

A disputa da C pode ser o projeto dos dois rivais para compensar seus apaixonados torcedores com o retorno à B e depois chegar à A. 

E por que não? 

*Antonio Carlos Salles é jornalista.

Nota do blog: no momento em que o Remo recebia a taça as luzes do estádio do Paysandu foram apagadas, num flagrante desrespeito aos campeões, aos torcedores e a todos os esportistas decentes.

Leão apresenta Rodrigo Pimpão, nome de peso para a briga pelo acesso

Aquisição mais cara da temporada, o atacante Rodrigo Pimpão foi apresentado oficialmente ontem pelo Remo. O jogador chegou a Belém no começo da semana e já treina no Baenão, mas o ato da manhã desta sexta-feira serviu sacramentou a contratação. O atacante, de 34 anos, chega para reeditar a dupla com Brenner, que fez sucesso no Botafogo, em 2017.

Pimpão agradeceu a oportunidade e o interesse dos azulinos: “É uma gratidão para mim hoje estar vestindo a camisa do Remo. É uma gratidão que eu tenho pelo Bonamigo, por toda a diretoria, por toda a torcida do Remo por estar aqui hoje vestindo essa camisa”, disse.

Revelou que quase acertou a vinda ao Remo no início do ano. “Foi um trabalho bem árduo. Desde janeiro a gente vem trabalhando e eu escolhi. Foi uma escolha minha, que eu fiz  para a minha carreira esse novo desafio, nova trajetória. Pode ter certeza que eu venho para demonstrar um grande trabalho, mostrar o meu melhor e vou lutar, trabalhar, me dedicar diariamente para que isso aconteça”.

“Para mim não é importante a competição, se é Série A, B ou C. Vim aqui para o Remo, é essa camisa que vou defender, não importa a série, mas sim a instituição que estou defendendo. Quero colocar o Remo o mais alto possível. Não sei se na Série B ou Série A, mas vou lutar por isso”, finalizou.

Papão anuncia mais dois reforços para a zaga

O PSC segue correndo contra o tempo para reforçar setores do time que não funcionaram bem no Parazão. Nesta sexta-feira, a diretoria anunciou mais duas contratações visando a disputa do Brasileirão da Série C: os zagueiros Bruno Leonardo e Douglas. O primeiro disputou o Paulistão pela Ferroviária e o segundo defendeu o Tapajós no Campeonato Paraense. 

Aos 25 anos, Bruno jogou as duas últimas temporadas pela equipe de Araraquara. Ao todo, disputou 29 jogos e marcou três gols, sendo 10 jogos e um gol em 2022. Ao site do Paysandu, ele fez projeções sobre a luta pelo acesso: “Estou muito feliz em parte parte desse projeto do maior clube da Amazônia. Que o senhor possa estar nos abençoando para que a gente consiga o acesso para a Série B. Venho dizer ao torcedor que vontade, determinação e garra não vão faltar”.

Douglas, também de 25 anos, disputou 10 jogos pelo Tapajós e acumula passagens por Moto Club, Paragominas, São Francisco e São Raimundo, ambos de Santarém. Ao site do Papão, ele prometeu raça com a camisa alviceleste:

“Estou muito feliz, espero corresponder todas as expectativas do clube. Quero agradecer a oportunidade e dizer que é um sonho realizado. Quero deixar um recado à torcida bicolor, dizer que raça e vontade não vão faltar”, disse Douglas. Os dois jogadores chegam a Belém neste final de semana para exames médicos e em seguida serem integrados ao elenco. 

A frase do dia

“Lula e o PT não mudaram. Seguem contra as reformas neoliberais, o teto de gastos, as privatizações. Foi Alckmin que veio pro nosso lado e não nós que fomos pro lado de Alckmin. Que mais venham pro lado de Lula porque reverter a tragédia que é Bolsonaro exige boa base no Congresso”.

Ricardo Pereira, jornalista e professor

Leão negocia com meia do Belo e pode fechar com goleiro do Águia

Após reconquistar o título estadual em disputa com o maior rival, primeira meta da temporada, o Remo concentra sua estratégia agora em reforçar o elenco para a disputa do Brasileiro da Série C, cuja abertura será neste sábado (9) com o jogo contra o Vitória-BA. Na busca de reforços, o clube deve anunciar ainda neste fim de semana dois novos jogadores. Segundo informações do DOL, o meia-armador Anderson Paraíba, 31 anos, destaque do Botafogo-PB, teria fechado com o Leão. Outra contratação em vista é a do goleiro Zé Carlos, que defendeu o Águia no Estadual, com boas participações nos jogos das quartas-de-final e semifinais.

Na disputa pelo meia do Belo o Remo teria feito a melhor proposta, superando os valores oferecidos pelo Joinville (SC). O clube paraibano também fez uma contraproposta para segurar o atleta, mas pesou a oferta do Leão. Diante disso, o acerto já teria sido sacramentado.